Confira aqui as configurações mínimas para atualizar o seu smartphone com o Windows 10 Mobile.

O Windows 10 Mobile, como se sabe, demorou muito mais do que o esperado para ser lançado, algo que incomodou milhões de usuários dos dispositivos que contam com o sistema da empresa ao redor do mundo. Entretanto, outra polêmica acabou atrapalhando a nova versão do sistema da Microsoft em seus primeiros dias de vida é as controvérsias a respeito dos dispositivos que receberiam o Windows 10 Mobile. Todavia, essa polêmica que permeava até os dias atuais, parece estar muito próxima de seu fim.

O anúncio dos dispositivos que iriam ser compatíveis com o sistema foi feito em Julho do ano passado, certificando as configurações mínimas dos dispositivos que receberiam o sistema. Porém, diversas alterações foram realizadas no Windows 10 Mobile desde então, o que motivou alterações nesse quadro de compatibilidade, o que deixou muitos usuários ainda com esperança de receberem o sistema graças a uma falta de atualização definitiva por parte da Microsoft. Porém, agora isso finalmente foi resolvido.

A partir de agora, a empresa deixa bem claro que para que seu dispositivo seja compatível com o Windows 10 Mobile, é necessário ter ao menos 1GB de RAM e 8GB de armazenamento interno, mesmo que o desempenho do sistema nesses dispositivos, ainda seja o mínimo do aceitável. A empresa também anunciou a lista de processadores compatíveis com o sistema, eliminando todos os processadores da Intel, que está abandonando o mercado Mobile.

Praticamente todas as variantes do Snapdragon, da Qualcomm, são compatíveis com o sistema, Por outro lado, processadores da empresa com alterações pequenas serão compatíveis com a nova versão do Windows Mobile, como o Snapdragon 650 e 620. A única ausência sentida, de fato, é a linha Snapdragon 4XX, que já foi muito utilizada pela empresa.

Por enquanto, a lista da empresa não conta com o Snapdragon 830, algo já esperado visto que o processador sequer foi lançado, todavia, é certo que os dispositivos com essa versão do processador da Qualcomm serão compatíveis com o sistema, visto que o 830 será a nova versão mais potente do processador da empresa estadunidense no mercado.

Novas alterações não devem ocorrer nas especificações, que agora parecem estar finalmente fechadas, restando apenas aguardar para ver quais versões de processadores mais recentes serão compatíveis com o sistema.


A Vaio apresentou seu primeiro smartphones com Windows 10 Mobile, o Phone Biz, que será lançado no mercado japonês.

Mesmo com as recentes notícias de que o número de smartphones com o Windows Phone sofreu uma enorme queda na sua participação no mercado, tendo perdido cerca de 57% de seu mercado anterior e voltando ao mesmo ponto em que se encontrava em 2012, o número de empresas decididas a investir no software da Microsoft, vem crescendo.

Agora, foi a vez da Vaio, apresentar seu primeiro smartphone com o Windows 10 Mobile, o Phone Biz, que será lançado em Abril, para o mercado japonês.

Trata-se de um smartphone de porte intermediário e focado no mercado executivo, assim como outros modelos de outras empresas, que parecem estar cada vez mais decididas a investirem nesse público.

Um dos grandes destaques do smartphone anunciado, é o Continuum, que permite quando o smartphone estiver conectado com um monitor externo, uma experiência com o Windows 10, parecida com a versão de desktop, o que é um atrativo exatamente para esse mercado corporativo, que passa horas trabalhando em documentos nos computadores de mesa, que geralmente utilizam o Windows e deve promover uma integração entre ambos.

O dispositivo chega ao mercado nipônico com o preço de 430 dólares, ou cerca de R$ 1.672 na cotação atual do dólar, ainda desconsiderando os impostos cobrados em cima do dispositivo, caso chegasse em solo tupiniquim. Ainda não há nenhuma previsão sobre quando o dispositivo deve chegar a outros mercados.

O aparelho da Vaio, mesmo se tratando de um modelo intermediário, chega ao mercado com especificações interessantes, sendo que o smartphone conta com uma tela de 5,5 Polegadas LCD Full HD, chipset da Qualcomm, se tratando do Snapdragon 617 Octa-core , 3GB de RAM, bateria de 2.800 mAh, câmera traseira de 13 Megapixels e frontal de 5 Megapixels, além de 16GB de armazenamento interno expansível por microSD.

As configurações são boas para um aparelho desse porte e deve cumprir com o que promete, tanto para tarefas relacionados ao trabalho como para usos mais casuais, como acesso a internet e visualização de vídeos, visto que o smartphone possui uma ótima resolução e tamanho de tela. Seu chipset octa-core possui 4 núcleos de 1.5GHz e 4 de 1.2GHz.

Por Isis Genari

Vaio Phone Biz

Foto: Divulgação


Versão do aplicativo Whatsapp para o novo Windows 10 Mobile vaza por engano na Windows Store, permitindo que diversos usuários testassem a adaptação.

Embora o Whatsapp seja um dos aplicativos com mais usuários no mundo, o app, assim como diversos outros também extremamente usados e famosos, não possuem uma versão adaptada ao Windows 10 Mobile. Na verdade, desde o Windows Phone 7.X, o Whatsapp não recebe uma adaptação para os sistema da Microsoft. Tal fato mostra um certo desleixo das grandes desenvolvedoras com o sistema.

Porém, recentemente uma atualização no app para a versão mobile do Windows foi liberada por engano aos usuários, possivelmente por um erro na Windows Store, o que permitiu que diversos usuários tivessem a oportunidade de testar a versão e tirar suas conclusões sobre a adaptação.

Trata-se de uma versão beta, que na verdade é fechada e por um erro, como dito, foi liberada, e trouxe diversas novidades no visual, como a nova tela com emojis no aplicativo, com a barra de opções na parte superior e uma redução no tamanho dos ícones, que receberam ajustes para combinarem com o design do sistema.

Além das mudanças visuais, o app também está mais otimizado, rápido e fluído no sistema da Microsoft, não havendo mais alguns ''engasgos'', nas transições e animações dentro do app.

As mudanças que mais chamam a atenção, por enquanto, são essas, o que não quer dizer que devem parar por aí. Afinal de contas, o aplicativo precisa de diversos ajustes, visto que há muito tempo não recebe uma adaptação para o Windows Mobile, o que acaba por causar alguns problemas como lentidão e um visual que acaba por não combinar com a interface do sistema.

Não se sabe quando o Whatsapp pretende lançar a versão definitiva com todas as mudanças e ajustes para o Windows 10 Mobile, mas se considerarmos que o novo sistema deve ser lançado apenas definitivamente no final de fevereiro, é provável que, se não seja lançado até mesmo em conjunto com a atualização definitiva, seja lançado no máximo, algumas semanas após o lançamento oficial do novo Windows 10 Mobile.

Já não é mais possível baixar a atualização na Windows Store.

Por Isis Genari

Whatsapp para Windows 10 Mobile

Foto: Divulgação


Xiaomi revelou que pretende desenvolver uma versão alternativa do Mi 5 com o Windows 10 Mobile.

O dia 29 de janeiro de 2016 foi marcado pela enxurrada de notícias negativas relativas ao sistema operacional mobile da norte-americana Microsoft, que viu sua participação no mercado desabar, e desenvolvedores afirmarem que não se dedicarão ao novo Windows 10 Mobile.

Porém, mesmo em um dia com notícias desastrosas, os fãs do sistema da Microsoft receberam uma possível boa notícia. A chinesa Xiaomi, que entrou recentemente no mercado nacional, pode desenvolver uma versão alternativa do Mi 5 com o Windows 10 Mobile.

A notícia não soa como uma surpresa, embora acabe soando como positiva, pela quantidade de notícias ruins que afetaram a Microsoft nos últimos dias, pois o tablet da chinesa, o Mi Pad 2, bem como o antecessor do Mi 5, o Mi 4, que recebeu um ROM com o novo Windows 10 Mobile.

Quando a empresa lançou o tablet Mi Pad 2 com o sistema de Microsoft, as especificações de hardware da versão do Android, foram mantidas, e a expectativa é que a empresa faça o mesmo com uma possível versão do Mi 5 com o Windows 10 Mobile.

A dúvida também fica para a data de apresentação, já que o Mi 5 será apresentado no dia 24 de fevereiro, e não se sabe se uma versão com o Windows poderia ser apresentada no mesmo dia, ou apenas posteriormente.

Com a proximidade da data de apresentação do Mi 5, os rumores acerca das especificações do aparelho, são cada vez mais certas, e, possivelmente o smartphone high-end da Xiaomi deverá chegar ao mercado contando com uma tela Full HD ou Quad HD de 5,2 polegadas, 3GB ou 4GB de RAM, placa gráfica Adreno 530, o novo chipset Snapdragon 820 com processador quad core, modelos de 16GB e 32GB, câmeras que devem contar com 16 Megapixels (traseira) e 8 Megapixels (frontal), além do Android Marshmallow 6.0, com a interface da empresa, o MIUI.

Por Isis Genari

Xiaomi Mi 5

Foto: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: