iPhone 8 e 8 Plus foram lançados em 2017 e contam com grandes diferenças entre si.

É costume da empresa de eletrônicos Apple lançar dois novos smartphones a cada ano. Em setembro de 2017, a corporação do Steve Jobs apresentou dois novos smartphones da sua linha iPhone: o iPhone 8 e o iPhone 8 Plus. Apesar de os nomes serem muito semelhantes, existem grandes diferenças entre eles.

Leia a seguir para saber quais são as principais diferenças entre o iPhone 8 e o iPhone 8 Plus, tal como suas características e fichas técnicas.

Principais diferenças

Acompanhe o texto para ver detalhadamente as principais diferenças entre estes dois aparelhos móveis.

Tela

A princípio, uma de suas diferenças é a tela, pois seus tamanhos e resoluções se alteram. O iPhone 8 possui tela no tamanho de 4,7 polegadas, com resolução de 750 × 1.344 pixels. Já o 8 Plus possui tela de 5,5 polegadas, com 1.080 × 1.920 pixels no display de resolução.

Câmera

O iPhone 8 Plus apresenta câmera traseira dupla, de 12 MP e foco de abertura de 2,8, trazendo também um zoom óptico com alcance duas vezes maior. Entretanto, o iPhone 8 possui câmera traseira única, com resolução também de 12 MP, mas com um menor foco, no valor de 1,8.

Peso

O peso também varia entre estes dois aparelhos, sendo o iPhone 8 o mais leve e o mais fino. Seu peso é de 148 gramas e sua espessura na medida de 7,3 mm. Já o iPhone 8 Plus pesa 202 gramas e mede 7,5 mm de espessura.

Processador e bateria

Como esperado, o hardware do iPhone 8 Plus apresenta maior vantagem quanto ao seu irmão. Ele possui 3 GB de memória RAM e bateria com 2.675 mAh. Enquanto o iPhone 8 possui memória RAM de 2 GB e bateria de 1.821 mAh.

Preço

Por possuírem diferenças consideráveis e o iPhone 8 Plus trazer mais inovações, ele é encontrado no mercado a partir do valor de, aproximadamente, R$ 4.600,00. Já o iPhone 8 custa um pouco mais barato, estando disponível na loja da Apple com preço a partir de R$ 4 mil.

Ficha Técnica do iPhone 8

  • Sistema operacional: iOS 11;
  • Processador: 2x Monsoon + 4x Mistral;
  • Memória RAM: 2 GB;
  • Memória: no máximo 256 GB, sem possibilidade de expansão;
  • Tela: 4,7 polegadas;
  • Resolução: 750 × 1334 pixel;
  • Dimensões: 138,4 × 67,3 × 7,3 mm;
  • Peso: 148 gramas;
  • Resistente a água;
  • Câmera traseira: 12 MP;
  • Resolução: 4608 × 2592 pixel;
  • Câmera frontal: 7 MP;
  • Vídeo: 4 K (2160p – Full HD);
  • Bateria: 1821 mAh (lítio).

Ficha Técnica do iPhone 8 Plus

  • Sistema operacional: iOS 11;
  • Processador: 2x Monsoon + 4x Mistral;
  • Memória RAM: 3 GB;
  • Memória: no máximo 256 GB, sem possibilidade de expansão;
  • Tela: 5,5 polegadas;
  • Resolução: 1080 × 1920 pixel;
  • Dimensões: 158,4 × 78,1 × 7,5 mm;
  • Peso: 202 gramas;
  • Resistente a água;
  • Câmera traseira: dupla de 12 MP;
  • Resolução: 4608 × 2592 pixel;
  • Câmera frontal: 7 MP;
  • Vídeo: 4 K (2160p — Full HD);
  • Bateria: 2675 mAh (lítio).

Se interessou em adquirir um destes smartphones da Apple? Caso a resposta seja sim, antes de tudo, pesquise os preços e pondere a melhor forma de comprá-lo. Sabemos que o preço de celulares desta marca costuma ser salgado, mas é possível usar um iOS, sem acabar com todas as suas economias.

Para isso, fique atento às promoções em lojas físicas e online, além de comparar os preços entre elas. Caso ainda esteja muito alto o preço, comprar um aparelho de segunda mão pode ser uma ótima opção, só não se esqueça de avaliar o funcionamento dele.

Por Aurenivia Alves Pereira

iPhone 8


Novo modelo traz diversas novidades e muita tecnologia. Confira seus atributos.

Diversas companhias fabricantes de aparelhos smartphones estão em intensa competição no mercado. Entre elas, a Apple está entre as empresas que mais investe em aperfeiçoamento em suas tecnologias. Esta indústria, a Apple Inc., consiste em uma empresa de caráter multinacional, norte-americana, cujo principal objetivo está em projetar e comercializar variados produtos eletrônicos de consumo, entre softwares de computador e computadores pessoais.

Nesse sentido a companhia está lançando o seu novo iPhone, intitulado iPhone 8, que chega às prateleiras recheado de novidades.

Entre os seus atributos inéditos está a sua carcaça, que agora é produzida em vidro, tanto na parte frontal quanto na traseira, acarretando um acréscimo de 10g em seu peso. Na parte da tela, ou seja, frontal, houve um aperfeiçoamento no leitor de digitais.

O novo aparelho da Apple, iPhone 8, consiste em um smartphone do tipo iOS, portando algumas características realmente inovadoras, capazes de fazer dele uma opção de alta categoria em relação a qualquer função em sua utilização. Está equipado com uma tela de 4.7 polegadas, proporcionando imagens de excelente qualidade no que tange às cores (pixels), profundidade, nitidez, brilho, entre outros, o que posiciona esse novo aparelho da Apple no topo de sua categoria. A mesma tela possui uma impressionante resolução de 1334×750 em pixels, entregando cores mais reais.

Ele possui uma vantagem a mais, ou seja, a capacidade de carregamento sem fio. Neste celular a empresa decidiu adotar e instalar o chamado Padrão QI; possui potência de 7.5 W no carregamento, superando os anteriores. Apesar de vir equipado com um excelente gerenciamento de bateria, ele contém um adaptador para cabo USB, em caso do usuário fazer uso do iPhone por longos períodos. A bateria possui capacidade de 1821 mAh, que é uma potência menor comparada com os modelos Android, de 3.000 mAh, porém, ainda assim, muito eficaz.

Embora seja um top de linha, este aparelho conta com apenas 2GB de memória RAM. Possui opções com 64 GB e uma excelente capacidade de memória interna com 256 GB. As câmeras estão aparelhadas com potência de 12 megapixels com abertura de F-1.8 e 4608 x 2592 pixel, estabilizador ótico e Flash de Quad LED. A câmera frontal é de 7 Mp. A espessura das lentes é de apenas 7.3 milímetros, o que faz do Apple iPhone 8 um dos telefones mais delgados que existem na atualidade.

Entre outras funcionalidades proporcionadas pelo novo aparelho da Apple, iPhone 8, está o dispositivo de LTE 4G, o qual permite grande transferência de dados e excelente navegação pela internet, como também proporciona conectividades Wi-Fi (802.11 a/b/g/n/ac) e GPS (A-GPS/GLONASS/Galileo), instaladas no aparelho. Munido de USB de 2.0, além de um excelente leitor multimídia, de videoconferência, e Bluetooth com 5.0 com A2DP/LE.

Possui chipset de Apple A11 Bionic; processador de 2x Monsoon + 4x Mistral; sistema operacional iOS 11; suas dimensões ficam em 138.4 x 67.3 x 7.3 mm e pesa 148 gramas. Portanto, trata-se de um aparelho celular muito versátil e avançado, em termos de tecnologia. Está no mercado para ganhar terreno em relação a outras companhias de grande porte.

A faixa de preços em que este iPhone se insere está entre 3.167 e 5.599 reais. Dado a confiabilidade e competência da companhia que o produz e a quantidade de melhorias instaladas neste novo modelo, os preços tendem a subir, inevitavelmente. Fora do país ele custa em torno de mil dólares.

Por Paulo Henrique dos Santos

iPhone 8

iPhone 8


O iPhone 7 é um dos melhores celulares vendidos atualmente, devido a tudo o que ele pode oferecer. Confira suas características.

No início de cada ano é comum que os meios de comunicação conversem com economistas para saber a expectativa de compras e vendas dos consumidores brasileiros. Além disso, dentro dessa pesquisa são apontados os produtos que mais têm chances de serem adquiridos. Para este ano de 2018, a expectativa é que o público compre mais e já em relação às mercadorias no topo da lista estão os aparelhos eletrônicos, sobretudo, os celulares. Já que o consumidor sempre procura por aparelhos melhores e mais modernos, um dos smartphones que deve ter um grande número de vendas este ano é o iPhone 7. Visto que, a Apple já lançou modelos mais novos, o iPhone 8 e o iPhone X, o modelo 7 deve ter seu preço reduzido.

Saiba agora mais sobre as características do iPhone 7.

As pessoas que são apaixonadas por tecnologia, sobretudo, na área de telefonia e informática conhecem a história da Apple. A empresa foi fundada nos anos 80 nos Estados Unidos e nesses 30 anos de atuação é hoje uma das maiores companhias no mundo. A Apple foi uma das grandes responsáveis pelo tipo de tecnologia que se tem hoje em celulares e computadores. Pois, ela conta com um time de funcionários altamente criativos que sempre bolam algo para sair na frente das demais empresas. E um dos grandes produtos da empresa norte-americana foi o iPhone. Este smartphone inaugurou uma época nova no mundo da telefonia móvel, pois ele ajudou a criar um padrão quando se fala em design, qualidade, especificações técnicas e tantos outros detalhes.

Em 2017, comemorou-se os 10 anos do lançamento do primeiro iPhone. E cada ano que a empresa colocava um novo modelo a disposição no mercado se via um aparelho cada vez mais moderno e com recursos até então inimagináveis.

Lançado no final de 2016, o iPhone 7 é um dos melhores celulares vendidos atualmente, devido a tudo o que ele pode oferecer. Primeiramente é importante falar sobre o sistema operacional que funciona no modelo. Assim, como nos demais celulares da Apple, o sistema operacional é o IOS. Plataforma muito completa e que com poucos dias de uso qualquer pessoa domina facilmente. Além disso, um fato interessante sobre esse sistema é a “Siri” que é a espécie de uma assistente que te ajuda com as funções do celular. O iPhone 7 é um dos modelos mais finos, além disso ele é um pouco maior em relação ao 6, visto que a tela do 7 possui 4,7 polegadas. O 7 também tem as bordas arredondadas. Este modelo está disponível nas cores: preta, branca, prata, rosa, cinza e dourada.

O iPhone 7 tem uma memória que pode variar entre 32 GB a 256 GB, com esses números o dono vai ter um grande espaço de armazenamento, podendo ter quantos e quais aplicativos desejar, sem pensar que o aparelho vai ficar travando.

Um dos pontos mais interessantes no iPhone 7 é o seu sistema fotográfico. Este recurso também conta com duas câmeras, sendo uma frontal e uma traseira. A frontal possui 7 megapixels e a traseira com 12 megapixels, com esses recursos as fotos feitas a partir desse aparelho contam com uma grande qualidade podendo ser comparadas as fotografias feitas com câmeras fotográficas profissionais. Uma coisa muito interessante que a Apple disponibiliza neste aparelho são as funções para editar a imagem, com elas o usuário nem vai precisar baixar aplicativos para tratar as fotos. Pois, com o editor da Apple é possível aplicar filtros, colocar a foto preta e branca, ativar o recurso retrato em que o fundo da foto fica desfocado, dentre outros. Todos os vídeos gravados nesse aparelho são 04 k, uma das maiores qualidades quando se fala em gravações.

O iPhone 7 pode ser encontrado a partir de R$ 2.600,00.

Por Isabela Castro

iPhone 7


Modelo possui diversas funcionalidades e ótima configuração.

As muitas ações que precisam ser feitas pelas pessoas na atualidade exigem não apenas qualidade como também a sua execução com rapidez elevada demandando, por isso, o uso de equipamentos modernos como o iPhone 6 que será abordado em seguida neste texto.

Características técnicas do iPhone 6

O iPhone 6 consiste em um smartphone elaborado pela empresa americana Apple, apresenta um design moderno com sua estrutura sendo composta, de forma total, em alumínio e vidro com formato em barra.

Com relação às suas dimensões possui um peso de 129 gramas ao todo distribuídas em 13,81 centímetros de altura, 6,70 centímetros de largura e apenas 6,90 milímetros em sua profundidade relacionada.

Apresenta uma tela de retina em alta definição que pode ter 4,7 polegadas ou, ainda, 5,5 polegadas na versão iPhone 6 Plus sendo do tipo multi-touch nas quais são usadas as mais avançadas tecnologias para sua elaboração especificada.

Ainda quanto à sua câmera, apresenta resolução de 1334 x 750 pixels oferecendo maior visibilidade com cores precisas em ângulos amplos para a devida visualização em diferentes locais.

Quanto ao seu desempenho, seu sistema operacional é o iOS 8 com chip A8 elaborado com arquitetura de 64 bits permitindo não apenas um funcionamento mais eficiente como também redução de 50% no gasto de energia.

Além disso, o iPhone 6 possui alternativas tecnológicas interessantes como o coprocessador de movimento M8 com o qual é possível, a partir do smartphone, controlar a velocidade e distância que se encontram de determinado ponto.

Este mecanismo contém, ainda, um barômetro para controle mais adequado da elevação que se encontra em determinado momento analisado.

Detalhes relevantes no iPhone 6

As opções interessantes ofertadas pelo iPhone 6 não cessam, pois apresenta uma câmera iSight com capacidade de 8 MP – traseira – e 1.2 MP – frontal – com tecnologia conhecida como Focus Pixels que possibilita a seleção mais rápida de foco automático.

Esta nova câmera permite, ainda, a criação de vídeos em alta definição com 1080 pixels a 60 quadros por segundo e vídeos feitos especialmente em câmera lenta com 240 quadros por segundo.

Ao pensar em sua conectividade, oferta rede do tipo wireless com velocidades de downloads super rápidas além de um Wi-Fi igualmente ágil com índices relevantes de 802.11 ac.

Esta agilidade se justifica pela presença de tecnologia 4G LTE neste aparelho permitindo ações conjuntas variadas como reprodução de músicas, chamadas em vídeo bem como uploads rápidos para navegação na internet de qualidade.

É possível que sejam utilizadas tecnologias como MP3 Player, Bluetooth além de suporte para adoção de GPS em suas configurações básicas.

A segurança relacionada com o uso deste smartphone ultra moderno também foi melhorada já que oferece o Touch ID no qual o desbloqueio do aparelho para entrar em locais como Apple Store e iTunes Store é feito com sua impressão digital de forma única.

Com relação ao seu gasto energético possui uma bateria com capacidade de duração quando em uso semelhante a 14 horas de conversação em tecnologia 3G ou ainda navegando pela internet por até 10 horas em tecnologias 3G/4G.

Quando a bateria do iPhone 6 é colocada no estado de stand by pode ter uma durabilidade de até 250 horas sem exigir um novo carregamento.

Preços vinculados com iPhone 6

Os preços vinculados com o iPhone 6 apresentam variações relacionadas com o local que está oferecendo este produto bem como das suas especificações técnicas havendo um aumento de acordo com uma maior capacidade de armazenamento, por exemplo.

Diante desta situação, no mercado atual é possível adquirir um modelo deste equipamento da Apple por valores que oscilam entre R$1.800,00 até R$2.800,00 com possibilidade de descontos em pagamentos à vista ou parcelamentos usando cartões de crédito/débito.

Conclusão

Desta maneira, o iPhone 6 é uma das indicações mais completa para quem precisa adquirir um smartphone com beleza e inúmeras funcionalidades à disposição para as mais variadas atividades cotidianas.

iPhone 6


Apple lançou novos modelos, incluindo o iPhone 8 Plus. Veja suas características e novidades.

Para quem estava na expectativa do lançamento do iPhone 8 Plus da Apple, a ansiedade acabou. É que o lançamento mundial já aconteceu e foram lançados pela marca além do iPhone 8 Plus, o iPhone X e o iPhone 8. Contudo, os brasileiros terão que esperar até o final do ano para encontrarem o aparelho no país. Até lá, confira tudo sobre esse super lançamento.

A começar pela tela o iPhone 8 Plus possui uma de 5,5 polegadas, que apresentam 1920 x 1080 pixels de resolução de tipo Full HD. Além disso, o aparelho é equipado com uma Retina HD com uma densidade de 401 pixels por cada polegada.

Para oferecer uma visão ainda melhor que o comum LCD seu painel é do tipo IPS. A tela ainda possui o sistema 3D Touch, que deixe a superfície da tela mais sensível ao toque dos dedos, o que permite que as tarefas se executem com mais facilidade com a pressão dos dedos. A novidade da tela fica por conta da tecnologia chamada True Tone, que permite um ajuste automático da cor branca.

Com um design bem bonito, o iPhone 8 Plus chega nas cores prateado, dourado, e cinza-espacial, uma cor que se aproxima do preto.

Uma particularidade do aparelho é que ele é todo de vidro, possibilitando o seu carregamento sem fio. E para quem se sente inseguro por sua totalidade ser em vidro, a marca assegura que o seu vidro é o mais resistente já utilizado em um aparelho smartphone.

Agora falando de um dos itens que interessa a maioria dos consumidores temos as câmeras. A câmera principal possui 12 megapixels, enquanto a frontal possui 7. A Traseira é equipada com uma grande lente angular que possui abertura de f/1.8. Já a frontal vem com teleobjetiva de f/2.8. Ambas oferecem um zoom óptico de 2x e um zoom digital de 10x.

Em termos de gravação de vídeo o aparelho realiza uma maior quantidade de quadros por segundo. As gravações em 4 K podem ser de 24 fps, 30 fps ou ainda 60 fps,

Em sua totalidade as qualidades das fotos e vídeos e recursos são os mesmos que as versões anteriores do aparelho.

O Processador do iPhone 8 Plus é o novo Apple A11 Bionic, que promete um desempenho excelente. Seu chip possui um total de seis núcleos, oferecendo um bom suporte para velocidade aumentada.

O novinho da Apple oferece aos seus consumidores duas opções de armazenamento interno, sendo elas 64 e 256 GB. Lembrando que eles não recebem memória externa. A configuração padrão de seu sistema gasta até 11 GB, assim como os aplicativos que já vêm instalados gastam em torno de 4GB.

O iOS 11 é um sistema que é original do iPhone 8 Plus muito eficiente, pois os arquivos de fotos podem ocupar até a metade do espaço, o que irá economizar espaço na memória interna.

Outro recurso desse sistema é a possibilidade de compartilhar a conexão Wi-Fi, sem a necessidade de expor a senha, basta haver o contato entre os aparelhos.

Além disso, o aparelho está apto para receber comandos de texto, identificando instruções de voz com uma lata velocidade.

A App Store passou por uma reformulação. Os ícones foram redesenhados, com novas opções para o widget de música. Além de uma facilidade maior para abrir ou excluir notificações, entre outros recursos.

Para tantos recursos e funcionalidades o aparelho vem com uma bateria de 2.675 mAh. Segundo a fabricante sua bateria deve aguentar até 21 horas em conversações e de até 13 horas usando a internet.

Com o uso de fones de ouvido no modo sem fio o smartphone reproduz até 60 horas de áudio e 14 horas de vídeo.

Uma novidade muito interessante está na capacidade de fazer a recarga sem fio, realizada com carregadores de padrão Qi. Também será possível fazer uma recarga rápida em que se pode recuperar até 50% do total de sua capacidade em apenas 30 minutos carregando.

Inicialmente o aparelho com 64 GB de armazenamento deve custar US$ 799, o que em reais fica em algo de cerca de R$ 2.505. Já a versão de 256 GB é vendida por US$ 949, o que reais sai em torno de R$ 2.955.

Com toda certeza, esse lançamento da Apple vem para causar e impressionar seus consumidores.

Por Sirlene Oliveira

iPhone 8 Plus


Novo modelo é uma versão comemorativa de 10 anos do iPhone.

O celular que popularizou o conceito de smartphone volta a causar burburinho com sua edição comemorativa dos seus 10 anos. O iPhone X, o lançamento tecnológico mais esperado de 2017.

De cara, o que chama a atenção ao produto são as bordas mínimas, de tal forma que a tela quase cobre toda a frente do celular. E a Apple fez questão de caprichar na tela. “A primeira tela Oled digna de um iPhone” explica Tim Cook, presidente da Apple. A nova tela batizada de “Super Retina HD” tem uma diagonal de 5,8 polegadas e uma resolução de 2436 por 1125 pixels, significativamente maior que no iPhone 7 Plus. Embora a densidade de pixels seja bem elevada, são 458 pixels por polegada, o “Super” acrescentado ao nome da tecnologia (já que no iPhone 7 Plus a tela se chamava “Retina HD”) pode também vir do altíssimo contraste de 1000000:1. O elevado valor para a proporção de contraste só é possível pelo abandono do LCD e adoção do Oled, já que na tela Oled cada pixel emite sua própria luz e os pixels que formam uma imagem preta simplesmente ficam apagados, enquanto no LCD todos os pixels, não importa a cor, refletem a luz do backlight. A nova tecnologia de imagem também é mais econômica e consumirá menos energia.

A tela é protegida pelo que a Apple garante ser o vidro mais resistente já utilizado em um smartphone. O mesmo vidro também protege a parte de traz do produto. Já as laterais são feitas de aço inoxidável, sendo toda a estrutura hermeticamente selada contra água e poeira.

A melhor tela que um iPhone já teve não poderia estar desacompanhada de excelentes câmeras. O iPhone X terá a frontal de 7 MP e a câmera dupla traseira de 12 MP. A novidade da câmera traseira, além da nova disposição vertical do sistema duplo de lentes, é o novo sistema de estabilização de imagens e o novo sensor, mais rápido que o anterior. Os vídeos podem ser feitos em resolução 4K em até 60 frames por segundo. Ou se preferir fazer vídeos em câmera lenta, há a opção de filmar em 1080p em até 240 frames por segundo, com possibilidade de utilizar o zoom óptico enquanto grava. A câmera frontal contará com a função TrueDepth que analisa mais de 50 movimentos musculares para que os Animojis, emoticons animados, reflitam os movimentos faciais da pessoa a utilizar o aparelho. Foram acrescidas também funções de iluminação que a Apple garante dar qualidade profissional aos selfies e o modo retrato que desfoca o fundo da imagem, ressaltando o rosto.

Uma das tecnologias mais inovadoras do novo produto é a função de reconhecimento facial. Com ele você poderá facilmente desbloquear e se autenticar utilizando o seu rosto. E para se adaptar às mudanças que o seu rosto sofre com o tempo e os diferentes adereços, chapeis e bijuterias que poderiam modificar a percepção do seu rosto pelo sistema, a Apple não só criou um software baseado em aprendizado de máquina e inteligência artificial como criou uma parte específica de seu novo processador (que na verdade é um SoC, System on a Chip) para essas funções. A nova tecnologia foi batizada de Neural Engine, uma alusão às redes neurais, um tipo de modelo computacional utilizado em inteligência artificial. O processador A11 Bionic, continua utilizando o conjunto de instruções ARM 64 bits, mas agora é fabricado com litografia de 10 nm. A GPU terá 3 núcleos e o conjunto demonstra uma larga vantagem em termos de velocidade quando comparado ao celular Samsung Galaxy S8 ou mesmo ao iPhone 7 Plus, ao serem testados utilizando o pacote GeekBench 4.

Outra grande inovação, já esperada para modelos anteriores, é o sistema de carregamento sem fio. Para utilizá-lo, basta colocar o aparelho acima do carregador ou estação e pronto, basta esperar. A funcionalidade é particularmente útil em bares e hotéis, onde nem sempre é cômodo compartilhar uma tomada.

O iPhone X contará com opções de armazenamento de 64 e 256 GB e poderá ser adquirido nas cores cinza-espacial ou prateado. O início das vendas em mais de 55 países acontecerá em 27 de outubro, e as entregas começarão a serem feitas em 3 de novembro.

Mas atenção, se quiser adquirir uma unidade antes de todo mundo, vai aí uma má notícia. O site do Wall Street Journal publicou uma matéria sobre como o processo de produção do novo sistema de reconhecimento facial criou um gargalo nas fábricas e, portanto, poucas unidades estarão prontas em novembro. Se quiser botar as mãos na novidade antes de todos, terá que contar com a sorte!

Por Lancelon de Souza Lima

iPhone X


Apple lança nova versão dos iPhones 7 e 7 Plus na cor Vermelha.

A Apple anunciou na manhã do dia 21/3 diversas novidades. Uma delas é um novo aparelho das linhas iPhone 7 e iPhone 7 Plus na cor vermelha. Esse lançamento é resultado da comemoração de 10 anos de parceria entre a companhia norte-americana e a RED, organização de combate ao vírus da Aids.

Início da parceria:

A parceria entre a RED e a Apple teve início no ano de 2006, momento em que a companhia passou a lançar produtos de edição limitada nessa cor. O IPod Nano foi o primeiro deles a ser desenvolvido e disponibilizado para vendas. Com essa iniciativa, a empresa arrecada fundos de apoio aos trabalhos de combate à Aids, realizados pela RED em vários países do continente africano. Parte das vendas dos dispositivos é doada para a organização. Através disso, a Apple afirma já ter arrecadado aproximadamente 130 milhões de dólares com a iniciativa.

Configuração e preço dos aparelhos de edição limitada da Apple:

As edições especiais do IPhone 7 e IPhone 7 Plus manterão as mesmas configurações já encontradas nos aparelhos. Mesmo sem novidades nesse sentido, funcionarão como forma de posicionar os modelos no mercado de smartphones. Afinal, as cores diferenciadas sempre foram sua marca registrada, como ocorrem nas versões: prateado, dourado, ouro rosa, preto brilhante e preto matte.

De maneira básica, os aparelhos têm a seguinte configuração:

– Dimensões/peso: 138.3mm x 67.1mm (138g) ou 158.2mm x 77.9mm (188g).

– Sistema operacional: IOS 10.

– Chip: A10 (64 bits).

– Armazenamento interno de 32GB (não disponível para a cor vermelha), 128 GB ou 256GB.

– Tela de retina de 4.7’’ (1.334×750 p) ou 5.5’’ (1.920×1.080 p).

– Câmera principal de 12MP.

– Câmera frontal de 7MP.

– Gravação em HD de 720p ou 1.080p.

– Conectividade: Wi-Fi ou 3G.

– Bateria com duração de até 10 dias de repouso, 12 horas com uso de 3G e 14 horas com uso de Wi-Fi.

Acompanham os smartphones os seguintes acessórios: EarPods, cabo e adaptador de lightning (USB) e carregador.

Os dispositivos de edição limitada serão vendidos pelos preços de R$3.899 (versão IPhone – 4.7’’) e R$4.499 (versão IPhone Plus – 5.5’’). Poderão ser solicitados para compra a partir do dia 24 de março de 2017 nas lojas física e virtual da Apple.

Por Camilla Silva

iPhone 7 vermelho


Aparelho da Apple ganha do modelo da Motorola em desempenho.

Se você está pensando (ou está na dúvida) se compra um iPhone 6S agora ou espera a chegada do Moto Z aqui no Brasil talvez este artigo possa te ajudar. Bom, mas já vamos adiantando que se o que você está procurando é por desempenho, talvez escolher o dispositivo da Apple seja a melhor alternativa no momento. Vamos explicar os motivos.

Recentemente saiu um teste de velocidade bem prático: O foco era a abertura dos aplicativos. Nesse ponto o iPhone 6S já saiu ganhando do novo aparelho da Motorola e isso mesmo contanto com os 2 GB de RAM sendo que o aparelho da concorrente conta com dobro de capacidade.

Partindo do princípio que o usuário irá abrir no dispositivo 10 aplicativos o aparelho da Apple gasta para o processo 1m21s. Já o Moto Z para efetuar o mesmo processo leva 1m41s sendo os mesmos apps.

Mas qual seria a explicação disso? Bom, é só prestarmos um pouco mais de atenção nas configurações dos aparelhos. Mesmo contando com a metade da RAM disponível no dispositivo da Motorola, o iPhone 6S é integrado com o processador Apple A9, ponto que pode ser fundamental se a questão for a rapidez. O Moto Z traz no seu interior o Snadragon 820.

De qualquer maneira os dois aparelhos vão para o mercado com os sistemas operacionais mais novos de cada uma de suas respectivas companhias (iOS 9.3.4 e o Android 6.0.1). Outro aspecto fundamental e que não podemos deixar passar despercebido é a questão da diferença apresentada entre as dimensões dos aparelhos. Basicamente a diferença diz mais respeito a tela: O Moto Z conta com um display que é quase que o dobro do que integra o iPhone 6S.

Como curiosidade nos Estados Unidos o Galaxy S7 tem ganhando em termos de número de vendas em comparação com o iPhone 6S. Porém, este último é que foi escolhido pelas Forças Armadas Americanas. De acordo com os militares a adoção do aparelho se deveu principalmente pela rapidez, suavidade, gráficos melhores bem pelo fato de não congelar tanto quanto os aparelhos que contam com o Android.

Ainda assim, os preços que deverão ser cobrados pelo aparelho da Motorola devem ser um pouco mais agressivos do que se pensava ficando na casa dos US$455. Seria algo em torno dos R$1.500. Considerando ainda a adição dos impostos por aqui ele ainda ficaria mais barato do que os R$3,5 mil que são cobrados pelo iPhone 6S.

Confira o vídeo do teste prático de velocidade entre os dois dispositivos

Por Denisson Soares


Lançamento do modelo será em setembro deste ano e uma das maiores mudanças será no hardware do modelo.

Os rumores mais recentes de funcionários especuladores do setor de smartphones do mundo inteiro, indicam sobre a possível estagnação na mudança que o iPhone sofre a cada geração. O jornal The Wall Street afirma que a próxima geração da marca, o iPhone 7, virá com poucos detalhes de diferença em relação à anterior sendo praticamente idêntico.

O lançamento do aparelho está previsto para setembro de 2016. Segundo o jornal as maiores mudanças ocorrerão no hardware do aparelho, com corpo físico entre 4,7 e 5,5 polegadas e uma câmera mais potente e que não apresentará relevo, influenciando na espessura final do aparelho, que fica em torno dos 6,5 mm. Além da retirada da entrada do fone de ouvido, para o aumento à resistência contra água.

Infelizmente a Apple pode causar a insatisfação de clientes que usam o padrão universal de 3,5 mm para fone de ouvido e que não ficarão contentes em ter que trocar seus acessórios. Já é confirmada a atualização do sistema operacional do aparelho, que como sempre terá mudanças sutis.

Suposições mais remotas indicam a presença de um display OLED levemente curvado que cobre toda a parte frontal do aparelho, sendo esta uma das possíveis ideias do chefe de design, Jony Ive, que deseja uma aparência de um aparelho constituído somente de vidro.

Ainda de acordo com outras revistas, como a The Verge, que afirma que as maiores mudanças ocorrerão em 2017, pois neste ano o iPhone completará 10 anos e com certeza a empresa americana deve preparar algo de novo para o público .Para 2017 a empresa deve ter mudanças radicais e comprovar as indicações de mudanças drásticas na função de carregamento, que seria sem fio e sem plataformas, sendo feito a distância e a presença de uma câmera traseira dupla.

Outras especulações indicam para o aumento no período do ciclo de atualizações, não sendo mais intercalado por um período de 2 anos, e sim 3 anos. Então os lançamentos de novas gerações ocorreriam a cada 36 meses. A própria empresa, Apple, já afirmou que o mercado de smartphones sofre um período de desaceleração e que é necessário se adaptar, sendo desnecessário lançar aparelhos com poucas mudanças. É interessante lembrar que a empresa no início desse ano sofreu uma queda na venda de aparelhos, entre 16 e 18 por cento, pelo fato dos clientes aumentarem o intervalo de troca entre o aparelho passado e o atual.

Por Denisson Soares

 

iPhone 7


Sucesso do modelo superou as expectativas e empresa quer acelerar a produção de mais unidades.

Uma das maiores surpresas do ano de 2016 incrivelmente até mesmo para a própria fabricante, no caso a Apple, é o recém lançado iPhone SE. O sucesso é tão grande, em escala mundial, que a empresa da Maçã pediu para que a produção das peças e a montagem do dispositivo sejam feitas com maior rapidez e agilidade. As informações são do site DigiTimes.

O número de vendas do iPhone SE surpreende tanto que informações dão conta de que hoje existem mais vendas do que dispositivos em estoque na empresa, algo simplesmente inimaginável mesmo para a empresa.

A surpresa é tanta que os analistas de mercado previam que o dispositivos deveria vender cerca de 15 milhões de unidades neste ano, entretanto, apenas na primeira semana mais de 3,4 milhões de unidades foram vendidas apenas na China. O DigiTimes afirma que a empresa se prepara para uma demanda ainda maior no segundo semestre, muito graças ao lançamento do dispositivo em outros mercados, caso do Brasil, que está prestes a receber o dispositivo.

Um dos maiores atrativos do aparelho que deve chegar em breve ao Brasil, visto que no início deste mês a tão criticada Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) homologou o iPhone SE, fazendo com que o mesmo possa ser comercializado por aqui, é um preço bem inferior ao cobrado pela Apple em seus dispositivos de topo, embora este, como a própria empresa diz, não é um dispositivo de entrada, visto que possui configurações de hardware bastante agradáveis, sendo vendido nos Estados Unidos por cerca de US$ 399, algo em torno de R$ 1.420 ainda desconsiderando os impostos a serem cobrados pelo dispositivo.

A Anatel, aliás, já havia emitido a certificação das baterias do dispositivo da Apple, o que já indicava a chegada do aparelho muito em breve em solo tupiniquim, já estando 100% legalizado por aqui, abrindo a porta para suas vendas.

Por enquanto, não se sabe a data em que a empresa pretende lançar o seu Apple SE no Brasil, muito menos seu preço, entretanto, a expectativa é que isso aconteça entre Junho e Setembro desse ano de 2016, sobrando a curiosadade quanto a receptividade que o dispositivo terá no Brasil, já que por aqui há até mesmo opções de parcelamento em até 24x por dispositivos da empresa.


Testes revelaram que smartphone da Apple garante mais autonomia aos usuários do que baterias mais potentes como a do Galaxy S7.

Com o iPhone SE, a Apple tenta expandir seu espaço no mercado, investindo em um dispositivo mais barato, porém, com um design que consagrou a linha de smartphones da Apple bem como um excelente hardware. Porém, mesmo com uma ou outra limitação, como a bateria, que conta com apenas 1.642 mAh, o iPhone SE segue a linha da Apple de tirar o máximo de seus dispositivos, e segundo testes feitos pelo Wall Street Journal, a bateria do smartphone da Apple garante mais autonomia aos usuários do que baterias mais potentes como a do Galaxy S7.

O famoso jornal também comparou o iPhone SE com outros dispositivos da Apple como o iPhone 6s e 5s, e os resultados, mesmo com a baixa potência de sua bateria, são animadoras. Para se ter uma ideia, mesmo com a bateria menos potente, o SE consegue ter mais autonomia do que os rivais também da Maçã 6s e 5s, que contam com 7h45 e 7h15 de autonomia, respectivamente, contra superiores 10h do SE.

Já o Galaxy S7, rival direto dos smartphones tops da Apple, embora não seja o caso do SE, conta com apenas 7 horas de bateria, mesmo contando com o dobro de potência do SE. Por outro lado, é importante ressaltar que a bateria do 6s conta com 1.715 mAh, mais do que a do SE, mas também apresentando um desempenho inferior ao SE em autonomia. Isso ocorre ao fato do 6s ter uma resolução de tela superior a do SE.

O Wall Street Jornal não revelou como foram feitos os testes, ressaltando apenas que todos contaram com o mesmo nível de brilho na tela. De fato, é assustador ver o Galaxy S7, recém-lançado e smartphone mais potente da Samsung, com 3.000 mAh, contar com uma autonomia inferior a do SE, iPhone da Apple que não se trata de uma versão top de linha e uma potência duas vezes menor.

Um dos motivos apresentador pelos usuários, é que o S7 conta com uma tela maior e com mais pixels, o que aumenta o consumo de energia, mas não apaga o fato de ser no mínimo, curioso, um smartphone contar com maior potência e desempenho tão inferior a um modelo mais simples de uma marca rival. A Samsung não se pronunciou a respeito dos testes.

Por João Trajano

 

iPhone SE


Empresa trabalha para melhorar a segurança do smartphone após FBI pedir para que a Apple mostre como \”hackear\” o seu dispositivo.

Chamou muito a atenção nas últimas semanas a notícia de que o FBI quer que a Apple mostre como ''hackear'' o seu dispositivo, para contribuir com a investigação de um caso nos Estados Unidos. A repercussão foi tanta que até mesmo outras grandes empresas se manifestaram, em sua maioria, apoiando a decisão da Apple em resistir quanto a quebrar a segurança do dispositivo, o que pode representar um risco imenso. Agora, a empresa está trabalhando para melhorar ainda mais a segurança de seu iPhone.

Grande parte dos usuários apoiou a empresa no caso, bem como outras grandes marcas, pelo fato de que a quebra nessa segurança do dispositivo poderia causar um dano enorme futuramente, já que poderia facilitar o trabalho de hackers e crackers no aparelho, gerando inclusive preocupação entre os usuários do iPhone.

O que acontece é que o FBI se utiliza de uma brecha na segurança do dispositivo da maçã para poder conseguir uma atualização para desbloquear o iPhone 5c, graças a um caso envolvendo um casal nos EUA, que terminou com a morte de 14 pessoas em Dezembro do ano passado. O iPhone permite que o usuário possa fazer atualizações sem terem a necessidade de desbloquear seu dispositivo, sendo essa uma brecha para a assistência técnica e também agora para o FBI.

Para resolver o problema, o jornal New York Times afirmou que a empresa estadunidense vem trabalhando para resolver a brecha para acabar não perdendo a queda de braço para o FBI, o que forçaria a empresa a quebrar a segurança do iPhone. Isso, segundo o jornal, é anterior ao processo do FBI contra a empresa. A Apple vem trabalhando com outras empresas especializadas em segurança, inclusive uma delas, por meio de Jonathan Zdziarski, afirmou que já teria enviado mais de 50 ideias para que a empresa possa resolver o problema.

A mudança deve ocorrer, independentemente do resultado do caso envolvendo o FBI, mesmo que a Apple acabe por vencer a disputa, a empresa está determinada a solucionar o problema para aumentar a segurança de seus usuários. A brecha no software da empresa pode ser considerada uma grande falha, que agora está prestes a ser resolvida.

Por Isis Genari.


Para recuperar o iPhone após o erro, basta descarregar completamente a bateria do smartphone para tê-lo novamente.

Assim como no iOS 4.1, o iPhone, da maçã Apple, voltou a ter problemas com um bug no calendário do seu smartphone, que ao usuário selecionar a data de 1º de Janeiro de 1970, o dispositivo simplesmente se torna inutilizável, e enquanto a Apple não lança uma atualização para o erro no sistema, alguns usuários já descobriram como corrigir e se precaver do problema, que poderia se tornar uma grande dor de cabeça.

O erro atinge todos os iPhones que contam com o chipset da Apple, nas versões A7, A8, A8X, A9 e A9X, sendo esses, toda a linha de dispositivos com 64 bits da Apple. Vale lembrar que, embora o maior foco seja o iPhone, o iPad também pode ser atingido pelo problema.

Nas últimas semanas, o erro ganhou destaque na mídia junto do ''erro 53'', que inutiliza iPhones que passaram por consertos de terceiros não autorizados pela Apple, gerando polêmica na rede. A mudança de data pode até mesmo ser feita por hackers, por pura diversão, já que ao se conectar a redes Wi-Fi, o smartphone se conecta a um servidor para verificar a data e hora, e caso o servidor tenha sido atacado, é possível que uma pessoa mal intencionada acabe por alterar dessa forma, a data de seu calendário, para 01/1970, inutilizando seu smartphone.

Porém, o erro que aparentava ser extremamente grave e preocupante, é mais simples que o imaginado, já que para recuperar seu dispositivo após a mudança para a citada data, basta descarregar completamente a bateria de seu smartphone, para ter novamente seu iPhone de volta. Anteriormente, se acreditava que para recuperar o aparelho, seria necessário substituir a bateria do iPhone. Porém, se você quer se precaver para não levar possíveis sustos, caso seu iPhone ou iPad tenha o Jailbreak, a única possibilidade de livrar seu dispositivo da possibilidade de ser atingido pelo erro, basta ter a ferramenta tweak BrickingDate que pode ser encontrado facilmente em um dos vários repositórios no Cydia. Após obter a ferramenta, acesse a área ''Fontes do Cydia'', para poder resolver o problema, indo até a opção ''Editar e Adicionar''. Após isso, o usuário deve inserir a URL http://repo.ziph0n.com no campo que aparecerá ao usuário, para que seja possível encontrar outra ferramenta, o BrickingDate, para finalmente se livrar da possibilidade de ser ''vítima'' do erro do sistema.

Por Isis Genari

Correção do erro no iPhone

Foto: Divulgação


Empresa deve realizar modificações nos programas Apple Store Reuse e Recycle iPhone.

Uma notícia muito interessante em relação aos serviços oferecidos pela Apple Store está ganhando bastante força em todo o mundo. O grande motivo dessa expectativa é quanto ao possível lançamento de um serviço que permite com que as Apple Stores ofereçam um suporte para clientes com telas de iPhones quebradas, um problema bastante comum. Vale ressaltar que a notícia aqui destacada partiu do site 9To5Mac, um portal especializado em divulgar informações em relação a Apple. Confira mais detalhes na continuação desta matéria.

Segundo o portal 9To5Mac, as lojas especializadas da Apple passarão a oferecer programa de trocas de aparelhos com telas rachadas muito em breve. Outro detalhe interessante é que também haverá a inclusão de um serviço que oferecerá auxílio aos usuários que desejarem colocar películas em seus respectivos aparelhos.

É importante destacar, caso você não saiba, que a fabricante norte-americana já disponibiliza dois serviços especializados voltados aos iPhones: o Apple Store Reuse e o Recycle iPhone, sendo que tais serviços permitem com que os usuários possam trocar seus antigos aparelhos por novos iPhones. O detalhe mais importante é que tais serviços só disponibilizam a troca caso esses antigos aparelhos estejam em bom estado, ou seja, não devem apresentar um defeito aparente como, por exemplo, botões quebrados, tela rachada, câmera com mau funcionamento ou até mesmo sem funcionar.

Com isso, é esperado que nos próximos dias esses dois programas existentes passem por atualizações. Dessa forma, já seria possível que usuários portadores de aparelhos com defeitos em sua tela possam efetuar a troca em uma Apple Store. O principal objetivo deste novo serviço é, de fato, fazer com que usuários com aparelhos um pouco antigos efetuem a troca por novos aparelhos.

A expectativa é que a Apple passe a aceitar iPhone 5S, iPhone 6 e iPhone 6 Plus neste novo serviço, sendo assim, os usuários terão direito a créditos no valor de US$ 50, US$ 200 e US$ 250, respectivamente, por cada celular quebrado que o mesmo apresentar. Tais créditos podem ser utilizados na compra de um novo aparelho da Apple, dessa forma, funcionam como um bônus que pode ajudar bastante o cliente. Os preços e os detalhes do serviço são referentes ao mercado dos Estados Unidos, nada ainda foi confirmado no Brasil.

Por Bruno Henrique


Anatel homologou a venda dos novos iPhones 6s e 6s Plus no Brasil. Preços estarão em torno de R$ 3.999 e R$ 4.799.

A Anatel liberou a venda dos novos iPhones 6s e 6s Plus no Brasil. A decisão foi tomada na última sexta-feira, dia 9 de outubro de 2015. Os documentos foram homologados pela Anatel para que os iPhones fossem vendidos aqui no nosso País.

A espera pelos aparelhos era grande, afinal o grande público já estava ansioso para desfrutar dessa nova tecnologia. Assim, além da expectativa, uma nota bem interessante é o fato de todos os documentos citarem a Foxconn Brasil Indústria e Comércio Ltda de Jundiaí, São Paulo, como uma das fabricantes. Isso é interessante, pois indica que os aparelhos, os novos iPhones 6s e 6s Plus também serão fabricados em terras canarinhas, o que facilitará ainda mais o acesso e a compra desses produtos.  Assim, vale dizer, os brasileiros aguardam que Apple possa trazer preços mais em conta para nós, consumidores com vontade usar os dispositivos tão esperados.

Não há ainda nenhuma data de lançamento, mas a Apple está trabalhando para agilizar todo o processo. A homologação dos iPhones aconteceu no mês passado.

O iPhone 6s Plus terá o possível valor de R$ 3.999, enquanto que o novo iPhone 6s estará custando em torno de R$ 4.799. Os valores dos aparelhos podem ser influenciados por conta da importação de peças vindas da China.

Desde a homologação da bateria desses dispositivos, a chegada dos celulares é um dos assuntos mais comentados pelos fãs e amantes do mercado mundial e nacional de iPhones. Logo, mesmo com a informação de que os produtos ainda não possuem data certa para o lançamento, a questão é que isso está bem mais perto do que podemos imaginar.

Os aparelhos, naturalmente, serão de alta performance e tecnologia. Resta-nos aguardar o lançamento.

Por Madson Lima de Oliveira

iPhone 6s Plus

iPhone 6s

Fotos: Divulgação


Muitos consumidores e antenados nas novidades para iPhone já ouviram falar do “Jailbreak”, mas ainda não sabem como o processo funciona. O dispositivo serve para desbloquear vários recursos e está cada vez mais popular entre os usuários fãs dos gadgets da Apple.

Antes do começar como funciona o processo, vamos falar primeiro da tradução da palavra “Jailbreak”. Em uma tradução livre, significa “fugir da prisão”, o que representa uma forma de sair dos limites que as empresas impõem em seus dispositivos.

O processo é um jeito informal de acabar com as restrições dos gadgets. Criado por alguns hackers, o dispositivo funciona principalmente para as funcionalidades da Apple e seu sistema operacional móvel, o iOS. Mesmo assim, o Jailbreak vai além. Também funciona como um “desbloqueador” de outros aparelhos, como Playstation 4, da Sony, ou o Xbox One, da Microsoft, por exemplo.

O Jailbreak funciona como um desbloqueador e também como um facilitador para instalação de recursos extras para um dispositivo. O download é pode ser feito de softwares não autorizados ou pela liberação de funcionalidades bloqueadas. No sistema operacional da Apple, por exemplo, o usuário consegue utilizar seu aparelho sem limitações impostas pela fabricante.

O primeiro Jailbreak foi lançando em 2007 com o intuito de permitir o usuário a utilizar qualquer arquivo de áudio como toque de telefone, o que era bloqueado. O processo foi crescendo e se desenvolvendo, além de ganhar notoriedade entre os usuários. Hoje, quando uma nova versão de iOS é lançada, um Jailbreak é lançado logo após.

Para tentar banir esses procedimentos, as novas versões dos sistemas da Apple estão mais resistentes a essas modificações da configuração dos aparelhos. Com o iOS 7.1, por exemplo, os hackers só conseguiram fazer o desbloqueio no iPhone 4.

Como todo funcionamento de um sistema, o Jailbreak tem seus prós e contras. Os prós, como citado anteriormente, é a liberdade que o método proporciona ao usuário. Os contras têm relação com a proteção do aparelho. Ao mesmo tempo em que o usuário acaba com as limitações impostas pela empresa, os dispositivos ficam mais suscetíveis a códigos e aplicações maliciosas de terceiros. Além do risco de travamentos e falhas por causa da modificação do formato base do sistema.

Por Carolina Miranda

Jailbreak

Foto: Divulgação


Hoje em dia, como bem sabemos, há aparelhos de smartphone para todos os gostos e com as mais variadas funções. Mesmo assim, apesar de toda essa revolução digital da nossa era, o fato é que um recurso está sempre no topo da parada: se o dispositivo móvel é bom para quem gosta de jogos; é que o mercado de games está num “boom” crescente, de modo que o mundo da tecnologia tem de se reinventar a cada dia para agradar os clientes que, por sua vez, estão cada vez mais exigentes.

Então, para auxiliar os amantes de jogos, baseado em pesquisas sólidas do mercado, vamos mostrar quais são os melhores smartphones para jogar. Aproveite nossas dicas!    

Sony Xperia  Z Ultra: esse é um smartphone muito bom e bacana para quem quer curtir jogos.  Com display de display de 6,4 polegadas e resolução HD (1920 x 1080) e com (Qualcomm Snapdragon 600 quad-core de 1.9 GHz ou Exynos 5 octa-core de 1.6 GHz) e tela (5 polegadas), esse gadget tem muita qualidade e opções para os gamers.  Seja como for, como ele ainda não foi lançado no Brasil, iremos ficar devendo seu preço para uma próxima publicação;

– iPhone 5: seu ponto mais relevante é que esse aparelho vem com  uma centena de jogos, o que por si só já é uma excelente notícia para o público.  Sua bateria oferece 8 horas de autonomia. E, em relação ao seu valor, o fato é que seu preço gira em torno de R$ 2.300. seu sistema operacional é o IOS;

– Samsung Galaxy S4: Esse é um dos smartphones mais famosos do mundo, afinal é cheio dos mais variados recursos e novidades. Pois bem, focando nos jogos, o bacana desse aparelho é que ele tem um sistema que facilita na hora de baixar seus games favoritos. Custa R$ 2.100,00.

Essas são as melhores opções, cabendo ao leitor escolher.

Sony Xperia  Z Ultra

Sony Xperia  Z Ultra

Foto: Divulgação


Finalmente, o iPhone está disponível para a venda nas revendedoras e lojas da China Mobile.

A Apple passou anos tentando negociar de forma proveitosa para ambos os lados com a empresa de telefonia chinesa.

Como forma de gratidão, e demonstrando como a parceria entre as duas empresas era importante, Tim Cook, CEO da Apple, marcou presença no evento de lançamento da China Mobile. Tim Cook conheceu os novos consumidores, posou para fotos e inclusive autografou iPhones.

A operadora de telefonia chinesa tem cerca de 740 milhões de usuários, porém as empresas concorrentes China Unicom e China Telecom já tinham selado suas parcerias com a Apple desde o mês de setembro do ano passado, o que lhes garantia certa vantagem sobre a China Mobile.

Além disso, os contratos da China Mobile são mais caros e menos atrativos que os da China Unicom e China Telecom, porém mesmo assim, a Apple perderia uma fatia grande de usuários que preferem pagar um pouco a mais e obter sinal 4G na rede TD-LTE, que é mais estável e significativamente mais rápida do que a rede de ambas as concorrentes.

E realmente, a parceria parece ser incrivelmente proveitosa para a empresa americana. Ainda segundo Cook, a Apple vendeu mais iPhones na região da China continental do que qualquer período anterior.

Além dos benefícios citados anteriormente, a China Mobile levará o iPhone a cidades onde ele não estava disponível para a venda. Com o novo contrato entre a operadora e a Apple, o iPhone agora será vendido em mais 3 mil cidades chinesas.

Cook disse ainda que não se preocupa com dispositivos Android de baixo custo, afirmando que 57% dos dispositivos que acessam a internet da China usam iOS.

Mesmo que Cook não queira admitir, a Apple está juntando suas forças para combater o Android, que corresponde a 66% do mercado chinês.

Este foi definitivamente um passo estratégico para um domínio territorial ainda maior da Apple e seu smartphone high-end.

Por Júnior Beluzzo

iPhones nas lojas da China Mobile

Foto: Divulgação


Quando pensamos em um celular que reúne um design alegre, bonito e que desperta uma vontade de adquirir o mais rápido o nome que vem à cabeça é o iPhone 5C.

Esse aparelho, em um primeiro instante, faz com que apareça uma dúvida logo quando o vê pela primeira vez. Qual dos 5 modelos devo escolher? O aparelho possui 5 cores distintas que são: verde, azul, amarelo, rosa e branco, em uma moldura de aço que faz com que a estrutura fique bem mais reforçada.

Passando o estágio da escolha de qual o melhor aparelho surgem também várias dúvidas. Devo comprar uma capa ou não devo comprar? Posso escolher mais de um modelo?  São 6 modelos diferentes nas cores verde, azul, amarelo, rosa, branco e preto que fazem o aparelho ficar bem mais protegido, além de provocar 30 combinações diferentes no caso de escolher mais de um modelo de capa para o seu aparelho.

Agora que já temos informações sobre a aparência externa do aparelho e devemos também explorar os seus recursos internos e um deles é que o aparelho conta com o sistema operacional iOS 7, que continua sendo um dos mais avançados do mundo.

O aparelho também apresenta o Chip A6 que faz com que a bateria dure um tempo maior, ou seja, são 10 horas para navegar, conversar ou reproduzir um vídeo com a máxima perfeição e alta velocidade.

O Wireless tornou-se também ultrarrápido, pois aumentou o número de operadoras no mundo compatíveis com o iPhone e outra coisa que deve ser considerada é que  ele suporta também mais redes.

A câmera iSight de 8MP torna as suas fotos bem mais nítidas, sofisticadas e com uma qualidade que faz com que as cenas fiquem bem mais interativas, principalmente com a sua câmera de 5 elementos e os seus recursos para montar fotos panorâmicas.

A FaceTime HD também é uma câmera que ajuda a aumentar a sensibilidade durante condições onde existe pouca luminosidade.

Para obter mais informações acesse o endereço eletrônico www.apple.com onde constam mais detalhes sobre esse aparelho e se apaixone por essa tecnologia que a cada dia que passa fica mais indispensável.

Por Fernanda de Godoi

iPhone 5C

Foto: Divulgação


Visual Apple, software Google. Será que essa combinação daria certo, tanto em funcionamento quanto no mercado?

Ao que parece, para os japoneses isso é plenamente possível. Trata-se de um clone do novo iPhone 5c, fabricado no Japão, mas programado para rodar o sistema operacional da Google, o Android 4.2. O clone copia desde a carcaça de plástico, presente no modelo original, até a distribuição dos aparelhos nos layouts de materiais promocionais que ilustram a referida cópia.

A exemplo do modelo da Apple, o ioPhone 5, como é chamado, também apresenta dois botões laterais, com funções de volume e toque.

Pelo que é exibido nos materiais promocionais liberados pelo fabricante, o único detalhe que visualmente deixa a desejar frente ao smartphone da marca da maçã é justamente a maçã. O logotipo em nada se lembra com o original, o que talvez até possa ser uma alternativa para que não haja nenhum tipo de processo contra plágio por parte da empresa americana. O que não se sabe é se essa tentativa irá de fato funcionar, pois o modelo é idêntico.

No entanto, nós, ocidentais, se quisermos ter acesso ao tal do ioPhone 5 teremos que fazer a compra lá na terra do sol nascente. Sim, o modelo japonês será vendido apenas no oriente, não tendo nenhuma previsão de expansão para o mercado ocidental.

O modelo conta com tela de 4 polegadas, igual à do iPhone 5c, todavia com uma resolução bastante inferior à do modelo americano, 854 x 480 pixels, um processador Dual Core MTK6572, memória RAM de 512 MB, além de 4 GB de capacidade de armazenamento.

O preço para as vendas do aparelho no Japão será equivalente a R$ 350,00, ou seja, bem inferior ao preço do smartphone original, claro.

Vale a pena conferir o andamento do modelo a título de curiosidade, afinal, vai que um dia teremos acesso a um aparelho de boa aparência e por um preço tão popular?

Por Mikhael Costa

cópia do iPhone 5c

Foto: Divulgação


Os brasileiros ansiosos pela estreia dos novos iPhones (5S e 5C) no Brasil terão que esperar um pouco mais. Após a confirmação da Anatel, que já homologou os aparelhos, sinal de que as vendas já estariam aprovadas e das notícias que correram em relação à localização da fábrica em Jundiaí e também da frequência das novidades, o público brasileiro ficará para trás no início das vendas. A informação é do Techcrunch e da Reuters. 

Vários outros países já tiveram a venda aprovada e confirmada para o final do mês e início do mês que vem, mas ainda não há uma confirmação das lojas aqui no Brasil. Uma lista foi divulgada com os países e suas datas de lançamento. Veja abaixo:

iPhone 5S

Foto: Divulgação

25 de outubro: Áustria, Bélgica, Bulgária, Croácia, República Checa, Dinamarca, Estônia, Finlândia, Antilhas Francesas, Grécia, Hungria , Irlanda, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Macau, Malta, Países Baixos, Nova Zelândia, Noruega, Polônia, Portugal, Ilhas Reunião, Romênia, Rússia, Eslováquia, Eslovênia, Coreia do Sul, Espanha, Suécia, Suíça, Taiwan e Tailândia;

1º de novembro : Albânia, Armênia, Bahrein, Colômbia, Ilha de Guam, El Salvador, Guatemala, Índia, Macedônia, Malásia, México, Moldávia, Montenegro, Arábia Saudita, Turquia e Emirados Árabes Unidos.

E no Brasil, quando será? Os apaixonados pela tecnologia Apple esperam ansiosamente a inclusão do Brasil no calendário de vendas.

Por Jaime Pargan


No mundo da tecnologia, o tamanho é sim documento e pode ser a diferença entre o sucesso e o fracasso nas vendas. Desde o lançamento do primeiro smartphone, várias empresas têm se mostrado inclinadas a produzir aparelhos cada vez maiores.

Atualmente a distinção entre um tablet e um smartphone já é praticamente inexistente graças aos chamados phablets, dispositivos híbridos que misturam a função dos dois aparelhos.

iPhone

Foto: Divulgação

O mercado de dispositivos grandes deve ficar ainda mais aquecido com a chegada do próximo iPhone, que deve possuir uma tela de, aproximadamente, 5,7 polegadas. Embora sejam, por enquanto, apenas rumores, o analista David Hsieh garante que realizou pesquisas de mercado para a sua empresa e, em conversas com fornecedores de peças, chegou à conclusão que a próxima geração pode ser ainda maior, gerando uma concorrência direta com seu principal rival, o Galaxy Note 3.

Por enquanto a Apple mantém silêncio sobre qualquer aspecto de seu próximo smartphone. Isso já é bem esperado, já que qualquer anúncio oficial poderia ser um “tiro no pé” já que as vendas do iPhone 5S estão indo muito bem e a revelação de detalhes agora poderia levar os consumidores a esperarem pela nova geração. Enquanto isso, só nos resta aguardar por mais detalhes de analistas sobre as próximas gerações do top de linha da Apple.

Por Ebenézer Carvalho


No próximo mês a Gradiente lança seu Iphone e traz inicialmente o modelo C600. O aparelho vem atualizado como Android Jelly Bean ou 4.2.2 e terá tela de 5 polegadas com alta resolução. O valor aproximado de lançamento será de 1.200 reais (metade do seu principal concorrente a tual).

A câmera localizada na região traseira do aparelho tem a resolução de 13 Megapixels e da parte frontal 2 MP.  O modelo será o mais competitivo com o Iphone da Aplle e para que não ocorra o equívoco a fabricante pretende investir pesado no marketing em uma extensa campanha informativa.

A intenção também é ficar no topo e permanecer no nível de concorrência da famosa americana. O novo lançamento da Gradiente vem com suporte de entrada para dois chips, memória interna de 8 giga (podendo expandir se até 40) e velocidade Dual Core 1.4 GHz..

Enquanto aguardamos o comentado lançamento a briga na justiça pela marca Iphone continua, já que no ano 2000 a Gradiente havia registrado o Iphone junto ao INPI Federal (Órgão que garante por 10 anos o uso exclusivo da marca).

Como a Apple é considerada marca de renome e lançou o seu Iphone em 2007, fica difícil não pensar em Apple sem lembrar  dessa simples palavra que dá nome ao novo smartfone da Gradiente. Visando o bolso e a satisfação do consumidor, o que mais importa é se o aparelho realmente atenderá as suas expectativas e se a praticidade irá fazer jus ao custo- benefício.  

Por Luciana Ávila


Vez ou outra já nos encontramos numa situação de ficar em espera do outro lado da linha, enquanto a pessoa com quem queremos falar está com seu telefone ocupado. Ou até mesmo fomos vitimas daquele toque desagradável e urgente dos telefones ocupados sem o serviço de espera.

Foi pensando nisso que a Apple desenvolveu um novo sistema que permite que o usuário verifique o status de um outro iPhone antes de realizar a chamada. A invenção ainda é nova, e só foi divulgada há uma semana pelo Patent and Trademark Office EUA.

Em essência, o funcionamento parece ser parecido com o sistema de troca de mensagens de texto já conhecidos em tantos programas de computador e aplicativos de celular, em que o usuário "posta" seu status e o exibe para seus contados, de forma que eles saibam se podem ou não se conectar com ele. Com o telefone será da mesma forma. Cada usuário envia informações de seu aparelho para os servidores da Apple, e o outro usuário, antes de realizar a chamada, poderá ver as condições do aparelho da outra pessoa, como por exemplo: bateria, em chamada, modo avião, zona com ausência de sinal e outras coisas mais.

Certamente ainda virão mais notícias e explicações mais conclusivas em breve. Portanto, resta-nos aguardar.

Por Fábio G. Santos


A IDC – International Data Corporation – divulgou recentemente um novo levantamento em termos de mercado para a área de mobile.

De acordo com as informações registradas pela empresa a plataforma Android registrou um considerável aumento em sua participação no mercado mundial levando em consideração o segundo trimestre de 2013 que foi o  período de tempo analisado. Em contrapartida o iPhone da Apple registrou uma sensível queda.

Para entender o crescimento em números o Android agora ocupa uma parcela de 79,3%. No mesmo período do ano passado  esses números eram de 69%. Já o iPhone registrou uma queda de 16% para 13,2%. Esses números são completamente justificáveis quando observamos que nos últimos três meses, isso segundo informações da IDC, foram distribuídos ao redor do mundo cerca de 187 milhões de aparelhos Android. O iPhone nesse mesmo tempo teve um distribuição de apenas 31,2 milhões de unidades.

Em uma nota oficial divulgada o chefe da equipe responsável pela pesquisa no setor móvel da IDC, Ramón Llamas, disse que a redução de mercado sofrida pelo iPhone se deu principalmente devido ao ciclo de lançamentos adotado pela empresa. Não é preciso nem lembrar que praticamente não houve nada novo depois do iPhone 5.

Por Denisson Soares


De acordo com o Wall Street Journal da última terça-feira, 2 de abril, a Apple começará a produzir a nova geração do iPhone até junho deste ano.

De acordo com a publicação do jornal a nova versão do smartphone da Maçã terá um design bem parecido com o do atual iPhone 5, mesmo formato e tamanho, e será lançado até setembro. Alguns analistas acreditam que a novidade desta versão é que ela contará com mais opções de cores, assim como aconteceu com a quinta geração do iPod Touch.

Ainda que o novo iPhone mantenha algumas das características do iPhone 5, ele deverá trazer um processador ainda mais rápido e uma câmera melhorada. O novo processador já foi batizado de A7, devido à geração atual que é chamada de A6. As informações é que a nova câmera terá 13 megapixels e seu sensor será fornecido pela Sony.

De acordo com o jornal, o novo iPhone terá tela de 4 polegadas, assim como acontece com a versão atual, mas sua carcaça será produzida com um material diferente.

A publicação ainda fala sobre o lançamento de um novo iPhone mais barato que também poderá ser anunciado no segundo semestre deste ano.

Por Felipe Santos Bonfim


Depois de muitos rumores acerca do lançamento do novo smartphone da Apple estar marcado para julho ou agosto, um novo boato surgiu dizendo que o gadget já está sendo produzido.

Mesmo sem nenhuma confirmação da Maçã, diversos sites estão divulgando que o novo iPhone 5S já está sendo produzido no território asiático – isso, segundo fontes do site Macotakara.

Além disso, parece que a linha de produção do novo smartphone é exatamente a mesma do iPhone 5 e sua produção parcial acontece nas unidades da Foxconn. E também, pode ser que a NTT Docomo, uma das maiores operadoras de telefonia do Japão (que ainda não vende o smartphone da Apple), está reduzindo a quantidade encomendada de smartphones com Android para começar a vender o iPhone 5S.

Com relação às características do novo iPhone, os rumores apontam que ele terá processador A7, câmera com maior quantidade de megapixels, Smart Flash e tecnologia de identificação de impressão digital. Já quanto ao design, ele deve ser o mesmo do iPhone 5, tal qual o 3GS e o 3G, e o 4S com o 4.

Vale lembrar que outros boatos apontam o lançamento de um iPhone 5S e de um iPhone 6, ambos durante este ano.

 

Por Guilherme Marcon


A época em que capas (skins e cases) de celulares e smartphones serviam apenas para deixar os aparelhos mais atrativos está para acabar. É o que propõe a empresa ACA que anunciou um projeto audacioso: transformar o iPhone em uma câmera infantil.

O projeto, ainda em fase de testes, consiste em uma capa de borracha que é incluída no smartphone com uma lente funcional que altera o macro da foto: para disparar em objetos próximos ou deixar o foco distante, para fotos como pôr do sol ou amanhecer. A diferença está no aplicativo que é distribuído junto com a capa de câmera, um editor de imagens dos mais potentes que auxiliará as crianças a tirarem fotos com qualidade para serem postadas em redes sociais.

Ao todo, serão 4 cores diferentes (branco, preto, rosa e azul) que serão desenvolvidas. Contudo, o projeto ainda está em fase de testes e demonstração ao público, onde procura patrocinadores para arcar com os custos da produção: cerca de US$ 85.000.

O projeto pode ser encontrado e avaliado no site KickStarter, onde também é possível doar valores através do cartão de crédito para o desenvolvimento do projeto.

Por Diego Piovesan


Os usuários que sempre quiseram uma câmera mais potente para o iPhone se alegrarão com o lançamento do novo acessório do músico Will.I.Am.

O dispositivo se chama i.am+ e transforma o smartphone da Apple em uma câmera com resolução de 14 megapixels. O i.am+ é parecido com um case, porém um pouco mais elaborado, assemelhando-se a uma câmera, contando com uma lente que amplifica a qualidade das imagens fotografadas pelo iPhone.

São quatro modelos do case lançado pelo músico do Black Eyed Peas, que levam os nomes de C4, V4, C5 e V5, sendo que cada número indica para qual modelo ele foi feito, o iPhone 4 (ou 4S) e o iPhone 5. Já as letras correspondem aos modelos discretos e “modernos”, com a letra C, e aos modelos vintage, com a letra V, que contam com uma lente em tamanho maior.

Não há detalhes sobre como o acessório funciona exatamente, mas a promessa é de maior qualidade de fotos e um flash mais potente. O produto chegará às lojas da Europa pelo preço que fica entre 200 e 300 libras esterlinas (mais ou menos entre R$ 650 e R$ 1.000). O lançamento oficial acontecerá no dia 6 de dezembro, apenas para o iPhone 4 e o iPhone 4S – o lançamento para iPhone 5 ainda não foi anunciado.

Por Guilherme Marcon


A empresa de pesquisas de mercado Kantar Worldpanel Com Tech, KWP, divulgou recentemente informações interessantes a respeito da situação do iPhone em terras brasileiras.

De acordo com o que foi divulgado, o iPhone perde,  e muito, em participação de mercado. Para se ter ideia da situação, a sua participação é inferior até mesmo ao Bada, que para quem não conhece, é o sistema operacional utilizado nos smartphones de baixo custo da Samsumg.

Apesar do iPhone ainda ser o mais falado entre os smartphones e também o mais desejado por muita gente, de acordo com estudo, isso não foi o bastante. A Apple, apesar disso, caiu em participação no mercado nacional este ano. Em poucas palavras isso quer dizer que o Android teve um processo de crescimento bem mais rápido que o iPhone. O Android, em relação aos principais sistemas operacionais móveis utilizados atualmente, foi o que ganhou ainda mais participação.

Em termos comparativos o iPhone ficava na sexta posição em relação a plataformas de smartphones. No ano passado tinha apenas 1% do mercado nacional. Já o Android ocupava 25%.  Em 2012, cresceu rapidamente e domina agora 56,7% do mercado.

Isso até que é justificável, ainda mais quando levamos em consideração que no mercado existem poucos modelos do iPhone disponibilizados aos consumidores. E isso sem falar do preço, que está a partir de R$ 1.400,00.

Por Denisson Soares


Mark Zuckerberg, CEO do Facebook e criador da rede social mais acessada no mundo, assumiu na última terça-feira (dia 11 de setembro) que tecnologia HTML5 foi um dos erros da empresa, justamente quando decidiu usá-la em aplicativos de celulares mais avançados, como os smartphones com sistema Android. Ele disse ainda que essa decisão fez o Facebook perder dois anos de avanços possíveis.

O HMTL5 é a versão avançada da linguagem HTML, usada para a formulação de páginas na internet. Com ela, é possível desenvolver webpages de modo mais rápido e compatível com diversos browsers de celulares. Uma das desvantagens mais penosas do uso dessa tecnologia para os móveis é que eles não permitem acessar todos os recursos do sistema operacional do aparelho.

A dificuldade maior está no fato de que só podem aproveitar os recursos totais dos aparelhos aplicativos nativos, ou seja, aqueles elaborados para as ferramentas de cada sistema. E, dessa forma, os aplicativos nativos costumam proporcionar uma experiência diferenciada e de melhor uso do que aqueles elaborados com HTML5.

Zuckerberg garante que o Facebook apostará mais em aplicativos nativos, tanto nos Androids quanto nos iPhones.

Fonte: IG

Por Tadeu Goulart


Os donos de iPhone sempre têm o receio de serem roubados e perderem seu aparelho que tem um preço elevado no mercado. Por isso, foi desenvolvido o Yellow Jacket, que vem com a promessa de proteger não só o iPhone, mas também o seu dono.

O novo case é capaz de proteger o smartphone de quedas e danos graves. Além disso, o acessório possui uma poderosa arma de autodefesa com 650.000 volts de potência, para ser utilizada em caso de assaltos. O projeto ainda não está à venda, mas sua proposta pode ser conferida no vídeo promocional criado pelos dois fundadores da Yellow Jacket.

A ideia é que o case seja colocado no mercado o quanto antes, pois muitas pessoas ficam traumatizadas devido a assaltos, principalmente quando roubam seus celulares inteligentes, como o iPhone, que é um dos principais alvos dos assaltantes.

Para o lançamento do case, os fundadores estão arrecadando fundos no site Indie Gogo, que é similar ao Kickstarter. O preço estimado de venda é de US$ 85 quando tiver sido lançado, porém os responsáveis pelo projeto precisam arrecadar US$ 100 mil para concluir o dispositivo.

Por Guilherme Marcon


O Sparrow recebeu, há pouco tempo, uma nova atualização de software que transformou o aplicativo na melhor ferramenta de e-mail para o iPhone, para a maior parte dos usuários. Após um mês do lançamento da versão 1.1 na loja oficial da Apple, foi lançada a nova versão do programa, a 1.2, que traz mudanças bastante interessantes, sugeridas pelos próprios clientes.

A antiga versão apresentava dois bugs que foram corrigidos nesta atualização, como por exemplo, a exibição de imagens dos contatos. Mas a possibilidade de escrever as mensagens na horizontal, que leva o nome de Landscape mode, é a principal novidade da atualização. Além disso, a nova versão do programa ainda é capaz de criar marcadores para os e-mails e permite que o usuário mude as mensagens de uma pasta para outra com apenas um passar de dedo na tela do iPhone.

O Sparrow ainda ganhou oito idiomas novos além do inglês e, segundo o responsável pela equipe de desenvolvimento do aplicativo, Dom Leca, haverá outros updates em breve, nos quais serão incluídos alguns outros pedidos dos usuários, como a adição de notificações por push. Além disso, Dom Leca também afirmou que mais de 16 mil pessoas ajudam no desenvolvimento do programa, seja executando as alterações ou apenas sugerindo-as.

Por Guilherme Marcon


A rede social Twitter anunciou, nessa semana, que disponibilizou uma atualização do seu aplicativo para iPhone e para o Android. A nova versão possui uma opção chamada de “Atividade”, que exibe quais tweets foram favoritados ou retuitados pelas pessoas que são seguidas pelo usuário.

No post feito no blog oficial, a empresa também informou que agora será possível selecionar qualquer história com “a ponta do dedo” e ver todos os tweets que foram feitos sobre esse assunto, ou então sobre uma notícia específica.

Além disso, a ferramenta de busca do aplicativo foi melhorada e redesenhada. Com isso, ela ficou mais simples e inteligente, pois possui correção ortográfica, sugestão de termos e indicação de palavras relacionadas. E também, a opção de “busca de pessoas” foi personalizada para oferecer a opção de autocompletar tanto para o primeiro nome quanto para os demais.

Ainda, a nova versão do aplicativo para smartphones possui uma opção de notificações, que alerta o usuário quando alguma pessoa retuitou ou favoritou uma mensagem dele.

A atualização do Twitter já está disponível para usuários de Android e iPhone, e pode ser adquirida através do próprio smartphone ou nas lojas de aplicativos dos respectivos sistemas operacionais.

Por Guilherme Marcon


Atualmente encontramos diversos tipos de aplicativos para smartphones, que são capazes de ajudar no dia a dia do usuário e cada vez ficam mais modernos. Para quem possui iPhone, há uma enorme variedade de aplicativos, pois a grande maioria deles é lançada primeiramente para a plataforma iOS.

Para quem gosta de redes sociais, a lista deste tipo de ferramenta é grande. Sendo assim, é interessante sabermos quais são os melhores aplicativos sociais para o iPhone.

Um deles é o Whatsapp, que permite mandar e receber mensagens de graça entre os usuários que possuem o programa instalado, através de uma conexão 3G e Wi-Fi. O Whatsapp foi lançado com o intuito de troca de mensagens gratuitamente, mas com o tempo ganhou outras ferramentas.

Outro app é o Skype, tal qual o programa utilizado em computadores, que serve para conversar através de escrita e por chamadas de voz. Além disso, o usuário pode realizar outras atividades no smartphone enquanto conversa.

Ainda, existe o Tweetdeck e, com ele, o usuário pode fazer e ler publicações no Twitter, e, além disso, a ferramenta permite que a pessoa visualize todas as mensagens que já escreveu no serviço.

Já o GetGlue funciona mais ou menos como o Foursquare, mas a diferença é que o usuário faz checkin em filmes, livros, seriados tópicos entre outras atividades culturais. O aplicativo ainda permite fazer publicações e se conectar com os amigos do Facebook e Twitter.

É claro que existem outros aplicativos para redes sociais, mas sempre há alguns que se destacam, como os citados anteriormente. Para quem gosta, é interessante fazer o teste e ver por si mesmo o que os apps podem proporcionar.

Por Guilherme Marcon


Um dos mais importantes portais de notícias que é voltado para os fanáticos por videogames ganhou um novo aplicativo para iPhone e também para iPad.

O nome do aplicativo que já pode ser encontrado na APP Store é o App GameLib, e segundo as informações que o site divulgou para a imprensa, existe também uma versão para o Android que pode ser baixado pelo Google Play. O aplicativo é indicado para que as pessoas acompanhem as principais notícias publicadas no site em tempo real, onde quer que estejam.

O objetivo principal do aplicativo é ser mais uma alternativa de fonte de notícias para pessoas que consomem este tipo de tecnologia, principalmente games, voltado especialmente quem acompanha as atualizações diárias do site na internet.

O aplicativo ganhou um visual muito bonito e simples, sendo muito fácil buscar pelas principais notícias e também encontrar notícias por categorias.

Ele também disponibiliza algumas outras funções, como a possibilidade de baixar as músicas que fazem parte da trilha sonora de determinado jogo.


Existe uma plataforma que ajuda os usuários a encontrarem os aplicativos que eles estão buscando, de forma rápida e simples. Esse site acaba deixando a busca muito mais apropriada do que quando se faz a mesma busca no site da loja de apps da gigante Apple.

O site se chama Chomp e recentemente foram divulgadas informações, através do site TechCrunch, que a própria Apple teria comprado o site, este que, além de fazer as buscas, ajuda os usuários de Android e iPhone a encontrarem novos aplicativos e apps potencialmente interessantes.

Apesar de a App Store da Apple possuir cerca de 25 milhões de downloads, a aquisição dessa plataforma Chomp veio para auxiliar a loja em sua maior fragilidade: ajudar os usuários a encontrar apps interessantes e novos, desde criações pequenas até as famosas.

Mas não é só por isso o interesse da Apple, ao que parece – e foi informado via TechCrunch – a equipe da área de tecnologia da Chomp será aproveitada e conduzida a reestruturar o sistema de busca da loja de aplicativos da Apple – além de reformular a área de recomendação de aplicativos, é claro!

Vamos ver, futuramente, qual será o resultado dessa compra no site da App Store. O tempo que vai demorar não se sabe dizer, mas com certeza será muito em breve.

Por Guilherme Marcon


A Philips lançou uma nova opção para carregar iPhones. O Philips DLP7210B é um dispositivo que recarrega a bateria do celular pelo método de indução, isto é, não utiliza nenhum cabo para isso. Basta colocar seu aparelho sobre a base, e em 3 horas ele está completamente recarregado.

A vantagem desse dispositivo é a praticidade. Você pode colocar seu celular para carregar em qualquer lugar sem se preocupar em procurar tomadas, fios, etc. A tecnologia utilizada é chamada e Qi e foi criada pela Wireless Power Consortium, um grupo de fabricantes que desenvolveu um padrão de recarga sem fio de 5W de potência.

A tendência é que no futuro não apenas celulares utilizem a recarga por indução. Tablets, notebooks, netbooks e outros gadgets que utilizam bateria recarregável poderão usufruir de um futuro sem cabos e tomadas.

Por enquanto o dispositivo só está disponível para iPhone. A Philips anunciou que o produto estará no mercado europeu ainda em março deste ano. O preço sugerido é de 99 euros.

Só nos resta esperar e torcer para que essa tecnologia não demore a chegar no Brasil.

Por Paula Tavares

Fonte: Gizmologia


Foi anunciada na Apple Online Store Brasil uma ótima novidade para os interessados em seus produtos: a venda online de iPhones na própria loja.

Até então, os aparelhos eram comercializados no Brasil apenas nas lojas das operadoras nacionais Claro, Oi, Vivo ou TIM. A principal reclamação dos usuários era com relação à demorada e falha assistência técnica, já que as próprias operadoras eram as responsáveis pela garantia do produto.

Esta é a grande vantagem da venda de iPhones na Apple Online Store Brasil, pois o aparelho será adquirido desbloqueado. Assim, o usuário poderá optar pela operadora de sua preferência e ainda poderá mudar de operadora a qualquer momento.

Além disso, já que a Apple oficial passa a comercializar o iPhone diretamente no Brasil, torna-se de sua responsabilidade a assistência técnica.

Teremos disponíveis na loja não apenas os novos iPhones 4S, mas também o iPhone 4 de 8GB e o iPhone 3GS de 8GB.

Quanto às opções de operadoras, contratação de serviços e dúvidas sobre os recursos do iPhone, o site da Apple disponibiliza o “Fale Conosco” através do telefone 0800-761-0867 ou através de um chat online.

Por Máximo Santana


Os recursos atuais disponíveis em celulares, smartphones e tablets ultrapassam a barreira da imaginação. Quando um consumidor crê na ideia de que tem em suas mãos a maior novidade do mercado, eis que pouco tempo depois as empresas lançam novos aparelhos com recursos a perder de vista.

A conectividade Bluetooth é indispensável, tanto que já equipa veículos automotores e lojas de departamento. Basta o consumidor acionar o sistema para receber informações, trocar figurinhas com seus amigos e familiares e conversar com o próximo pelos alto-falantes de carros e outros equipamentos da área de informática. Entretanto, a Apple não liberou o recurso no iOS do iPhone.

Os que querem muito ter o dispositivo acionado ao iPhone, iPad e iTouch podem recorrer a um pequeno aplicativo batizado de Celeste. O único empecilho é que esse software só pode ser instalado após os aparelhos terem sofrido jailbreak, que em curtas palavras significa liberar o produto, destravá-lo.

Caso isso não seja qualquer problema para o usuário, a loja da Cydia oferece o “desbloqueio” de Bluetooth por US$ 7,99 (cerca de R$ 13,30). A transferência, ao que tudo indica, parece ser bem simples.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: iTouchBR


Como parte de uma campanha que tem como objetivo fornecer aos usuários informações precisas sobre tudo que envolva o sistema aeroportuário, a Infraero lançou o Infraero Voos Online.

Trata-se de um aplicativo para iPhone que é capaz de dar informações sobre voos em todo o país, tais como horários de chegada e partida de aviões, dicas, clima, portões de embarque e desembarque, ou até mesmo contabilizar a duração de uma viagem. O software foi desenvolvido pela empresa AgenciaClick e está disponível também para iPod e iPad que rodem iOS 3.0 ou superior.

O Infraero Voos Online pode ser baixado gratuitamente na loja de aplicativos da App Store. Sem dúvida, os usuários dos dispositivos da Apple terão agora um novo motivo para não desgrudar do aparelho enquanto esperam o voo.

Por Alberto Vicente


Um aplicativo para iPhone desenvolvido para ajudar católicos no sacramento da confissão tem atraído críticas de autoridades do Vaticado.

O porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, descartou qualquer noção de que os católicos podem usar o aplicativo “Confession: A Roman Catholic app” para substituir completamente a confissão real. “Não se pode falar de qualquer forma de confissão via iPhone”, diz um comunicado do porta-voz.

O aplicativo seria, na verdade, um guia para a confissão. Segundo a iApps Little, empresa que desenvolveu o aplicativo, ele “convida os católicos a se preparar para a oração e participar do Rito da Penitência”, disse a companhia em um comunicado à imprensa.

O aplicativo foi endossado por um Bispo do Texas e foi desenvolvido com ajuda de duas autoridades da Igreja Americana.

Por A. Garcia 

Fonte: Switched


A Serasa Experian anunciou o lançamento de um aplicativo que permite aos donos de iPhone, iPad e iPod Touch conferirem os indicadores econômicos e pesquisas divulgados pela instituição.

Além do aplicativo estar disposto na loja App Store, é possível acessar as informações pelo endereço eletrônico www.serasaexperian.com.br/mobile. Ao final do ano, a Serasa pretende estender a ferramenta às plataformas BlackBerry, Android e Windows Mobile.

De acordo com Ricardo Loureiro, presidente da Serasa Experian e Experian da América Latina, a ação visa interligar os dados da empresa com as novas tecnologias e mídias, uma vez que o atendimento prestado pela entidade visa sempre melhorar o relacionamento com os usuários. O interessado que fizer uso do sistema terá acesso a 16 indicadores econômicos.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Realmente a aposta da Apple deu certo. A operadora Verizon, que atua no mercado americano de comunicação, conseguiu atingir recordes em vendas do iPhone, superando inclusive o número de vendas do último lançamento. No dia oficial de estreia do aparelho, que aconteceu no dia 3 de fevereiro, em cerca de duas horas as vendas online do iPhone da Verizon foram finalizadas.

A operadora entrou recentemente em parceria com a Apple, lançando a versão iPhone para a Verizon, já que antes havia iPhones disponíveis apenas para a operadora AT&T.

Em entrevista ao jornal Reuters, o analista Mike McCormack informou que a Verizon é capaz de comercializar um número elevado de iPhones ainda em 2011, podendo atingir mais de 12 milhões em vendas.

Por Andrea Gomes


O OneNote sempre apareceu como um aplicativo do Micrisoft Office muito útil, pois o usuário poderia fazer algumas anotações com um pouco mais de liberdade. Uma ferramenta que agradaria universitários e estudantes de cursinhos, os quais sempre tem muitas coisas para serem anotadas.

Porém, a ferramenta não teve um grande sucesso, ficando em segundo plano e dando o lugar ao sol para o sempre famoso Word, também do Office. Pensando em mudar um pouco as coisas, a Microsoft já liberou na Itunes Store americana, o aplicativo OneNote para o aparelho iPhone.

Para a versão móvel, não se vê uma distinção muito grande do que a do PC, apenas as coisas são mais simplificadas. Porém a essência dos cadernos, cores, entre outras coisas, é a mesma.

Encontram-se disponíveis as versões para o IOS e também para Windows Phone 7. Segundo relatos, a versão para este último é a que mais agrada.

Por Oscar Ariel


Para quem adquiriu um Smartphone e ainda não sabe bem como utilizá-lo, a boa notícia é saber que existem diversos aplicativos que são essenciais para os usuários de Android e iPhone.

Para quem tem medo de perder seu iPhone, deve adquirir o aplicativo Find my IPhone. O programa conta com um mapa para localizar seu aparelho: Documents to Go, útil para editar planilhas e visualizações de apresentações do Power Point, pode ser utilizado também em BlackBerry e Nokia.

Para quem precisa utilizar os serviços de mensageiros, o Meebo agrega vários serviços de mensagens instantâneas. Aceita Yahoo Messenger, GTalk, ICQ e Windows Live Messenger. Há outros para edição de imagens, redes sociais, leituras de livros e etc.

Uma infinidade de aplicativos que você deve ter para incrementar e tornar mais interessante o seu celular inteligente você encontra no site da APPBRAIN.

Por Monique Mota


O iPhone representa o mais recente campeão em vendas, quando o assunto em questão são os celulares, porém apesar de suas inúmeras funcionalidades a bateria é consumida rapidamente, assim como os demais aparelhos.

Pensando nisso criou-se o carregador solar de iPhone, leve, pequeno, portátil, e extremamente pratico, ele pode ser utilizado em qualquer ambiente, principalmente ao ar livre. Basta conecta-lo ao aparelho e expor o carregador ao sol por no mínimo duas horas e a carga estará completa novamente.

Excelentes para momentos de emergência, esse carregador permite maior tranquilidade aos usuários que necessitam se comunicar por muito tempo. Seu preço comercial é altamente acessível, mas vale lembrar que para usa-lo é necessária a exposição solar.

Soluções limpas e econômicas é o futuro da nossa tecnologia.

Por Milena Evelyn


Bom, quem tem Iphone não quer outro tipo de celular nesta vida. É de conhecimento público que quem possui Iphone até pode reclamar de um ou outro probleminha (constante) que ele possa vir a ter, como dificuldade ao fazer ligações ou falta de sinal por não possuir uma capa protetora, mas afinal quem se importa com esses pequenos detalhes, afinal, é um Iphone.

E se ainda procura adequar-se a alguns empecilhos a sua própria tecnologia por outro lado parece estar anos luz na frente da concorrência. Um bom exemplo do que eu falei é o último aplicativo descoberto para o smartphone da Apple; o Iphone agora realiza transação eletrônica como se fosse um token do Bradesco. Ou seja, o Iphone funciona como uma porta que possui uma senha secundária para ser utilizada em segunda instância, como uma segurança.

Para utilizar esse serviço é necessário baixar o download na App Store. O download é gratuito e o serviço pode ser utilizado, além do Iphone, também para outros aparelhos na Apple como Ipod e Ipad.

Agora aquela velha história de pagamento de conta pelo celular não é mais história ou lenda urbana, é uma realidade! 

Por Teresa Almeida


O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg anunciou as novidades para seus aplicativos destinado aos smartphones e celulares. E quem esperava que a empresa lançasse seu primeiro smartphone, caiu do cavalo. Outra aposta furada foi a de que o Facebook lançaria um aplicativo feito especialmente para o iPad. Indagado sobre isso, Zuckerberg afirmou que o seu foco são os smartphones e celulares, e que o iPad é um computador.

Uma das novidades nos aplicativos para celulares do Facebook está a possibilidade de fazer o login uma única vez, sem a necessidade de ter de digitar a senha nos minúsculos teclados dos celulares toda vez que um site pede permissão para acessar os serviços da rede social. Esse recursos chama-se Single Sign-on.

Outra novidade é o aperfeiçoamento do serviço Places para iPhone e achegada do mesmo para o sistema operacional Android. Além disso a empresa vai abrir a API do serviço para desenvolvedores usarem para desenvolver seus próprios serviços.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Info


Para quem possui um iPhone uma boa novidade em relação aos vídeos para curtir em seu aparelho e que permite que sejam rodados vídeos em formatos diferentes do usado pela Apple, o MPEG-4, vem sem a necessidade de se fazer conversões.

Já está na APP STORE para download, que é gratuito, uma versão compatível para aparelhos da Apple do VLC Media Player, que roda vários formatos de vídeo dos mais populares na internet. Esta nova versão reproduz formatos como DivX e MKV, como já dito, sem necessidade de se recorrer a programas de conversão dos vídeos.

Anteriormente o VLC rodava apenas em iPad e computadores com Windows, Mac Os e Linux. Esta nova versão do aplicativo funciona no iPhone 3Gs e no iPhone 4 e também em iPad touch de terceira e quarta geração, tornando-se mais uma facilidade para quem gosta de apreciar vídeos em seu iPhone.

Por Mauro Câmara

Fonte: Tecnologia Terra


De acordo com o "The Wall Street Journal" desta quarta-feira, 06 de outubro de 2010, a Apple está investindo na fabricação de dois novos aparelhos iPhone no final deste ano, com previsão de inocio das vendas já em 2011.

Um dos modelos produzidos será semelhante ao iPhone 4, tendo como parceira a operadora Verizon Wireless e o outro, um aparelho inteligente de quinta geração. Não se sabe se a Verizon está participando da produção deste último modelo, mas o que se cogita é que o mesmo terá um formato diferente dos demais que estão no mercado atualmente.

Hoje, a Apple tem como parceira a empresa AT&T.

Por Elizabeth Preático

Fonte: Folha UOL


Aqueles usuários que já estavam gostando do software da Playboy para o iPad, o Playboy HD, agora já não vão poder ter mais tanta liberdade no aplicativo.  Devido ao veto que a Apple aplicou a sua política de imagens que contenham nudez, a famosa revista americana concordou em remover o conteúdo impróprio de seu software. A partir de agora a publicação irá oferecer somente conteúdos censurados.

Neste mês a playmate, que é o principal destaque da revista impressa, irá deslumbrar os marmanjos no iPad somente com a parte de cima do corpo, mas sem seios a mostra. O aplicativo custa o mesmo preço da publicação das bancas, US$4,99. O mesmo custo, porém, sem igual conteúdo, pode trazer alguns problemas. O programa para o tablet estava disponível na rede, mas foi retirado do ar sem muitas explicações.

Já existem versões também para aparelhos como o iPhone e o iPod Touch.

Por Oscar Ariel


A Apple esta trabalhando duro para impedir o desbloqueio dos seus aparelhos. O último “vilão” que apareceu na rede, e foi provisoriamente vencido, é o JailBreakMe.  A empresa conseguiu impedir que o aplicativo funcionasse na versão 4.0.2 do IOS, porém a batalha ainda não está ganha.

A ferramenta Redsn0w, que foi produzida por hackers do Dev-Team, consegue burlar a segurança do aparelho e liberá-lo.

Na última semana a empresa lançou a versão iOS 4.0.2,  feita para reparar um erro no visualizador de arquivos pdf que abria uma porta para o JailBreakMe desbloquear  os acessos ao iPhone. Desse modo os usuários tinham um jeito rápido e cômodo de liberação do aparelho. Tudo isso serviu para a Apple observar a falha grave de segurança que o iPhone continha, pois crackers poderiam usar o mesmo caminho para invadi-lo.

O Redsn0w foi testado no iPhone 3G e iPod Touch e obteve sucesso.

Para maiores informações do aplicativo clique aqui.

Por Oscar Ariel


Desde o lançamento do iPhone 4 a empresa Apple vinha tendo dor de cabeça com alguns problemas apresentados pelo aparelho. O Antennagate, problema de recepção do sinal da antena do modelo, era um deles. Porém, parece que tais adversidades não atrapalharam quando o assunto é a satisfação dos seus consumidores.

Uma pesquisa elaborada recentemente apontou que 72% dos usuários se mostraram “muito satisfeitos”, enquanto 21% afirmaram que estão “de alguma forma satisfeitos” com o iPhone 4.

Apesar de muito animador os dados apresentados, eles ainda são inferiores ao do modelo iPhone 3G S, que registrou 99% de satisfação de seus consumidores. A pesquisa ainda informou estatísticas sobre o número de ligações perdidas dentre os aparelhos iPhone 3G S e iPhone4 . O primeiro apresentou a porcentagem de 6,5%, enquanto o segundo revelou uma queda de 5,2%. A exclusividade com AT&T e a velocidade da rede foram pontos destacados como negativos.

Por Oscar Ariel

Fonte: Veja


Que a Adidas é amplamente conhecida no mercado esportivo isso não é segredo para ninguém. Agora a marca traz uma novidade para o mundo dos smartphones, o miCoach. O aplicativo criado para o iPhone e BlackBerry, pode fazer de seu aparelho um personal trainer.

O programa auxilia a pessoa durante a pratica de exercícios físicos por meio do GPS do aparelho. Com programas direcionados para futebol, basquetebol, tênis e corridas, o usuário ainda pode ouvir a voz do “treinador” e escolher opções de condicionamento de acordo com suas características físicas.

Aqueles que aderirem ao aplicativo também podem ir ao site do miCoach, onde é possível colocar os resultados obtidos durante o treinamento, e assim monitorar e avaliar seu desempenho. Outras funcionalidades também estão presentes neste aplicativo da Adidas, como medir distância, calorias queimadas, tempo percorrido, entre outros. O download do miCoach é gratuito e pode ser feito na App Store ou App World.

Por Oscar Ariel


O lançamento do software Jailbreakme chega para facilitar a vida dos usuários do iPhone, quando se trata em desbloquear o telefone. Usualmente o ato era efetuado por meio do PC, onde se hackeava o telefone para usufruir maior liberdade. Esse processo ficou mais simples e rápido com o JailbreakMe.

O programa trabalha em uma falha que o visualizador PDF do navegador Safári apresenta, ele libera acesso total as políticas de proteção da Apple.

Aqui vão alguns pontos positivos para se fazer o desbloqueio do iPhone. Existem bons apps para os aparelhos com o JailbreakMe, como Mixtube que baixa vídeos do Youtube e o My3G, que permite processos  em rede 3G que eram exclusivos para wi-fi.  O software não precisa ser baixado para o desktop, nem necessita de atualizações. Você pode desinstalar a o programa sem nenhum dano caso não aprecie seu uso. Também pode se realizar video-chamada pelo FaceTime via 3G, antes somente em wi-fi.

Por Oscar Ariel


Quem não tem dinheiro para comprar um iPhone, mas quer sentir a sensação de ter todas as facilidades do software da Apple, às vezes apela para um iPod Touch. O player multimídia tem quase todas as funções do smartphone, mas não realiza ligações. Pensando neste problema, a empresa chinesa Yosion Technology criou uma capa que transforma iPods Touch em iPhones.

O aparelho é simples: uma capa com bateria e entrada para chip reveste o iPod. Assim, você pode realizar chamadas com o player sempre que estiver com a capa. Vendida por R$100, pode ser um negócio da China.

No entanto, deve ser necessário um app que ative as funções da capa, tendo em vista que o iPod Touch não possui botões para realizar chamadas.

Por Camila Porto de Camargo

Fonte: Folha Online


Segundo Steve Jobs ninguém é perfeito, e qualquer celular e smarphone pode sofrer com o Death Grip, situação em que o aparelho fica totalmente sem sinal dependendo da forma como é segurado pelo usuário.

A solução encontrada pela Apple nesse caso é o uso de Bumper Case. Tanto que a empresa dará cases de graça para seus clientes. Mas essa não é a única solução. O próprio CEO da Apple apontou uma saída paliativa: o uso de uma espécie de Band-Aid chamado Antenn-Aid, que pode ser colado no ponto crítico.

Parece estranho? É, de fato. Mas isso reflete a situação da Apple, no momento, em que o seu principal produto precisa ser remendado para funcionar corretamente. E para quem já tem um iPhone 4 e se interessou pelo acessório, ele está à venda nesse site por apenas 1 dólar.

Por Maximiliano da Rosa


A Apple deve estar em polvorosa com todo esse barulho em torno da antena do iPhone 4. Enquanto uns dizem que há, sim, um problema grave de recepção, outros tratam de negar. De qualquer maneira a empresa liberou o primeiro beta da atualização do iOS 4.1 para desenvolvedores.

Conforme prometido, houve mudanças na quantidade de barras mostradas. E não mais que isso. Ao que tudo indica a mudança foi apenas superficial, e não significa necessariamente que houve uma melhora na recepção, e que tenha resolvido o problema com a antena.

Falando nisso, a Apple convocou a imprensa americana para um misterioso evento no dia 16 de Julho. Não há muitos detalhes. A Apple falou apenas que é algo sobre o iPhone 4. Tem gente apostando que a empresa anunciará um recall do produto.

Já o Engadget brincou com a situação e informou que trata-se de uma conferência sobre como segurar o iPhone 4 corretamente.

Por Maximiliano da Rosa


Tarefas básicas do dia a dia, tais como passear com o cachorro, fazer aquela faxina nos documentos ou comprar o presente de aniversário da sua sogra são, na grande maioria das vezes, um saco. Daí o por que de qualquer pequena desculpa ser suficiente para deixar isso tudo em último plano, certo?

O EpicWin é um novo aplicativo para iPhone que tenta dar mais de emoção a estas tarefas do cotidiano. A receita do app é tentar misturar características de to-do list – a velha lista de pendências – e RPG, te premiando a cada tarefa executada com pontos de experiência que te fazem ganhar léveis no jogo e desenvolver habilidades.

Depois disso, até lavar aquela pilha de louça depois do almoço de domingo deve ficar mais divertido!

Por Antonio Lúcio


A empresa FingerTips é responsável por um dos melhores aplicativos para a Copa do Mundo. Agora, a empresa lançou um game para a plataforma Apple inspirado naqueles antigos joguinhos de pino, que lembra um jogo de futebol em miniatura, o FlickGol. O game, claro, segue a temática do mundial da África, e oferece várias seleções para jogar.

Um dos pontos fortes do FlickGol é o visual bem acabado, que mostra a preocupação da empresa em oferecer um produto de qualidade. Disponível na App Store por apenas 2 dólares, o jogo permite que se jogue sozinho, ou com um amigo, cada um no seu aparelho usando a conexão bluetooth.

Enfim, trata-se de um bom passatempo para aquelas horas em que não temos nada para fazer. Ou ainda, para aproveitar o intervalo dos jogos da Copa.

Por Maximiliano da Rosa


Parece que o rigoroso controle de qualidade da Apple passou longe do aplicativo Mirror in Your Pocket para iPhone. E os usuários brasileiros que baixaram tanto a versão gratuita como a paga da app estão extremamente irritados. O motivo é a inutilidade do programa, que promete transformar o iPhone em um espelho.

No entanto, tudo o que o aplicativo faz é inserir uma moldura com fundo preto na tela do smartphone. A ideia é bizarra: permitir que o suário enxergue o próprio reflexo no display. É claro que é algo inútil. E o pior é que o Mirror In Your Pocket é um dos aplicativos mais baixados na app store brasileira.

Fique atento: é impossível fazer o que o programa promete. Talvez no iPhone 4 isso seja possível, pois ele terá câmera frontal. Mas, por enquanto, é apenas uma maneira de botar dinheiro fora.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: MacWorld


As novas tecnologias, integradas, têm facilitado a vida de todo o mundo. Aparelhos GPS, antes com mapas pré-concebidos, agora podem ser atualizados quando se tem necessidade. A internet, que antes era viável somente aos computadores, pode ser acessada com alta velocidade em celulares e correlatos.

Em virtude das novas possibilidades e quebra de barreiras, o portal Submarino acaba de lançar um novo aplicado para iPhone e iPad, que permitirá aos seus consumidores conferirem o catálogo de produtos completo pelos aparelhos, rapidamente e com praticidade.

As mesmas opções disponíveis no ambiente costumeiro do site, tais como acompanhamento da entrega, status do pedido, bandeira de cartão de crédito a ser utilizada na compra, entre outros, pode ser conferida pelo aplicativo. Para obter mais informações sobre a ferramenta, acesse o site www.submarino.com.br.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Pelo menos em um banco inglês, a Apple pode estar atingindo seu objetivo de por fim ao domínio da RIM no mundo corporativo. Ao que tudo indica, o Blackberry deve ser pouco a pouco substituído pelo iPhone como ferramenta de trabalho na instituição financeira.

O banco tem 75 mil empregados só na Ásia, e a migração vem acontecendo desde o mês passado. Se todos aprovarem a mudança, será um golpe considerável na RIM, a fabricante do BlackBerry.

As duas empresas travam uma batalha que segue caminho inverso. A Apple vem há tempos sinalizando que deseja ganhar espaço nas empresas, e se tornar a opção preferida dos executivos. Já a RIM pretende avançar na área de jogos e multimídia.

E no meio dessa briga, tem a Nokia. Ou seja, a disputa promete, e quem vacilar pode acabar perdendo espaço, e seguir o caminho da Palm.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: G1


Dois supostos protótipos do iPhone 4G teriam sido encontrados. O primeiro foi nos EUA, o que rendeu a invasão pela polícia da casa do editor do site Gizmodo, e um outro no Vietnã, mostrado em video no Youtube. Pelo menos o primeiro é autêntico, pois a Apple reagiu declarando que pode ter perdas "enormes" e pediu que seja feita uma investigação policial do ocorrido.

Um mandado de busca foi emitido para tentar reaver o protótipo 4G do iPhone que pertencia ao engenheiro da Apple, Robert Gray Powell, mas foi parar nas mãos do Gizmodo. Os advogados da companhia alegam que a divulgação de detalhes do aparelho podem prejudicar suas futuras vendas pois os consumidores deixariam de comprar novos produtos até o lançamento do novo iPhone.

Powell teria perdido o celular em um restaurante e ele teria sido encontrado ou roubado por Brian Hogan, que o teria vendido ao Gizmodo por US$ 8.500, mas foi denunciado por uma colega de quarto. As investigações continuam e o próprio Steve Jobs já pediu que o celular seja devolvido.

Por Mauro Tavares

Fonte: G1 Tecnologia


Não é de hoje que a gente sabe que a internet e os aplicativos para iPhone e Android são ótimas ferramentas de marketing. A Rolls Royce, fabricante de um dos carros mais luxuosos do mundo sabe disso, e acaba de lançar um aplicativo gratuito na app store da Apple.

Através do software, o usuário pode personalizar o modelo Ghost. Para isto há 12 opções de cores para pintar o veículo a seu gosto, mais 8 tipos de revestimentos de couro, e cinco de madeira.

Também existe a possibilidade de mudar o tipo das rodas e dos escapamentos no melhor estilo Need For Speed. Depois de realizada a personalização do automóvel, é possível levá-lo para uma garagem digital.

Além disso, quem baixar o aplicativo terá acesso a fotos e vídeos para conhecer mais detalhes sobre o Rolls Royce Ghost.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Autoesporte


Tem gente que é apaixonado pelo seu gadget. Tem gente que é fanático por seu celular e smartphone e o leva para qualquer lugar. O que eu não sabia é que tem gente capaz de comer o seu gadget, celular ou smartphone. Não sei quanto a outros modelos, mas para quem estiver afim de comer o seu iPhone, a empresa iChocolate teve a ideia de fabricar bombons de chocolate no formato do aparelho.

Na verdade, a embalagem é quem vem no formato do smartphone da Apple. Dentro, há 20 bombons imitando os ícones dos aplicativos. O produto é francês, tem 4 sabores diferentes e pode ser encomendado pela internet.

Para quem tem uma mãe Geek pode ser uma boa ideia de presente. Ou ainda pode encomendar para o Dias dos Namorados que também já está chegando. O preço é de 22 dólares.

iPhone de Chocolate

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Etsy


Steve Ballmer, CEO da Microsoft esteve ontem no Brasil e deu uma palestra para universitários. Ele ainda aproveitou para apresentar a nova versão do comunicador Windows Live Messenger. Entre as muitas novidades destaca-se a integração com o Facebook. Há também uma página para acessar outros serviços como YouTube, MySpace e Linkedin.

Hoje a novidade fica por conta das imagens divulgadas do novo Messenger para iPhone. Ele conta com recursos semelhantes à versão para Windows, incluindo a integração com o Facebook, e não poderia faltar, claro, a possibilidade de envio de imagens direto para a rede social. O tradicional sistema de chat (afinal, esse é o recurso principal) ganhou uma melhorada na interface.

O Messenger para iPhone estará disponível para testes em Maio. A versão final será lançada no mês de Junho.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: TechGuru


A quantidade de aplicativos disponíveis para Android não para de crescer. E atinge a marca de 50 mil. No início do ano esse número não era nem a metade. Ainda pode parecer pouco, perto dos quase 200 mil da Apple, mas a uma taxa de 350 novos programas a cada dia, não restam dúvidas de que a comunidade de desenvolvedores deve estar fazendo uma contagem regressiva para o dia em que o sistema operacional do Android superar o da Maçã.

Claro que tudo teria sido mais fácil se nesse meio tempo, a Apple não tivesse lançado o iPad, cujas vendas já ultrapassaram 1 milhão de unidades, e não estivesse batendo recorde de vendas do iPhone. De qualquer maneira, o resultado é impressionante, e demonstra a força do Google, que acertou na mosca ao colocar um sistema de código aberto no mercado. Sem isso, seria muito difícil chegar a esses números.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Terra


Todo o mundo quer salvar o mundo. Mas a maioria das pessoas não tem tempo, ou disposição, para entrar no Greenpeace, por exemplo. Enquanto isso tem muita gente pensando em como fazer isso adotando medidas simples como separar o lixo seco do orgânico, ou deixar de usar sacolas plásticas nos supermercados.

Existem muitas outras formas de tomar uma atitude sem precisar ser radical. Quem é dono de um iPhone pode ficar com a consciência tranquila ao adotar 5 aplicativos úteis e ecologicamente corretos.

O The Green Lemur, por exemplo, oferece dicas sobre como ficar em dia com a ecologia. Já MererRead serve para controlar o consumo de energia elétrica. Economize o planeta e o bolso. Outro aplicativo interessante é o Green Meter, que calcula se você está dirigindo de forma consciente e ainda ajuda a economizar combustível. Tem também o Shop Green, cuja finção é mostrar o quanto de CO2 você pode economizar. Por último, o Green Charging ajuda a economizar  energia enquanto carrega o aparelho.

Todos os programas podem ser baixados na Apple Store.

Por Maximiliano da Rosa


Quem está procurando um iPhone e ainda não comprou o smartphone da Apple por conta do preço, pode comemorar. Com a chegada do iPad às mãos do consumidor, o interesse pelo iPhone pode ficar em segundo plano, o que forçaria as operadoras a reverem os seus preços, e oferecerem o aparelho a preços mais acessíveis.

Ao que parece isso já começou aqui no Brasil, e já tem operadora oferecendo o iPhone mais barato. Para ser mais exato a 299 reais. Quem está fazendo isso é a TIM. Há duas limitações, claro. Uma é o aparelho, a versão oferecida tem apenas com 8GB de memória. E, infelizmente, a oferta é válida apenas para São Paulo, no plano Tim iPhone 100.

Com o lançamento do iPhone 3GS, a primeira versão do smartphone pode entrar numa espécie de liquidação. A expectativa é que outras operadoras entrem nessa corrida. A notícia de que a Apple estaria preparando uma versão 4G também pode fazer com que as operadoras queiram se desfazer de seus estoques para vender o modelo novo.

É bom ficar atento.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: IDG Now


Usuários do iPhone agora podem rodar aplicativos do PalmOS diretamente em seu aparelho. Isso é feito através de um aplicativo que emula o sistema operacional da Palm na tela do iPhone. E ainda com a vantagem de rodar mais rápido que no aparelho original.

E para quem pensa que o software é apenas um brinquedo, saiba que é possível acessar o hardware e software do aparelho através do emulador, incluindo as conexões TCP/IP, e as listas de contato, além da possibilidade de criar cartões de memória virtuais.

Infelizmente o aplicativo, chamado StyleTap não está disponível na loja da Apple, apenas no site do desenvolvedor, ao preço de 15 dólares. E só roda em aparelhos desbloqueados. Para quem não quer pagar pelo produto, há uma versão de testes que pode ser usada por 14 dias.

Usuários de outros sistemas como Windows Mobile Symbian também podem experimentar o sistema.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Terra


Em ano de Copa do Mundo as atenções ficam todas concentradas no futebol. Mas enquanto o maior evento esportivo do planeta não começa, é possível curtir tudo o que acontece no maior campeonato nacional do mundo em tempo real. E não é preciso nem de um computador.

Basta um iPhone, ir na loja Apple Store e fazer o download do aplicativo GloboEsporte.COM. E sem pagar absolutamente nada. O programa de tudo que o usuário espera: vídeos, tabelas, classificação, notícias, artilheiros. E não só do brasileirão, também dá pra saber notícias dos principais campeonatos estaduais e, futuramente dos internacionais também.

Não perca tempo, acesse a AppleStore e fique por dentro de tudo que rola com o seu time. Não precisa nem levantar da cadeira.

Por Maximiliano da Rosa





CONTINUE NAVEGANDO: