A Microsoft disponibilizou o Ubuntu na Windows Store para download ou atualização no sistema Windows 10.

Que a Microsoft ama o Linux, todo mundo já sabe, até porque a própria Microsoft já admitiu. Pouco a pouco, o potencial do open source foi sendo adicionado aos negócios da gigante. Foi divulgado no evento Build 2017 (promovido pela Ms e destinado a desenvolvedores) que o Ubuntu está presente na Windows Store, tanto para download quanto para atualização, no sistema Windows 10.

A ideia soa ótima: rodar a distribuição com assinatura Linux mais querida em todo o mundo, através do Windows 10. Mas na prática, existe uma outra questão: a versão roda limitadamente. No aplicativo disponível para download na Windows Store, é possível ler na descrição do Ubuntu, que o software disponibiliza o Terminal, além de afirmar que oferece linhas de comando do Linux.

Para poder aproveitar os novos recursos do aplicativo, é necessário que as funções de subsistemas do Windows para o Linux, sejam ativadas. Para isso, você deve acessar as configurações do Windows e, após ativar o necessário, reiniciar o seu computador.

O aplicativo da Ubuntu, a primeiro momento, apenas pode ser acessado para os membros do programa Windows Insider. Uma opção válida para obter o acesso, é fazer o cadastro gratuito do programa e, depois, tentar realizar o download no aplicativo.

Estima-se que depois do Ubuntu, outras distribuições de Linux sejam integradas ao sistema operacional Windows 10, podemos usar como exemplo o Fedora ou o openSUSE. Ao que tudo indica, somente o Terminal está disponibilizado nessa sandbox do software Ubuntu para rodar em sistema Windows. Contudo, já foi anunciado pela Microsoft, que o ideal é que futuramente seja possível que as distros rodem emparelhadas com o Windows, de acordo com a integração entre sistema e programa.

A Microsoft fez esse anúncio há dois meses atrás, em meio, portanto, espera-se que ela continue cumprindo com sua palavra, melhorando a experiência do usuário, agregando valor à sua marca e, sobretudo, se consolidando como a gigante que é nesse mercado.

Por Carolina B.

Ubuntu


Próxima atualização do Windows 10 pode liberar a funcionalidade para os usuários.

O Microsoft Edge é a nova aposta da Microsoft para o mercado de navegadores, tanto nos desktops, como também para os usuários mobiles, uma tentativa válida da empresa em deixar de lado a péssima imagem deixada pelo velho e nem tão bom Internet Explorer em seus últimos tempos de vida. Porém, por ser um navegador novo, ele ainda não conta, ou não contava, com funcionalidades simples como extensões, porém, ao que parece, isso tem tudo para acabar em breve, para os usuários dos Computadores e também dos smartphones com o Windows 10 Mobile.

As extensões do Microsoft Edge nos desktops deverão chegar com a atualização do Windows 10 Redstone 1. Entretanto, ao que parece, os usuários que estão testando as versões beta do Redstone nos dispositivos móveis, receberão um indício de que a funcionalidade também deverá chegar aos dispositivos móveis.

As informações são provenientes de usuários do Reddit, conhecido por vários usuários vazarem informações de grandes empresas. No site, uma captura de tela mostra que um usuário acessou a extensão de nome ''Pin It Button'' do conhecido Pinterest em um dispositivo que estava equipado com o Windows 10 Mobile Redstone em versão beta, o botão para que o usuário pudesse realizar o download da extensão, era ativado no navegador.

As informações não param por aí, outros usuários ao acessarem a página ''about: flags'' do dispositivo, também no navegador da Microsoft, encontraram uma opção que deixava bem claro a possibilidade de habilitar as extensões no navegador mobile, alertando até mesmo sobre os possíveis riscos ao instalar uma extensão no Edge.

Entretanto, é sempre muito importante salientar que as informações não são oficiais, embora bem possivelmente venham a calhar, visto que qualquer usuário Insider do Windows 10 Mobile Redstone pode verificar a informação.

Todavia, uma das especulações, além da possibilidade da empresa disponibilizar tais extensões também na versão mobile, é a possibilidade da empresa de fato trazer a funcionalidade para o Edge, mas apenas para desenvolvedores, para que os mesmos possam conseguir verificar qual a compatibilidade de suas extensões em um dispositivo móvel. A possibilidade parece pouco provável, mas pode acontecer, visto que seria uma maneira de atrair e agradar os desenvolvedores mobiles.


Projetos Astoria e Islandwood foram encerrados devido a diversas reclamações dos desenvolvedores.

O Windows Phone sofre com a falta de suporte que muitas empresas não dão ao sistema da Microsoft, acabando por optar por simplesmente não lançar seu aplicativo para o sistema ou então fazer uma adaptação mal feita para os usuários e depois acabar por não atualizá-lo mais. Uma das tentativas da empresa em fazer com que o cenário mudasse era o Projeto Astoria, que facilitava o trabalho dos desenvolvedores para portar aplicativos do Android para o Windows Phone, o qual a Microsoft anunciou seu fim na quinta-feira, 25.

O projeto era um sopro de esperança para os usuários que gostariam de contar com mais opções de aplicativos no Windows Phone e foi encerrado exatamente no mesmo dia em que a empresa anunciou a compra da Xamarin, empresa que trabalha com ferramentas para que os desenvolvedores possam lançar seus aplicativos (para o iOS, Android e Windows Phone) de forma simples e nativa para todos os sistemas.

A empresa também havia lançado na época outro projeto nomeado de "Islandwood", este para portar aplicativos do iOS para o Windows Phone, porém, ambos acabaram ficando de lado com o passar do tempo e agora estão sendo abandonados de vez pela empresa norte-americana.

A notícia foi dada por Kevin Gallo, da Microsoft, que anunciou que a empresa acabou optando por desistir de ambos os projetos pois ouviu diversas reclamações feitas por parte dos desenvolvedores, que acham que o projeto ficou confuso e desnecessário, o que acabou travando o desenvolvimento dos dois projetos por parte da Microsoft.

Como a empresa também anunciou a compra da Xamarin, em outras palavras, a situação muda, mas certamente para um cenário mais positivo, já que o Xamarin possui muito mais suporte e sucesso do que as duas tentativas fracassadas da Microsoft.

Outra notícia é que a Microsoft pretende dar maior destaque aos aplicativos e outros disponíveis no iOS, da Apple. A expectativa é de que diversos aplicativos da loja da maçã acabem por chegar em breve ao Windows Phone, sendo mais uma excelente notícia para os usuários do sistema, que ao que parece, finalmente vão começar a parar se sofrer com a falta de compatibilidade nos aplicativos.

Por Isis Genari


Modelo será apresentado na MWC 2016.

A MWC (Mobile World Congress) 2016 está cada vez mais próxima, sendo que a mesma será realizada na última semana de Fevereiro, em Barcelona, onde as grandes empresas de tecnologia Mobile irão revelar suas próximas novidades para este ano, uma delas, é a Microsoft, que vai apresentar o Lumia 650.

O smartphone pode e deve ser o último da linha Lumia, que foi comprada da Nokia há já certo tempo, após um conselho de Steve Ballmer, antigo CEO da empresa, para que a Microsoft apostasse alto no mercado de mobiles.

Agora, a novidade a respeito do dispositivo é que ele pode contar com 2 versões, sendo uma delas dual-SIM, segundo uma certificação feita pelo site norte-americano FCC no dispositivo de codinome RM-1154, versão diferente da certificada anteriormente, o RM-1152.

A certificação feita, porém, não revela grandes detalhes a respeito do novo smartphone da empresa, porém, o fato de contar com uma versão dual-SIM, indica que a Microsoft deve escolher comercializar principalmente essa versão nos países emergentes, onde geralmente as empresas focam esse tipo de dispositivo.

Aliás, essa não só deve ser a última versão do Lumia, como também deve ser o último smartphone da Microsoft com os chips SIM, que deve ter seu fim revelado em breve pela GSMA, que organiza o setor de telecomunicações móveis e deve anunciar a ''morte'' desses chips na MWC desse ano, dando lugar a uma tecnologia virtual.

Ainda sobre o Lumia 650, o site da FNAC na Europa, vazou uma informação importante a respeito do novo smartphone da empresa, que segundo o vazamento no site, deverá contar com 16GB, diferente de seu antecessor que contou com 8GB. A Microsoft também deve oferecer mais opções de memória interna para seu dispositivo, algo ainda não usado pela empresa, dando um número maior de opções aos usuários e que já é de uso comum nas marcas rivais no mercado.

Ainda não há, porém, qualquer informação oficial a respeito do dispositivo, o que ocorrerá apenas na Mobile World Congress deste ano. A tendência, porém, é que o smartphone chegue ao mercado custando  220 Euros, algo em torno de R$ 960 ainda desconsiderando os impostos, o que deve fazer com que o preço do smartphone pule para mais de R$ 1.000.

Por Isis Genari

Lumia 650

Foto: Divulgação


Assistente virtual em português sofreu atrasos em seu lançamento, mas a Microsoft vem trabalhando no seu desenvolvimento.

Na expectativa pelo lançamento oficial e definitivo da nova versão do Windows Phone, o Windows 10 Mobile, que vem se arrastando graças aos constantes atrasos nos prazos, outro produto da Microsoft que também gera ansiedade entre os usuários brasileiros, é o lançamento da Cortana, assistente virtual da Microsoft, em português.

A empresa já vem trabalhando há algum tempo nessa versão para os brasileiros, porém, assim como o Windows 10 Mobile, aparentemente também sofreu com alguns atrasos. Porém, a boa notícia é que a empresa segue trabalhando para disponibilizar a assistente virtual para a nossa língua, bem como, para os mexicanos.

A informação é do Twitter de Nawzil, funcionário da Microsoft que acaba por disponibilizar uma ou outra informação dos planos futuros da empresa na rede social, sendo uma fonte confiável sobre o que acontece por dentro da empresa norte-americana.

A demora no lançamento, ao menos da versão de testes da assistente virtual em português, talvez esteja até mesmo relacionada ao atraso no lançamento do Windows 10 Mobile. Aliás, é citado por Nawzil, que as versões para brasileiros e mexicanos, chegarão primeiro para os Insiders, que testarão a Cortana para verificar bugs e possíveis problemas, antes do lançamento oficial, que ainda não possui uma data definida, mas, se levarmos em consideração que a versão sequer ainda entrou em testes pela empresa, é possível que esse dia ainda esteja um pouco distante, o que deve desagradar aqueles que estão na expectativa pelo lançamento da versão final da Cortana.

Já segundo informações do site Tudo Celular, a demora se deve ao fato da empresa norte-americana estar preocupada com a possibilidade de lançar algo robótico aos usuários, sem a mesma naturalidade e funcionalidade da versão em inglês, o que certamente afastaria os usuários da assistente.

A Microsoft, porém, ainda não se manifestou oficialmente sobre os motivos que estão levando a Cortana em português ter uma certa demora em seu lançamento ou sobre o quanto falta para termos a versão, ao menos em versão de testes.

Vale lembrar que a Cortana não só está disponível para o Windows Phone, como também para outras plataformas e não se sabe se essas, também passaram por uma versão de testes, o que poderia fazer com que o lançamento para outros softwares fosse ainda mais demorado.

Por Isis Genari

Cortana em português

Foto: Divulgação


Update promete deixar os modelos ainda melhores, garantindo uma estabilidade maior.

Em meio ao vendaval que a Microsoft vem enfrentando pelos problemas com o Windows 10 Mobile e com as recentes notícias ruins a respeito da queda brusca na participação do Windows Phone no mercado, a Microsoft deve lançar em breve, um update que deixa os smartphones high-end da marca, Lumia 950 e 950XL, ainda melhores, ao menos é o que diz o site Windows Central.

O site é especializado em informações relativas à empresa norte-americana e, noticiou que a empresa deve lançar em breve uma nova versão do firmware pré-instalado em seus dois dispositivos, garantindo uma estabilidade maior para ambos os aparelhos que utilizam o Windows 10 Mobile.

Ainda segundo o site, a atualização deve se tratar de uma modificação feita na versão 01078.00038.16025.X, que havia sido lançada em Dezembro do ano passado, mas apenas para os usuários que não fazem parte do programa de Insiders da Microsoft, responsáveis por testar as novas build de seu sistema operacional.

Entre as mudanças que chegam com a nova atualização, segundo o change log do update, estão correção a alguns bugs presentes nas versões anteriores do firmware, melhor qualidade nas ligações telefônicas, que faz com que a voz do usuário se torne mais clara e nítida durante as ligações, aprimoramento no GPS que deve garantir mais agilidade nos reconhecimentos por satélite, entre outras mudanças.

Por enquanto, porém, a nova atualização só está garantida para a Alemanha, mas não para todos os usuários e segundo um comunicado da Microsoft, a atualização deve continuar chegando para outros usuários de forma gradual nos próximos dias e meses, mantendo a expectativa de que a atualização deve ser global, até mesmo porque não faria sentido lançar uma atualização de firmware como essa apenas para alguns usuários de um determinado país.

Todas as mudanças da atualização certamente irão aumentar a estabilidade do novo Windows 10 Mobile que, ainda não chegou a sua versão final, o que deve acontecer apenas no final de Fevereiro, graças aos atrasos no lançamento da nova versão do SO Mobile da Microsoft, supostamente, por problemas com estabilidade em dispositivos com configurações mais simples, o que deve ser solucionado em breve para o lançamento definitivo.

Por Isis Genari

Lumia 950

Lumia 950XL

Fotos: Divulgação


Versão do aplicativo Whatsapp para o novo Windows 10 Mobile vaza por engano na Windows Store, permitindo que diversos usuários testassem a adaptação.

Embora o Whatsapp seja um dos aplicativos com mais usuários no mundo, o app, assim como diversos outros também extremamente usados e famosos, não possuem uma versão adaptada ao Windows 10 Mobile. Na verdade, desde o Windows Phone 7.X, o Whatsapp não recebe uma adaptação para os sistema da Microsoft. Tal fato mostra um certo desleixo das grandes desenvolvedoras com o sistema.

Porém, recentemente uma atualização no app para a versão mobile do Windows foi liberada por engano aos usuários, possivelmente por um erro na Windows Store, o que permitiu que diversos usuários tivessem a oportunidade de testar a versão e tirar suas conclusões sobre a adaptação.

Trata-se de uma versão beta, que na verdade é fechada e por um erro, como dito, foi liberada, e trouxe diversas novidades no visual, como a nova tela com emojis no aplicativo, com a barra de opções na parte superior e uma redução no tamanho dos ícones, que receberam ajustes para combinarem com o design do sistema.

Além das mudanças visuais, o app também está mais otimizado, rápido e fluído no sistema da Microsoft, não havendo mais alguns ''engasgos'', nas transições e animações dentro do app.

As mudanças que mais chamam a atenção, por enquanto, são essas, o que não quer dizer que devem parar por aí. Afinal de contas, o aplicativo precisa de diversos ajustes, visto que há muito tempo não recebe uma adaptação para o Windows Mobile, o que acaba por causar alguns problemas como lentidão e um visual que acaba por não combinar com a interface do sistema.

Não se sabe quando o Whatsapp pretende lançar a versão definitiva com todas as mudanças e ajustes para o Windows 10 Mobile, mas se considerarmos que o novo sistema deve ser lançado apenas definitivamente no final de fevereiro, é provável que, se não seja lançado até mesmo em conjunto com a atualização definitiva, seja lançado no máximo, algumas semanas após o lançamento oficial do novo Windows 10 Mobile.

Já não é mais possível baixar a atualização na Windows Store.

Por Isis Genari

Whatsapp para Windows 10 Mobile

Foto: Divulgação


Grandes desenvolvedores de aplicativos anunciaram que não irão se dedicar ao novo Windows Phone. Sistema operacional perdeu 57% de seus usuários no último ano.

29 de janeiro de 2016. Esse dia dificilmente será esquecido tanto pela Microsoft quanto por seus fãs. Se talvez existam dias perfeitos, este foi exatamente o contrário para a empresa norte-americana, um verdadeiro filme de terror.

Isso, graças ao fato de que, em um só dia, após descobrirmos que no último ano, o Windows Phone perdeu 57% de seus usuários, voltando ao mesmo ponto em que estava há 4 anos atrás, grandes desenvolvedores de aplicativos simplesmente anunciaram que não irão se dedicar ao novo Windows Phone, que sequer foi lançado, graças aos atrasos e problemas no sistema.

O Windows Phone já tinha apenas uma parcela pequena do mercado de dispositivos móveis, mas agora, a situação é simplesmente trágica e estarrecedora, de 2014 para 2015, a empresa caiu de 3% de participação no mercado em 2014 para somente 1,7% em 2015. O que piora ainda mais a situação, é que a empresa vem fazendo um investimento pesado nesse setor.

Os dados da Kantar mostram que em 2015 a Microsoft com o Windows Phone, perdeu espaço em praticamente todos os mercados globais, com a exceção feita ao Reino Unido, com os smartphones com o sistema Windows que dominam cerca de 10% do mercado, em comparação aos 7,5% do ano anterior.

Piorando ainda mais a situação, a Tencent, responsável por desenvolver apps famosos, tais como o QQ e WeChat, que é extremamente utilizado na China, anunciou que não irá levar seus apps, para o Windows 10 Mobile.

Se pensarmos que, no início, a empresa era considerada como das grandes parceiras da Microsoft, isso mostra o quanto a situação é assustadora. A empresa culpa a norte-americana por estar abandonando o sistema antes mesmo de ele sequer ''nascer'', de fato.

Outro dado que mostra o estado crítico do Windows Phone, é que no último trimestre de 2015, 4,5 milhões de Lumias foram vendidos no mercado, uma queda de cerca de 49% nas receitas, visto que no mesmo período de 2014, foram vendidos 10,5 milhões de Lumias.

Essa ''fuga'' dos usuários é usada como justificativa para a desistência da Tencent com o Windows Phone. A empresa diz que a Microsoft não se esforça em conquistar desenvolvedores e usuários. Lembrando que outras empresas também tratam com desleixo o sistema, como o Instagram, por exemplo, que há meses não recebe atualizações.

Como nem tudo é ruim, Rudy Huyn, maior desenvolvedor de apps para Windows Phone, declarou apoio ao sistema.

Por Isis Genari

Windows 10 Mobile

Foto: Divulgação


Novo problema encontrado nos testes do Windows 10 Mobile é causado pela sincronização com o app de Mensagens.

A espera e expectativa dos usuários é enorme, os atrasos vêm causando cada vez mais ansiedade. Estamos falando do Windows 10 Mobile, nova versão do SO Mobile da Microsoft e que vem sofrendo com os atrasos no lançamento, o que preocupa e irrita os usuários. A possível causa seria uma dificuldade da empresa em adequar o sistema aos smartphones mais simples. E ao que parece, esse não é o único problema, por enquanto.

A Build 10586.63, que está em uso pelos Insiders, para testes, vem sendo alvo de diversas reclamações pelo fato de que muitos sequer conseguem acessar adequadamente a internet nos dispositivos com a Build, graças a um bug no backup de mensagens que acaba por consumir de maneira exagerada os dados de internet.

A constatação foi feita pelos Insiders logo após o lançamento da Build, sendo que muitos usuários que estavam com planos de 1GB de dados, estavam vendo os mesmos irem para o ralo em questão de apenas alguns dias.

As reclamações se propagaram pelo Reddit, onde os usuários já tinham percebido que o problema era causado pela sincronização com o app de Mensagens. De qualquer maneira, ainda não há nenhuma solução disponibilizada por parte da Microsoft para o problema, mas é provável que isso aconteça em breve, até mesmo para não prejudicar ainda mais seus testes.

Isso deve acontecer já nos próximos dias, já que se trata de um problema consideravelmente grave, quanto a limitar o uso dos usuários aos sistema.

Para corrigir o bug porém, enquanto a atualização não chega, é simples. Segundo reportado pelo Windows Central, diversos usuários estão conseguindo solucionar o problema logo após seguirem os seguintes passos:

O usuário deve ir na aba ''Configurações'' de seu dispositivo e lá, entrar na opção ''Sistema'' e logo após, em Mensagens, agora, basta desativar a sincronização de mensagens.

É comum que problemas como esse surjam em versões de teste, embora incômodos.

Por Isis Genari

Windows 10 Mobile


Novidade permitirá que usuários possam chamar táxi pelo Uber e também irá analisar e-mail do usuário.

Em meio as expectativas pelo lançamento definitivo do Windows 10 Mobile, que deve acontecer no final de Fevereiro, a Microsoft segue trabalhando em seus outros projetos, um deles é sua assistente virtual, a Cortana. As opções de assistentes virtuais vem crescendo cada vez mais e por isso é importante que as empresas deem cada vez mais atenção as mesmas, com novidades interessantes para os usuários.E é isso que a Microsoft fez recentemente na Cortana.

A Microsoft anunciou na segunda-feira (25), um atualização para os usuários, que dá novas funcionalidades para Cortana, que agora irá analisar seus emails para que, se necessário, ele enviar alertas aos usuários, como em caso de emails importantes, tanto os que o usuário enviou como os que recebeu.

Se você enviar um email marcando algo com um amigo em um determinada data ou horário, a Cortana poderá te lembrar quando o horário ou data estiverem próximos. Se você receber um email com cobrança, a Cortana poderá fazer o mesmo informando, por exemplo, uma data de vencimento.

A Cortana também será capaz de observar sua rotina, de acordo com sua agenda. Caso você tenha um daqueles dias ''corridos'', mais do que o normal, a assistente virtual será capaz auxiliar o usuário a se organizar com seus compromissos. Também será possível pedir Táxis pelo UBER.

O usuário, aliás, pode ficar despreocupado quanto ao fato da Cortana ler seus emails, já que nenhum tipo de dado será enviado para os servidores da Microsoft.

Já para aqueles que gostam de fazer compras pela internet, agora também será possível rastrear as encomendas, além de voos.

A atualização chega, por enquanto, para os integrantes do programa Insider, futuramente para aqueles que receberem a atualização do Windows 10 Mobile em seu smartphone, desde que residentes nos Estados Unidos e Reino Unido. Não há informação sobre a disponibilidade desses recursos para a versão em Português da Cortana, o que não deve demorar.

Por Isis Genari.


Novo aparelho será lançado inicialmente no Oriente Médio, Ásia e Índia, chegando aos outros países no próximo ano.

Agora uma boa notícia para os usuários de smartphones. A Microsoft acaba de anunciar o Nokia 230. Isso mesmo! A Microsoft vai continuar fabricando aparelhos com a marca Nokia. A estratégia se deve, provavelmente, ao peso do nome Nokia no mercado de aparelhos celulares e smartphones.

O Nokia 230 chega com acabamento metálico e flash LED frontal. Os fabricantes têm se preocupado em atender ao gosto dos usuários, principalmente pela onda “selfie”. O flash em LED para a câmera frontal representa uma grande evolução e atende bem ao mercado atual. O acabamento metálico contribui para a resistência e durabilidade do aparelho.

O anúncio do produto foi realizado nesta quarta-feira (25). A Microsoft anunciou também que o aparelho terá uma versão Dual SIM. Apesar de ser um modelo mais básico, a empresa informa que a câmera frontal e o flash de LED proporcionam uma ótima captura de fotos “selfie”.

A câmera frontal e traseira possuem 2 megapixels de resolução e flash LED. O material do aparelho é denominado pela empresa como “Premium”, com corpo em alumínio. A tela do aparelho é de 2,8 polegadas e a resolução será de 240 x 320 pixels com sistema operacional Nokia Series 30+. A memória interna poderá ser expandida para até 32 GB.

Mesmo com as configurações simples, o aparelho oferece acesso à internet e possibilidade de navegação através do navegador Opera Mini. O aparelho chega também com um pacote básico de aplicativos: Skype, GroupMe, Facebook e Twitter.

O Nokia 230 terá lançamento oficial em dezembro deste ano no Oriente Médio, Ásia e Índia. No início de 2016 outros países receberão o modelo.

O lançamento do Nokia 230 representa uma esperança para a consolidação da Nokia no mercado de smartphones. Apesar de modesto, o modelo atende aos mais conservadores.

Apesar de dominar o mercado de celulares, com a chegada dos smartphones, a Nokia teve dificuldades para perpetuar o seu império. Espera-se que aos poucos a marca possa se consolidar novamente.

Por André César


Novos modelos serão os primeiros da Microsoft a virem com o Windows 10 Mobile.

Depois de todos os rumores a respeito dos celulares das marcas Cityman e Talkman, aparelhos estes que por aqui são mais conhecidos como Microsoft Lumia 950 e Lumia 950 XL, agora surgiram relatos oficiais que os primeiros aparelhos da Microsoft contemplados com o Windows 10 são realidade e já foram confirmados, sendo que ocorreu até uma aparição inesperada deles em uma loja online da empresa no Reino Unido.

Estes dois novos celulares só aparecem listados na página de aparelhos elegíveis para o Windows 10, assim como foi informado pela primeira vez pelo The Verge, sendo que essas entradas ainda não estão aparecendo na versão americana da Microsoft Store. Os consumidores que forem fazer a busca e ao clicar em qualquer um dos aparelhos não serão levados para uma página completa do produto, sendo que por este motivo ainda não está sendo possível repassar muitas informações a respeito destas novidades.

Contudo, veja o que a Microsoft acabou deixando escapar: o Lumia 950 XL é um aparelho que possui tela de 5,7 polegadas WQHD, câmera traseira de 20MP confeccionada com lentes Zeiss, espaço interno de armazenamento de 32GB, sendo que está pode ser expandida, por meio da inserção de um cartão de memória, até 2TB. Já o Lumia 950 é um pouco menor, tendo em vista que possui uma tela de 5,2 polegadas WQD, contudo o seu espaço interno e a sua câmera possui as mesmas configurações que o Lumia 950 XL.

Sem sombra de dúvidas os dois aparelhos já irão rodar o inédito Windows 10 Mobile. Todavia, os preços de comercialização destes aparelhos ainda não foram listados no site.

Convém lembrar que sempre existe a possibilidade desses dados que estão sendo divulgados serem apenas informações provisórias que estão sendo lançadas para preparar o cenário, a fim de que os verdadeiros celulares sejam colocados no site.

Ao que tudo indica o lançamento destes aparelhos irá ocorrer durante um evento especial da Microsoft que ocorrerá nesta terça-feira, dia 6 de outubro de 2015.

Todavia, convém salientar que os dados que vazaram no site da Microsoft Store têm correspondência fidedigna com os rumores que foram divulgados na internet recentemente, por isso há uma possibilidade enorme de que essas informações sejam realmente verídicas.

Por Adriano Oliveira

Microsoft Lumia 950

Microsoft Lumia 950 XL

Fotos: Divulgação


A maior empresa de software do planeta, a Microsoft, encantou o mundo nesse mês de janeiro de 2015 com a criação de um protótipo de visor holográfico que poderá fornecer aos usuários de videogames chamadas online e até mesmo imagens da superfície de Marte em três dimensões.

A empresa indagou que o aparelho sem fio HoloLens estará à disposição dos usuários com o lançamento do Windows 10 no ano em curso.

Críticos da indústria se mostraram agradados sobre a concepção, entretanto se mostraram também desconfiados de que o objeto poderá gerar um aparelho inacessível, por enquanto, para o mercado consumidor de baixa renda.

Segundo Mike Silver, analista da Companhia de pesquisa do mercado de tecnologia Gartner  exclamou “uau que incrível”.

Para Mike, ainda este ano e nos próximos vindouros o preço ainda vai ficar elevado, para depois então tornar-se acessível aos aficionados por jogos de vídeo games.

Esse protótipo HoloLens, vem sendo elaborado pela Microsoft há vários anos e exibiu uma série de cenários: manipulação de objetos virtuais que podem ser enviados para uma impressora 3D, criação de um ambiente que se assemelha ao jogo Minecraft em uma sala e permitir que os usuários apontem para objetos no outro lado de uma chamada de vídeo por Skype.

Entre outras aplicações descritas pela Microsoft está uma perspectiva da superfície de Marte a partir de imagens enviadas pelo robô Curisity, da Nasa. A Agência Espacial norte-americana já está em parceria com a empresa para o desenvolvimento de um software conhecido como “OnSight”, que permitirá aos cientistas na Terra sondarem virtualmente e planejarem experiências em Marte.

Portanto, é esperar para ver o lançamento do HoloLens que estará disponível para venda neste ano juntamente com o lançamento do software Windows 10.

Por Alexandre de Sá

HoloLens

HoloLens

Fotos: Divulgação


Desde que os primeiros celulares inteligentes surgiram no mercado, uma das características que mais chamaram a atenção do consumidor foi a interação que os aparelhos ofereciam. Muito além de comandos básicos de voz, os aparelhos tinham a capacidade de impressionar o usuário com uma inteligência artificial jamais vista antes. Atualmente, os assistentes de voz conseguem entender uma variedade cada vez maior de comandos, e, em alguns casos, há a nítida impressão de que estamos conversando com nossos aparelhos. A Apple foi pioneira na criação de um assistente que foi muito além das expectativas. O Siri, como é conhecido, é um assistente engraçado, que consegue ter muitas respostas “na ponta da língua” e não deixa de ajudar o usuário da forma mais criativa possível.

Por outro lado, oGoogle também sentiu a necessidade de introduzir seu próprio assistente de voz, o Google Now, que também é bastante útil aos usuários de Android, apesar de não possuir uma personalidade tão viva quanto a do seu principal concorrente. Já a Microsoft demorou bastante tempo para entrar nessa brincadeira. Agora, com o lançamento do Windows Phone 8.1 a companhia apresentou seu próprio assistente, denominado Cortana, que promete bater de frente com o Siri da Apple.

Embora seja aproximadamente dois anos mais novo que seus concorrentes, o Cortana se sai surpreendentemente bem nas tarefas do cotidiano. Os fãs mais apaixonados da franquia Halo da Microsoft vão se identificar com o assistente, que é baseado no jogo. Infelizmente, o português brasileiro ainda não é o forte de nenhum dos assistentes atuais. Enquanto não há previsão de outros idiomas para o Siri da Apple, o Cortana deve receber suporte a outros idiomas em 2015.

Um diferencial do Cortana em relação aos outros é que, caso você marque algum evento com alguém na agenda, o assistente te lembra do evento ao receber uma ligação dessa pessoa. Apesar disso, no geral, todos os três assistentes fazem a mesma coisa.

Apesar da Microsoft ter se atrasado bastante na liberação de um assistente, ela o fez a tempo de concorrer em igualdade com as outras opções disponíveis no mercado.

Por Ebenezer Carvalho

Cortana

Foto: Divulgação


Mesmo que não seja o queridinho entre a maioria, o Windows Phone está entre nós e tem equipado uma quantidade cada vez maior de modelos. O iPhone com seu sistema operacional exclusivo e o Android, que está na grande maioria de smartphones da atualidade, ainda são a preferência do público consumidor quando o assunto é interface móvel.

Apesar de o Windows Phone estar presente em praticamente todos os modelos da Nokia, graças a uma parceria entre a empresa finlandesa e a Microsoft, o sistema ainda representa uma parcela bem pequena dos dispositivos móveis comercializados atualmente.

Por outro lado, a Microsoft trabalha para reverter esse problema e mostrar que o Windows Phone tem capacidade de sobra para equipar aparelhos top de linha das maiores fabricantes mundiais como Samsung e LG, por exemplo. De fato, isso já vem sendo adotado, já que a Samsung anunciou recentemente o modelo Ativ SE que utilizará o Windows Phone 8 como sistema padrão ao invés do Android.

A Microsoft tem trabalhado muito para mostrar ao consumidor que seu sistema operacional merece mais destaque no mercado graças a alguns detalhes exclusivos que não existem no Android, tais como o maior controle dentro da tela de bloqueio; com isso, o usuário pode ver uma quantidade significativa de dados na tela de bloqueio, como notificações de redes sociais, ligações, informações do tempo e fotos de artistas ou álbuns que estejam tocando.

Outra função também bastante desconhecida é a possibilidade de navegação entre apps. Para isso, basta segurar o botão “back” para ver um painel com todos os apps abertos. Outra função também pouco conhecida é o identificador de músicas; assim como o famoso “shazam” basta clicar na lupa para ir ao Bing e então clicar no ícone de música.

É possível também controlar o uso da rede de dados em tempo real. Para isso, basta ativar o Data Sense na lista de aplicativos e definir o limite de dados contratado com a operadora. Com isso, será possível saber se o limite de dados está se aproximando do limite para evitar que a velocidade seja reduzida ou que o usuário pague mais por ter estourado o seu limite.

De fato, o Windows Phone 8 tem uma quantidade muito grande de recursos interessantes e a Microsoft pretende ampliar ainda mais para consolidar-se nesse mercado cada vez mais concorrido dos smartphones.

Por Ebenezer Carvalho

Foto: divulgação


A Microsoft vai permitir a visualização da sua breve nova versão Windows Phone 8.1. A atualização do programa, neste primeiro momento, é apenas uma amostra para os que se inscreveram no Programa de Desenvolvedores da empresa. Outros interessados podem acessar a página da companhia e se cadastrar e instalar em qualquer smartphone que possui a última versão da Microsoft, o Windows Phone 8. A visualização será demonstrada como uma fase de testes para quem quiser participar. A liberação acontecerá no próximo dia 14 de abril. A edição final do sistema será lançada em pouco tempo.

Segundo o site de tecnologia Neowin, a Microsoft iria liberar o acesso aos desenvolvedores no próximo dia 10 de abril, mas alguns erros foram encontrados na versão atual do Windows e a empresa preferiu adiar os testes do novo Windows Phone 8.1. A companhia adiou a apresentação da amostra e está fazendo as correções necessárias para a boa impressão dos usuários que irão testar a nova atualização.

Um outro programa foi lançado pela Microsoft com esse mesmo objetivo de liberar a visualização prévia e a possibilidade de manusear o futuro aplicativo. É o que acontece com o dispositivo Preview for Developers, que permite aos usuários cadastrados o recebimento de versões de testes do Windows sem a influência de fabricantes e operadoras. É o programa puro. Qualquer usuário pode se cadastrar e participar da ação, contudo é preciso lembrar que o sistema pode apresentar erros a todo momento, afinal é apenas uma fase de testes.

A apresentação do Windows Phone 8.1, contudo, já foi realizada. O programa apareceu nessa última quarta-feira (02/04) no evento BUILD 2014, em San Francisco nos Estados Unidos. A nova atualização do aplicativo pretende atender algumas reclamações feitas por consumidores. Algumas delas são o funcionamento da central de notificações Action Center, os papéis de parede nas Live Tiles e a elaboração de uma nova assistente virtual.

O programa em sua fase final deverá chegar em meados de junho, de acordo com a Microsoft.

Por Carolina Miranda

Windows Phone 8.1

Foto: Divulgação


Em um evento fechado que foi realizado na manhã deste domingo (23/02) no MWC 2014 em Barcelona vários executivos da Microsoft conversaram com a imprensa e falaram sobre as próximas novidades que podem aparecer nos sistemas operacionais Windows 8 e Windows Phone.

Além disso, a empresa também comentou sobre a compra da empresa Nokia e como serão feitos os negócios daqui para frente. A ideia deles seria manter a empresa finlandesa independente, mas alguns produtos vão ter mais atenção do que outros no que depender da Microsoft.

O Windows 8.1 para PCs tradicionais ganha mais atenção:

A próxima atualização do Windows 8 provavelmente será liberada no mês de abril. Já de forma imediata, os aplicativos da loja do sistema poderão ser executados a partir da Área de Trabalho, e não mais somente na tela cheia da interface Modern.

Os botões "pesquisa" e "desligar" vão poder ser acessados de forma mais simples e rápida, trazendo assim mais eficiência para o utilizador. O menu Iniciar clássico, que muitos apreciadores desejavam que voltasse, vai infelizmente ficar de fora.

“Não estamos abandonando a usabilidade do toque”. Não há nenhum impacto negativo. Nossa intenção é manter essa experiência, mas pensamos que poderíamos melhorar o Windows para usuários de mouse e teclado", disse Belfior em entrevista à revista de tecnologia americana.

A nova atualização não vem com muitas novidades, mais deve agradar a seu público-alvo mais ligado em tecnologia.

Smartphones com Windows Phone 8.1 serão ainda mais baratos:

O Suporte para aparelhos dual-chip é uma das muitas novidades do Windows Phone 8.1. Segundo a empresa, o sistema operacional ainda conta com live tiles separadas para o discador e para as mensagens recebidas em cada número, facilitando assim a transição entre um SIM card e outro.

Ainda sem data anunciada, o Facebook Messenger deve ser o próximo grande aplicativo a ser produzido para a plataforma do Windows Phone.

O SO passará ainda a ter suporte para os processadores Snapdragon 200, 400 e 400 LTE. Essa característica vai permitir o lançamento de smartphones com um custo ainda mais baixo do que o do Lumia 520. Um vídeo que foi divulgado neste domingo mostra um Nokia Lumia 520 rodando o Windows Phone 8.1.

Existem grandes expectativas com relação ao Windows Phone 8.1, que promete chegar com muitas novidades, mais é esperar para ver se vai agradar ao público e ter uma boa tiragem de venda.

Por Jaime Pargan

WP 8.1

Foto: Divulgação


Uma das reclamações constantes dos usuários do sistema operacional móvel da Microsoft, Windows Phone 8, eram os recursos de voz muito limitados e a ausência de um assistente de voz como no iOS (Siri) e Android (Google Now).

Mas para a felicidade dos amantes de Windows Phone, alguns rumores começaram a circular sobre um assistente de voz. O suposto codinome do projeto seria Cortana, nome do personagem que é um holograma feminino presente na série de jogos Halo.

E parece que agora podemos ter uma certeza de que a nova versão da plataforma móvel da Microsoft terá a Cortana como assistente de voz. Isso porque a Microsoft contratou a atriz que dublou Cortana para trabalhar na equipe de desenvolvimento do aplicativo.

A escolha de Jen Taylor para a voz do projeto envolve um pouco de marketing também, pois Cortana é uma inteligência artificial em Halo, que por sua vez, é um título exclusivo do console Xbox da Microsoft, e o jogo é publicado pela mesma.

O portal de notícias sobre tecnologia dos Estados Unidos, CNET, informou que além dos smartphones e phablets com Windows Phone, os usuários de serviços como o aplicativo Bing para iPhone, Xbox One e a próxima versão do Windows, também serão agraciados com a presença da nova e útil assistente de voz da Microsoft. Essa foi uma jogada de marketing fabulosa da empresa americana, que aproveitou para divulgar seu game exclusivo e ao mesmo tempo trouxe um novo recurso para diversos aparelhos.

O esperado, é que Cortana chegue nos dispositivos Lumia da Nokia em abril, mês que acontece a conferência anual para desenvolvedores da Microsoft. Será nesta mesma conferência que a Microsoft anunciará a nova versão de seu sistema operacional para desktops – o suposto (e aguardado) Windows 9.

Temos que assumir que Cortana é um personagem icônico da série Halo e agora que a Microsoft irá lançá-la como assistente de voz, está claro que tanto o jogo quanto os demais serviços da Microsoft ganharão um bom número de novos usuários.

Assistente de voz Cortana

Foto: Divulgação


Natal, Réveillon e outros aniversários de amigos e familiares que ainda estão por vir. É assim que estamos dividindo os próximos dois meses que restam em 2013, enquanto nos preparamos para um turbilhão de festa, a tecnologia também não para.

Atento a esses dias, o mercado tecnológico está se preparando para receber em janeiro uma enorme gama de telefones, tablets, laptops, e tudo que as empresas podem desenvolver em questões de aparelhos móveis.

Abaixo você encontrará as últimas novidades do que podemos esperar para  próximo ano.

Novos Samsung Galaxy?

A Samsung dificilmente perde a oportunidade de chamar a atenção para si mesma, e sua presença em 2013 foi diferente. Vimos seu protótipo para um display flexível, entre muitas outras novidades e notícias. Então, sim, a Samsung deixou uma boa impressão. Para 2014, poderemos admirar as novidades em torno do Galaxy Round e Galaxy S5.

Maior presença da Microsoft, mas não retorno triunfal.

A Microsoft está de volta, mas minimizou seus planos para 2014. Isso não quer dizer que a Microsoft não vai sair em vigor, as novidades giram em torno da expectativa gerada para o Windows 8.1 e Windows 8.1 RT, e as vendas de Surface 2 e Surface Pro 2.

Sony com seus aparelhos da próxima geração.

O CEO da Sony, Kazuo Hirai, está programando para entregar um discurso como parte da série principal dos Titans Tech, onde CEOs das empresas mais poderosas da tecnologia apresentam suas visões de revolução em produtos, serviços e redes.

A Sony estará saindo de uma temporada de férias, onde viu o lançamento do PS4, e alguns telefones de alta potência. Mas a empresa está supostamente trabalhando em uma realidade virtual de fone de ouvido que promete uma melhor experiência para o usuário.

Essas são algumas novidades tecnológicas que já estão sendo apontadas para 2014, mas como bem sabemos, o mundo tecnológico é algo constante e desafiador, portanto mesmo que ainda não divulgadas as expectativas de chegada de novas tecnologias para o próximo ano são grandes. 2013 já foi um ano bastante movimentado no segmento de dispositivos móveis, agora esperamos o que nos aguarda 2014.

Por Jaime Pargan

Samsung Galaxy Round

Samsung Galaxy Round

Foto: Divulgação


A tecnologia atual chegou a um nível onde os botões físicos são cada vez menos necessários. Além de agregarem um custo maior às fabricantes, eles ainda são muito passíveis de defeitos já que são constituídos por diversos componentes físicos. Graças aos avanços na criação de displays mais modernos, o touch passou a ser utilizado também no lugar de alguns botões, o que facilitou bastante a vida do usuário.

Agora, a tendência vem tomando um novo rumo para esse tipo de dispositivos e chegamos a um ponto onde não são necessários mais botões físicos para controlar qualquer aspecto do aparelho. Segundo fontes do site especializado The Verge, a Microsoft pretende extinguir os botões necessários de seu Sistema Operacional móvel para adotar botões na tela, assim como já faz seu principal concorrente, o Android.

Windows Phone

Foto: Divulgação

Com isso, o valor final dos aparelhos com o Windows Phone poderia ser reduzido. A empresa afirma ainda que deixará à escolha das fabricantes a decisão de criar ou não os botões voltar, início e pesquisa. Os botões na tela devem ficar em uma barra preta que estará no mesmo local onde os botões físicos ficavam anteriormente.

Dessa forma, a Microsoft tenta encorajar as fabricantes a produzirem aparelhos de menor custo, algo que poderia alavancar as vendas de aparelhos com o Sistema Windows Phone 8.

Por Ebenézer Carvalho


A Microsoft anda pensando em como facilitar a navegação de seus usuários em sua nova  loja virtual. Essa foi a informação que fontes ligadas à companhia revelaram. Uma nova estratégia está sendo montada para competir com a Apple e sua App Store, e o Google com sua Google Play. A ideia é unificar as lojas Windows Phone (WP) Store e Windows Store.

Uma reunião na companhia foi realizada no dia 26 de setembro, para alinhar as estratégias com o chefe da divisão de sistemas operacionais da empresa, Terry Myerson. Segundo as fontes, o executivo anunciou mudanças para a loja virtual do Windows 8.1. Mas, mas ainda não há previsão de sua inauguração.

A intenção é que o acesso dos aplicativos da multiplataforma seja no mesmo lugar. Atualmente, existem alguns problemas na execução da loja e quem tenta baixar aplicativos pagos, por exemplo, possui algumas dificuldades. Muitos só conseguem comprá-los se estiverem em um smartphone com Windows Phone 8 ou um tablet Surface híbrido com Windows RT.

Parece que os desenvolvedores da marca já estão trabalhando para produzir apps multiplataforma. Ainda não foi divulgado como será o funcionamento dessa loja, mas tudo indica que a abordagem será do mesmo padrão da App Store da Apple. 

Por Jaime Pargan


Na segunda semana de outubro, Peter Bebek, gerente de produção da Microsoft, anunciou que o novo Office 2013 também terá versões para iOS e Android. A afirmação foi feita em uma entrevista coletiva que aconteceu na República Tcheca.

A novo Office será suportado tanto por smartphones quanto tablets, porém, só será disponibilizado no mês de março de 2013. Além disso, a filial da Microsoft, situada na República Tcheca também divulgou uma nota oficial, após a entrevista de Bebek, dizendo que além de estar disponível para o Windows 8, o Office 2013 também será lançado para Windows Phone, Mac OS, Windows RT, iOS, Symbian e Android. Ainda, o iPad também ganhará uma versão exclusiva do Office Web Apps e da suíte do Office completa.

Os clientes corporativos poderão adquirir o novo Office a partir do mês de dezembro de 2012. Os clientes pessoa física poderão adquirir a nova versão em fevereiro de 2013. Somente a versão para dispositivos móveis chegará em março.

Essa com certeza é uma ótima notícia, pois vai facilitar muito a utilização de arquivos em Word, Excel e PowerPoint também em tablets e smartphones, que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado mundial.

Por Guilherme Marcon


Todos os usuários que possuem smartphones já devem ter notado que é possível abrir vários aplicativos ao mesmo tempo, mas sem dividir a tela, apenas deixando-os em segundo plano.

O nome deste recurso é chamado de multitarefas, ou multitasking, porém nem todas as plataformas oferecem suporte a esta ferramenta como, por exemplo, o iOS que pausa o aplicativo em segundo plano, fazendo com que ele pare de ser executado.

A Microsoft anunciou que o Windows Phone 8 não terá este tipo de sistema. Isso, porque a nova plataforma da Microsoft contará com um sistema multitarefas real. O maior exemplo deste funcionamento é o Skype, que poderá receber e realizar ligações sem precisar fechar nenhum aplicativo, pois enquanto a ligação é realizada, os outros aplicativos continuam trabalhando.

Nem todos os softwares terão suporte para essa tecnologia, mas a Microsoft promete que as bibliotecas que a ativação do recurso precisa já estarão disponíveis no kit de desenvolvimento para o Windows Phone 8. Isso significa que para um aparelho, com o sistema operacional da Microsoft, ser multitarefa basta que os desenvolvedores ativem o suporte multitarefas pré-existente.

Por Guilherme Marcon


Tendo em vista o súbito crescimento da Marketplace, que é a loja dos apps para Windows Phone, começou a haver atraso na aprovação de novos aplicativos. Sendo assim, vários desenvolvedores reportaram lentidão na publicação de seus apps na loja da Microsoft.

Com isso, a empresa divulgou uma nota oficial na sua página de desenvolvedores, informando que a lentidão é causada pelo aumento expressivo de 60% na quantidade de aplicativos da Marketplace em apenas três meses, que já chega a 80 mil apps.

Ainda de acordo com a empresa, a loja foi lançada em outros países, o que tornou mais difícil manter o prazo de um dia útil na aprovação dos novos aplicativos.

Tendo em vista a lentidão ocorrida, a aprovação demora vários dias e, na tentativa de resolver o problema, a Microsoft vem aumentando a capacidade dos seus servidores para que haja um maior suporte ao grande tráfego no sistema de publicação de aplicativos da empresa.

Além disso, a equipe de funcionários está sendo readaptada para que o processo seja mais ágil. Com as alterações feitas, o tempo médio será de 2,6 dias úteis para teste e aprovação dos novos aplicativos. 

Por Guilherme Marcon


Com o constante crescimento do mercado de celulares inteligentes, a Microsoft e a Nokia enfrentam um problema sério com relação ao seu Windows Phone. Isso, pelo fato de o mercado estar dominado pelo iPhone e pelo Android, e todos os desenvolvedores focarem nestes dois para o desenvolvimento de aplicativos.

Com esse problema em mãos, a Microsoft e a Nokia resolveram investir 18 milhões de euros no desenvolvimento de um programa que criará aplicativos, chamado AppCampus. O projeto do programa será conduzido pela Universidade Aalto, no período de três anos.

Aplicativos populares como o das redes sociais Twitter, Foursquare e Facebook estão disponíveis para o Windows Phone, o problema são os aplicativos especializados e diferenciados. Em comparação aos 500 mil apps disponíveis na App Store ou na Google Play, os 65 mil aplicativos da Windows Phone Marketplace são muito fracos na competição de mercado.

Em uma pesquisa realizada pelo IDC/Appcelerator, apenas 37% dos desenvolvedores se interessam pelo Windows Phone, enquanto 79% se interessam pelos Android e 89% pelo iPhone.

O grande problema agora é enfrentar a baixa qualidade dos apps, sem esquecer a baixa quantidade de apps disponíveis, para o WP, fato que tem prejudicado o apelo publicitário feito pela Nokia com relação ao Lumia.

Por Guilherme Marcon


Os lançamentos mais falados da empresa Nokia são os dois celulares em parceria com a Microsoft. Esses celulares terão sistema operacional Windows Phone.

Chamados de Lumia 710 e Lumia 800, ambos apresentam processadores de 1,4 GHz e telas de 3,7 polegadas (também 800 x 480), mas há algumas diferenças entre eles.

O Nokia Lumia 800 possui tela de vidro de 3,7 polegadas Amoled, curvada; processador de 1,4 GHz Qualcomm; e câmera com lente f/2.2 Carl Zeiss de 8 megapixels. Além dessas inovações, seu armazenamento interno é de 16 GB.

Já o aparelho Nokia Lumia 710 é considerado a versão mais fashion do Lumia 800, com capas coloridas que podem ser trocadas quando o usuário quiser. Esse aparelho tem memória menor que a versão Lumia 800 (8GB), com câmera de 5 megapixels.

A operadora TIM é a única que já está aceitando pré-cadastro de interessados em adquirir um dos smartphones, mas sem previsão de preço e de chegada do aparelho.

A especulação é que o Lumia 710 custe em torno de R$ 1.199 e o Lumia 800, R$1.699, chegando ao Brasil no dia 24 de março.

Os dois aparelhos serão fabricados na zona franca de Manaus.

Por Raquel Torres C. Bressan

Fonte: Terra


A Microsoft sabe que as vendas do smartphones com o seu sistema operacional Windows Phone 7 não vão bem. A participação no mercado é pequena e a Apple e os aparelhos com Android seguem dominando o mercado e deixando a Microsoft para trás. Mesmo assim a empresa americana, criadora do Windows, do Office e do Internet Explorer, quer vender 100 milhões unidades de smartphones com WP7 por ano.

O otimismo da Microsoft parece exagerado. Mas talvez não seja, já que ela tem uma carta na manga chamada Nokia. A companhia finlandesa pode ter papel fundamental para o Windows Phone 7 crescer no mercado. A razão é simples: ao contrário dos outros parceiros da Microsoft, a Nokia, uma das maiores fabricantes de celulares do mundo, vai investir quase que exclusivamente no Windows Phone.

Ainda não é possível dizer que isso será suficiente para a vitória da dupla Nokia-Microsoft. Pra dizer isso teremos que esperar o lançamento do primeiro smartphone nascido da parceria. O que deve ocorrer ainda este ano. Recentemente um vídeo desse suposto primeiro aparelho vazou na internet.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: BGR


A Microsoft disponibilizou pacote de atualização para o Windows Phone 7, sistema operacional usado em smartphones. A atualização veio com o recurso que permite copiar e colar texto e está disponível desde o dia 22 de março no site da Microsoft.

O recurso copiar-colar foi bastante solicitado pelos usuários de telefones celulares que rodavam com o Windows Phone 7. Na época em que foi lançado, o iPhone também não tinha tal função e foi alvo de reclamações dos seus proprietários até que conseguiram ganhar o prático recurso.

Além desse benefício, outras novidades foram embutidas, como melhoria no desempenho, modificações na loja virtual de aplicativos (a Windows Phone Marketplace), além de ajustes no sistema de conexão Wi-Fi e no Outlook.

Quem fizer o download dessa atualização vai contar com melhor qualidade de câmera, áudio e no recurso que possibilita o recebimento de mensagem multimídia.

Por Andrea Gomes


Depois do chefe-executivo da Nokia anunciar que a fabricante não tinha um produto à altura do iPhone, eis que mais uma novidade vem à tona: Nokia e Microsoft se uniram para produzir um smartphone que terá tudo para concorrer com o iPhone.

No dia 11 de fevereiro, foi feita a divulgação da notícia de que as duas empresas vão se tornar aliadas para entrar na briga pelos smartphones com o Google e Apple. Segundo a Nokia, o seu celular inteligente vai rodar com o famoso sistema operacional da Microsoft, o Windows, só que será uma versão específica para os portáteis, o Windows Phone 7.

Como não poderia deixar de ser, o mecanismo de busca online do aparelho (e de todos os outros da Nokia) vai ser o Bing. Muitos analistas dizem que outras fabricantes de celulares como LG e Samsung estão investindo no sistema Android, havendo pouca adesão ao Windows Phone. Porém quando o produto chegar às lojas todos vão ficar sabendo o resultado dessa disputa.

Por Andrea Gomes


A guerra dos sistemas operacionais acaba de conhecer um componente de peso. A Microsoft demorou a inovar na briga e perdeu terreno, mas anunciou os números que revelam o desempenho do recém-lançado Windows Phone7. Segundo a empresa, em três meses 2 milhões de cópias do sistema foram vendidas.

Além do desempenho nas vendas, a empresa ainda confirmou a existência de 6,5 milhões de aplicativos para o sistema na Microsoft Store.

Apesar disso, a Microsoft ainda está bem atrás da Apple. A fabricante do iPhone anunciou a venda de 16,2 milhões de aparelhos no mesmo período.

Aparelhos com Windows Phone7 ainda não chegaram ao Brasil.

Por Camila Porto de Camargo


Visando a retomada de espaço no mercado eletrônico, a Microsoft anunciou nesta última segunda-feira, 11 de outubro de 2010, o lançamento de aparelhos de telefonia móvel que irão utilizar o sistema Windows Phone 7.

Steve Ballmer, diretor geral da empresa, apresentou nesta ocasião nove aparelhos com o novo sistema, com os quais pretende competir frente a frente na área de internet móvel.

Atualmente, as empresas que estão dominando este setor são a Google, a Apple e a Research in Motion. Nas próximas semanas, os novos celulares da Microsoft serão colocados à venda em trinta países, através de quase sessenta operadoras, como a Orange, Telefónica, T-Mobile e a AT&T.

Por Elizabeth Preático

Fonte: Band


Na contramão do mercado, a LG anunciou que quer ser a primeira a usar o novo sistema operacional móvel da Microsoft, o Windows Phone 7. Enquanto todos querem investir no Android, a fabricante afirmou em entrevista que quer sair na frente e já disponibilizar celulares com a nova plataforma.

Pelo o que parece, o primeiro smartphone da LG a rodar o Windows Phone 7 será o LG Panther. O que se sabe até o momento é que o smartphone terá teclado QWERTY e tela touchscreen de 3,8 polegadas.

Ainda não há informações de como o Windows Phone 7 será, mas pelo o que foi visto na primeira apresentação do sistema, ele terá um visual bem mais moderno que as versões anteriores, que só funcionam com a ajuda constante da canetinha stylus.

Por Camila Porto de Camargo 

Fonte: Tudo Celular


Mal se recuperou da queda depois do fracasso do Kin, a Microsoft já se vê envolvida em mais rumores sobre uma possível volta ao mercado de gadgets. De acordo com o site ZNDNet, o desenvolvimento de um protótipo de celular foi creditado à fabricante de softwares.

Chamado de Menlo, o aparelho tem algumas características interessantes, a começar pelo fato de rodar o Windos Embedded CE 6.0, com possível upgrade para o Windows Mobile 7, tela touchscreen de 4,1 polegadas e um estranho barômetro acoplado.

Apesar de não haver indícios sólidos sobre a participação da Microsoft no desenvolvimento do protótipo, pelo fato de ele rodar os SO da empresa, especula-se que ele seria um aparelho focado no teste de novos aplicativos para a plataforma.

Por Camila Porto de Camargo

Fonte: Baixaki


Parece que a Microsoft está mesmo diante de um fracasso total. Não, não estou falando nem do Windows nem do Office. As vendas dos softwares da empresa continuam em alta. Para se ter uma ideia, o Windows 7 vende 7 unidades a cada 7 segundos e já somam cerca de 150 milhões. Ou seja, o negócio da Microsoft é mesmo software.

No entanto, a empresa resolveu fabricar e vender celulares. E a coisa não deu muito certo. Tanto que a empresa anunciou que não lançará mais o Kin One e Kin Two na Europa devido às fracas vendas.

Recentemente a Verizon fez uma rebaixa de preços, mas tudo indica que isso não foi suficiente. Agora a Microsoft pretende apenas vender os estoques existentes, e concentrará seus esforços no sistema operacional Windows Phone 7. Afinal, é o que eles sabem fazer de melhor.

Por Maximiliano da Rosa


Há quinze anos atrás Bill Gates, o fundador da Microsoft escreveu o livro “Estrada do Futuro” onde ele fez uma série de previsões sobre como seria o mundo no futuro em relação à diversas tecnologias e a internet, principalmente.

Entre erros e certos, Gates mostrou ter uma visão um tanto utópica sobre o futuro. Mas não há como negar que suas ideias contribuíram para transformar certos conceitos. Por exemplo, foi graças ao Windows 95 que a internet começou a ganhar a sua devida importância.

Não é à toa que ele se tornou o homem mais rico do mundo e construiu um império. Se hoje estamos acostumados com diversas tecnologias que facilitam a nossa vida, é bom saber que muita coisa foi imaginada por ele.

Foi Gates quem previu as redes sociais e imaginou que as pessoas carregariam computadores nos bolsos. Não é isso o que conhecemos hoje como smartphones?

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Terra


Steve Ballmer, CEO da Microsoft esteve ontem no Brasil e deu uma palestra para universitários. Ele ainda aproveitou para apresentar a nova versão do comunicador Windows Live Messenger. Entre as muitas novidades destaca-se a integração com o Facebook. Há também uma página para acessar outros serviços como YouTube, MySpace e Linkedin.

Hoje a novidade fica por conta das imagens divulgadas do novo Messenger para iPhone. Ele conta com recursos semelhantes à versão para Windows, incluindo a integração com o Facebook, e não poderia faltar, claro, a possibilidade de envio de imagens direto para a rede social. O tradicional sistema de chat (afinal, esse é o recurso principal) ganhou uma melhorada na interface.

O Messenger para iPhone estará disponível para testes em Maio. A versão final será lançada no mês de Junho.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: TechGuru


Semana passada a Microsoft convidou a imprensa para um evento misterioso. Mas maioria dos especialistas apostou no lançamento de seu novo smartphone. E isso, de fato, aconteceu. Na verdade foram lançados dois modelos. Batizados de Kin One e Kin Two (e não de Turtle conforme se chegou a noticiar), os dois aparelhos são fortemente focados nas rede sociais. Essa é uma tendência que está se firmando e a empresa de Redmond não quer ficar para trás.

E já que o design dos aparelhos não são lá grande coisa, vamos falar do que ele tem a oferecer. Em primeiro lugar, as redes sociais: Facebook, MySpace e Twitter estão lá, e podem ser acessadas diretamente na tela inicial dos telefones, que são produzidos pela Sharp.

Além das funções básicas, o aparelho utiliza o sistema de reprodução de mídia do Zune, da própria Microsoft. Os modelos contam ainda com câmeras de até 8 megapixels.

Os aparelhos serão lançados em Maio, nos Estados Unidos e Europa em parceria com Verizon e Vodafone.

Confira no Vídeo abaixo a apresentação do Kin One e Two

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: G1


O player da Microsoft está no mercado já faz alguns anos. E nesse meio tempo jamais fez frente ao líder, o iPod. Mesmo contando com recursos interessantes, que o ajudou a conquistar muitos e entusiasmados fãs.

Porém, para engrossar sua fila de seguidores, um de seus pontos negativos era o preço, salgado demais. E por enquanto ainda não se sabe se isto vai mudar, já que ele está sendo vendido apenas nos Estados Unidos, ou através de conhecidos sites de leilão na internet.

De qualquer maneira demos uma olhada no aparelho e constatamos algumas coisas. Em primeiro lugar a tela OLED de 3,3 polegadas conta com uma interface bem planejada e intuitiva, cujo destaque é o chip da nVidia.

Já o design metálico é bastante elegante.

O fone de ouvido, por exemplo, até que é melhor que o do iPod Touch, mas o aparelho em si não vai muito além disso quando se compara ao player da Apple. Principalmente se começarmos a falar de aplicativos disponíveis. Para se ter uma idéia, o site da Microsoft conta com menos de uma dezena de aplicativos para seu novo player.

Talvez a única exceção que conte pontos a favor fique por conta da bateria, capaz de durar muitas horas fora da tomada.

Por Maximiliano da Rosa





CONTINUE NAVEGANDO: