O natal é uma das melhores épocas do ano para vendas. Neste período, faturamento e a lucratividade tendem a aumentar, mas é preciso saber planejar e preparar toda a equipe. Por isso, é fundamental que os vendedores estejam bem preparados, ou seja, que recebam treinamento adequado e façam cursos na área, por exemplo. O conhecimento aliado à prática faz a diferença para o resultado.

Outros tipos de estratégias podem ser adotadas como, por exemplo, a fidelização do cliente. Desta forma, é essencial que o vendedor saiba criar um bom relacionamento e fazer um atendimento de excelência, e, assim, surpreender a pessoa. Além disso, a loja deve programar e planejar as suas compras com os fornecedores com antecedência, ficar por dentro dos lançamentos, ou seja, saber bem a sua preparação nesta época do ano.

A tecnologia deve ser vista como aliada para ajudar no faturamento de vendas. Neste sentido, o Whatsapp é uma excelente ferramenta e oferece vários recursos, a fim de alavancar o marketing e divulgar as promoções do período, por exemplo. Além disso, outros itens devem ser considerados essenciais neste período como o controle de estoque, para que a empresa não corra o risco de não conseguir suprir as demandas altas do natal ou atender a todos os pedidos dos clientes. A organização, também, é palavra chave para esta época. Deixe todos os itens organizados, limpos, sobretudo porque o fluxo de pessoas nesta época do ano é alto nas lojas.

Outra dica para investir e aumentar o faturamento são os softwares de ERP, que podem aumentar a lucratividade, porque o sistema integra todos os dados e processos de organização em um único sistema. Desta forma, ele pode ser útil para a tomada de decisão mais acertada e ágil, além de fornecer informação da gestão da empresa e poder impactar diretamente os vendedores em diversos setores. O ERP também simplifica os processos porque unifica vários tipos de informações, que tendem a ficar espalhadas por arquivos, planilhas, documentos e pastas.

Neste sentido, aproveite para conhecer a empresa Ausland, que é a primeira fabricante de ERP da América Latina a conseguir a certificação ISO 9001, e tem como objetivo oferecer as melhores soluções para os negócios. Para saber mais, é só acessar o site: http://ausland.com.br/.


Finalmente, o iPhone está disponível para a venda nas revendedoras e lojas da China Mobile.

A Apple passou anos tentando negociar de forma proveitosa para ambos os lados com a empresa de telefonia chinesa.

Como forma de gratidão, e demonstrando como a parceria entre as duas empresas era importante, Tim Cook, CEO da Apple, marcou presença no evento de lançamento da China Mobile. Tim Cook conheceu os novos consumidores, posou para fotos e inclusive autografou iPhones.

A operadora de telefonia chinesa tem cerca de 740 milhões de usuários, porém as empresas concorrentes China Unicom e China Telecom já tinham selado suas parcerias com a Apple desde o mês de setembro do ano passado, o que lhes garantia certa vantagem sobre a China Mobile.

Além disso, os contratos da China Mobile são mais caros e menos atrativos que os da China Unicom e China Telecom, porém mesmo assim, a Apple perderia uma fatia grande de usuários que preferem pagar um pouco a mais e obter sinal 4G na rede TD-LTE, que é mais estável e significativamente mais rápida do que a rede de ambas as concorrentes.

E realmente, a parceria parece ser incrivelmente proveitosa para a empresa americana. Ainda segundo Cook, a Apple vendeu mais iPhones na região da China continental do que qualquer período anterior.

Além dos benefícios citados anteriormente, a China Mobile levará o iPhone a cidades onde ele não estava disponível para a venda. Com o novo contrato entre a operadora e a Apple, o iPhone agora será vendido em mais 3 mil cidades chinesas.

Cook disse ainda que não se preocupa com dispositivos Android de baixo custo, afirmando que 57% dos dispositivos que acessam a internet da China usam iOS.

Mesmo que Cook não queira admitir, a Apple está juntando suas forças para combater o Android, que corresponde a 66% do mercado chinês.

Este foi definitivamente um passo estratégico para um domínio territorial ainda maior da Apple e seu smartphone high-end.

Por Júnior Beluzzo

iPhones nas lojas da China Mobile

Foto: Divulgação


Sabemos que superar o Apple iPhone 5S em vendas não é algo simples. Porém, como o mercado de celulares sempre traz surpresas e mudanças, o fato é que, no Japão,  o Sony Xperia Z1f está conseguindo, em sua terra natal, alcançar essa façanha. 

O Sony Xperia Z1f, que é um modelo de tipo ‘’mini’’, tem previsão para chegar este ano no cenário ocidental. E, claro, as expectativas são as melhores possíveis por conta desses números fantásticos que estão sendo atingidos em terras nipônicas.

Essa nova aposta da Sony promete causar ainda mais transformações no mercado de celulares em todo o mundo. Algumas características marcantes do produto são as seguintes: 4.3 polegadas, processador Quad-Core de 2.2 GHz Snapdragon 800 e 2 GB de RAM, além de uma câmera digital de 20.7 MP. Sem falar do  ecrã IPS HD (720p).

Outro ponto super a favor é sua bateria de grande duração, isto é, uma bateria bem autônoma e que serve para toda hora. Sua duração, como apontam especialistas do setor de telefonia é, sem sombra de dúvida, uma das melhores da atualidade. 

O fato é que o Sony Xperia Z1f é muito mais que um modelo mini de seu produto, pois ele é bem inovador e complexo, de modo que não segue somente os parâmetros convencionais do mercado de celulares. Seja como for, ainda não dá para saber quando o produto vai realmente chegar de forma oficial no ocidente.

Porém, com o evento de celulares, o Consumer Electronics Show 2014 em Las Vegas, o fato é que já podemos esperar novidades e, quem sabe, uma grande apresentação Sony Xperia Z1f . Assim, com bastantes elogios e também superando, no Japão, o poderoso Apple iPhone 5S em termos de venda, esse celular japonês promete ir além do que esperamos.

Agora é esperar para ver se, no mundo ocidental, o aparelho terá o mesmo sucesso que vem tendo no Japão.

Por Juan Wihelm

Sony Xperia Z1f

Foto: Divulgação


Apresentado em Agosto e lançado no mês passado, o G2 da LG apresentou um design fino com  traços bem modernos que sem dúvida já caiu no gosto  dos consumidores mais assíduos da tecnologia. O G2 desde então vem chamando a  atenção também da crítica devido ao seu ousado perfil competidor e também por já estar sendo comparado com os demais veteranos como o Galaxy S4 que estão á frente no mercado.

O sucessor do modelo Optimus traz duas câmeras sendo que a traseira possui uma ótima resolução, representando 13 megapixels e o diferenciado flash de LED.Infelizmente o ponto que deixa a desejar é a memória que não pode ser expandida po SD. 

Os botões de hardware do dispositivo estão localizados na parte traseira, o que o torna ainda mais interessante e curioso e conta com o software KnockOn e o processador ultramoderno Quad Core Snapdragon 800. Além das cores extraordinárias e com muito brilho, o G2 também conta com a tecnologia Gorrila Glass, que impede que a tela se quebre.

O material passa por um processo  onde a temperatura chega a quatrocentos graus fazendo com que os íons de sódio do vidro sejam substituídos por outros elementos como o potássio que vai garantir uma qualidade a nível "semi- blindagem". 

O mais novo mebro da família LG, deve ter a versão Android KitKat até o mês de março do próximo ano. O G2 que já entrou para a lista dos mais preferidos de 2013 tende a vir com essa atualização nos próximos lotes que devem ser fabricados a partir de Fevereiro.

Outro smatphone que etsá prestes a receber o Android 4.4 é o é o HTC One. A maior concorrente da atualidade, a Samsung, anunciou que a atualização de seus aparelhos deve acontecer em poucas semanas.O grande diferencial do Android KitKat 4.4 é que ele pode ser tolerado em 512MB sw RAM devido ter uma codificação mais leve.

Por Luciana Ávila

LG G2

Foto: Divulgação


3,1 milhões de unidades é a diferença que separa o mais vendido, os chamados feature phones (aparelhos convencionais) dos smartphones, no Brasil. Os números vêm da IDC: são  26,4 milhões de unidades contra 23,3 milhões de unidades de smartphones no primeiro trimestre deste ano.

No terceiro trimestre do ano, entretanto, a venda de smartphones tem crescido, acrescentando dois dígitos aos números, enquanto que a venda dos feature phones tem caído.

Importante lembrar que  a IDC  se baseia nos números dos fabricantes para o varejo e operadoras ao invés de falar dos números divulgados pelas vias dos consumidores finais.  O que traz uma boa diferença entre os números divulgados pela IDC e pela ANATEL: 49 milhões e 700 mil  celulares chegaram ao mercado nos primeiros meses do ano. Segundo a Telecom, somente 11 milhões de novas linhas foram ativadas no país este ano. Uma quantidade razoável entre aparelhos vendidos e outro valor em estoques.

Leonardo Munin, analista de mercado da IDCBrasil, declarou ao site do IDC: “O que favorece a venda de smartphones é a  redução no valor do ticket médio para os dispositivos, os grandes fabricantes que atuam no Brasil já voltam quase todo o seu portfólio para este tipo de aparelho”. 

A Motorola aposta que até 60% do total de aparelhos vendidos no final deste ano sejam smartphones.

Outros ingredientes que aquecem as vendas deste tipo de aparelho são as novas marcas lançadas. Com as novidades de modelos e preços menores, como aparelhos com o sistema Firefox OS somando forças como o miolo Intel rodando o Android e Windows Phone. 

“Esta situação permitirá que a nova classe C brasileira entre de vez neste mercado o que poderá impulsionar mais as vendas dos celulares inteligentes”, diz Leonardo Munin.

Por Divarrah

Vendas de smartphones

Foto: Divulgação


Apesar de ter três anos de vida, o smartphone HTC EVO com tecnologia  4G continua sendo um dos mais vendidos até hoje, para a surpresa de muitos consumidores.

Ele foi reelaborado em 2010 e segundo a fabricante desde então apresentou um alto número de vendas. A câmera é considerada incrível e o  design "premium" do aparelho transmite toda a sofisticação surpreendentemente em HD. O dispositivo  tem a opção  em Beats Audio com funções para adicionar a  versão anterior do HTC Sense, tudo para que o consumidor tenha um manuseio mais prazeroso e fácil no dia a dia, relata um representante da marca.

O HTC EVO tem como ponto forte a sua originalidade que satisfez o público mais exigente, incluindo uma armação especial de alumínio que atinge um menor peso. O retorno do estribo lateral HTC EVO garante que os usuários estejam sempre aptos para o entretenimento independente de onde possam estar (principal foco).

Para a prevenção de acidentes o exclusivo vidro "Gorilla" ajuda a mantê-lo em segurança e sempre com boa aparência, mesmo a um longo prazo. O display é  LCD2 Super HD 720p para desfrutar uma  nítida qualidade de imagem, mesmo em ângulos extremos ou ao sol. Os usuários podem acessar milhares de filmes com o sistema HTC Watch, já que download progressivo permite que se comece a assistir os filmes em cerca de  apenas onze segundos. A Camera Capture é tudo o que o os usuários esperavam, ela captura imagens  instantâneas e cristalinas além de fazer vídeo em HD com muita eficácia. O sistema de som conta com o exclusivo  Beats Audio que proporciona um rico e autêntico detalhe dos timbres que se adaptam aos filmes, música, e aos jogos tornando os ainda mais surreais.

Hoje o valor está bem abaixo do seu lançamento e quem se interessar pode encontrar um desses novinhos por aí por cerca de R$ 1.200 na internet.

Por Luciana Ávila

HTC EVO 4G

Foto: Divulgação


Para quem acha que o aumento das vendas dos iPhones deixa o sistema operacional da Apple em primeiro lugar, é preciso olhar alguns dados.

Mesmo o aparelho da gigante ainda ser o queridinho dos consumidores no mundo todo, o Android tem crescido bastante em números de usuários e, até mesmo o Windows Phone, utilizado apenas em aparelhos da marca Nokia – mas que já está em processo de aquisição pela Microsoft – tem visto seus números avançarem.

A participação do Android no mercado subiu 81% e no terceiro trimestre ele foi considerado o quarto utilizado a cada cinco smartphones vendidos. O Windows Phone também foi um dos que obteve aumento nos lucros e já pode se considerar o terceiro dos mais vendidos. Sua participação foi 1,6% maior que a do ano passado. As informações são da consultoria IDC.

Há um ano atrás, o Android tinha 74,9% de participação no mercado. Este ano, as vendas do iPhone aumentaram 25,6% em relação ao ano passado, mas de forma geral, o seu crescimento foi lento e apresentou uma queda de 14,4% a 12,9% para o mesmo período em 2012.

A única que ainda teve o reflexo de seus problemas diante das pesquisas foi a BlackBerry que, por conta das mudanças, teve queda de 41,6%. Um dos motivos é que a própria empresa diminuiu sua participação no mercado.

Mesmo assim, os números são bastante positivos já que o mercado global de smartphones vem crescendo a cada ano devido ao investimento das empresas em oferecer produtos de qualidade a preços mais baixos, uma vez que o valor médio de venda de um smartphone caiu 12,5%, segundo o IDC.

Há algum tempo o Android vem sendo apontado como o browser mais usado em dispositivos móveis e agora o IDC vem confirmar essa aceitação pública.

Por Jaime Pargan

SO Android

Foto: Divulgação


Conforme vão ocorrendo avanços em determinados mercados também começam a surgir espaços para que novas empresas cresçam e comecem a ocupar lugares que outrora pareciam completamente tomados por outras empresas mais tradicionais.

É o caso da Lenovo, que acabou de ultrapassar a LG, tornando-se assim a terceira maior empresa no mercado de smartphones mundial, perdendo apenas para a líder Samsung e para a sempre famosa Apple.

Foram 12,8 milhões de aparelhos entregues neste terceiro trimestre de 2013, 84,5% a mais do que os 6,9 milhões vendidos em 2012 no mesmo período.

Trata-se de um avanço muito importante para a empresa, já que ela também passou a ocupar a liderança no mercado de PC’s vendidos no Brasil, ultrapassando a Positivo, segundo pesquisa divulgada nos últimos dias.

A Samsung segue liderando, com a venda de 80,3 milhões de aparelhos, com crescimento de 45,9%. Em seguida, a Apple, com crescimento de 23,2%, tendo vendido 30,3 milhões de unidades.

O quarto lugar agora é da LG, com 12 milhões de unidades vendidas.

A pesquisa também destaca que os smartphones, assim como notamos diariamente entre as pessoas de nosso convívio ou mesmo nas ruas, aumentaram suas vendas de forma grandiosa. Enquanto que foram vendidos 5,7% a mais de aparelhos celulares em 2013, se esses números se restringirem apenas a smartphones o aumento nas vendas foi de 45,8%. Dentre 455,6 milhões de aparelhos celulares vendidos, 55% deles eram smartphones.

Essa notícia só vem a comprovar o que já é notado há bastante tempo, principalmente no decorrer de 2013. A multifuncionalidade proporcionada pelos smartphones tem seduzido cada vez mais os consumidores, que sentem necessidade de estar conectados cada vez mais tempo. Isso tem deixado os aparelhos celulares mais simples em segundo plano nas vendas, principalmente com uma popularização evidente dos smartphones.

E a Lenovo parece ter conquistado muito espaço com isso, conseguindo transmitir vantagens ao consumidor final na hora de vender seus produtos, principalmente no que diz respeito à relação custo/benefício.

Por Mikhael Costa

Lenovo K900

Lenovo K900

Foto: Divulgação


A fabricante coreana de celulares Samsung  informou que seu smartphone Galaxy S4 vendeu mais de 40 milhões  de unidades em todo o mundo. A informação foi dada em uma conferência  que trata de assuntos voltados para tecnologia.

Segundo a Samsung, o S4 atingiu este número de vendas em um período de seis meses disponível no mercado, um feito bastante interessante para o primeiro aparelho com tela Full HD da marca, mas que parece ter conquistado o público alvo. Desde seu lançamento não houve dúvidas de que o aparelho foi bem aceito, uma vez que vê-lo na rua foi algo rotineiro, fazendo com que o aparelho ganhasse até mesmo certo tom de ostentação, conquistando até mesmo o público que prefere os aparelhos Apple.

Embora, a empresa tenha se mostrado motivada com o percentual de vendas no primeiro semestre, tem começado a se preocupar com o número de vendas que veio caindo nos meses consecutivos. Embora não tenha sido informado detalhes precisos quanto a queda vendas a empresa entende a diminuição nas vendas com algo normal no mercado de smartphones, que tem se mostrado cada vez mais competitivo em todo o mundo.

Samsung Galaxy S4

Foto: Divulgação

Embora recentemente inserido no mercado, o S4 tem encantado os usuários e tem mostrado mais aceitação que os aparelhos lançados posteriormente, como Galaxy Note 3 e o Galaxy Round, que foi o primeiro smartphone com tela curva apresentado no mercado.

Os apaixonados pelos aparelhos da marca coreana não buscam simplesmente aparelhos com tecnologia avançada, mas também por design em seus aparelhos, e esta é uma das características fortes da marca que investe no fator design, com parceria buscam sempre inovar as aparências dos aparelhos. Isso talvez é o que faça a empresa ser uma das referências globais em ramo cada vez mais competitivo, onde quem consegue surpreender é capaz de se estabelecer como referência para seus clientes.

 Por Jaime Pargan


A linha Lumia tem tido uma boa aceitação dos brasileiros. Um dos seus grandes diferenciais em relação à concorrência, sem dúvida é o Sistema Operacional Windows Phone e uma câmera traseira de alta qualidade.

Listado no site da Nokia desde maio, o aparelho era uma das maiores espectativas da companhia para esse ano. Além de uma câmera traseira de 8,7 megapixels e do Sistema Operacional Windows Phone 8, o aparelho possui também o revestimento em alumínio, com uma tela de 4,5 polegadas, resolução de 1280×768, 1GB de memória RAM e armazenamento com capacidade para 16 GB e mais 7 GB disponíveis na Nuvem.

Novo Lumia 925

Foto:Divulgação

 

O processador é um dos melhores da atualidade; o Qualcomm Snapdragon S4 dual-core de 1,5 GHz. Além disso, a famosa tecnologia NFC ou Near Field Comunication também está presente, o que possibilita que o aparelho possa ser usado de outras formas e com outros dispositivos como as TAGS ou pulseiras com a tecnologia.

O aparelho, que já foi lançado em diversos outros países, chega com um certo atraso ao Brasil. Seu preço inicial deve ser de R$ 1.799 e começará a ser vendido já a partir da semana que vem. Além do 925, a Nokia também anunciou a chegada do 1020 ao Brasil que deve custar em torno de R$ 2.399, que ganhou notoriedade por possuir a incrível resolução de 41 megapixels, embora esse não seja o único parâmetro para se medir a qualidade de uma câmera fotográfica.

Por Ebenézer Carvalho


A coreana Samsung acaba de anunciar seus lucros para o terceiro trimestre de 2013 e as notícias parecem ser animadoras para a empresa. A companhia estima que obteve U$53.9 bilhões de receita total nesse período com um lucro operacional de U$9.4 bilhões.

O aumento é ainda maior se comparado ao mesmo período do ano anterior, quando a empresa teve U$ 48,5 bilhões em vendas com um lucro operacional de U$ 7,5 bilhões. A companhia, que é muito cuidadosa com as suas estimativas, afirma que o crescimento seja de cerca de 13% a cada ano.

No último trimestre, alguns investidores estiveram preocupados com o mercado de smartphones e tinham dúvidas se a empresa conseguiria ter o desenvolvimento necessário para continuar crescendo. Após a divulgação dos resultados, agora não restam dúvidas de que a empresa Sul Coreana tem capacidade de sobra para continuar crescendo no mercado.

Embora a concorrência na área seja grande, a empresa é uma das maiores fabricantes de dispositivos eletrônicos do mundo e possui grande capacidade de inovar em seus produtos. Um dos anúncios que podem animar os investidores em breve deve ser feito ainda nesse mês e diz respeito aos novos modelos com telas AMOLED flexíveis.

Caso a companhia consiga emplacar nesse segmento, os lucros podem ser ainda maiores, garantindo a confiança dos investidores por um bom tempo.

Por Ebenézer Carvalho


Quem estava ansioso pelo seu, agora não precisa mais. A Anatel – Agência Nacional de Telecomunicações já homologou os novos modelos do iPhone e autorizou o início das vendas dos aparelhos no Brasil. Todos eles chegam com a freqüência 4G nacional.

Ainda não foi divulgada uma data de estréia para os modelos no País. Mas, os documentos disponíveis no sistema da Anatel indicam que eles serão produzidos na fábrica da Foxconn em Jundiaí, no interior de São Paulo.

O iPhone 5C e o 5S funcionam na faixa dos 2600 MHz com tecnologia 4G/LTE, adotada pelo Brasil. Os modelos anteriores que operam na freqüência 4G chegaram com 700 MHz e a mantém até hoje. Sabe-se que a Anatel deve licitar somente com o desligamento da TV analógica.

Em relação ao preço, ainda não há confirmação da média de valor que os dois produtos terão no País. A grande expectativa é em relação à versão mais popular, o 5C, que chega todo fabricado em uma única peça de policarbonato. O 5S é feito de alumínio de alta qualidade com bordas chanfradas e chega pela primeira vez com um chip A7 e uma arquitetura de 64 bits, jamais encontrada em um smartphone.

Por Jaime Pargan


A empresa NEC não atuará mais no mercado de telefonia móvel.

Segundo informações cedidas pelo New York Times, a indústria de celulares perderá um concorrente importante desde o inicio da era dos aparelhos i-Mode. A NEC, empresa japonesa que iniciou a tecnologia utilizada nos smartphones atuais, vai deixar o mercado e se transformar em lenda.

A empresa que surgiu no Japão e era líder na produção de celulares no seu país, anunciou neste último dia do mês de Julho que fechará suas portas devido a incapacidade de acompanhar a tecnologia americana de desenvolvimento de dispositivos móveis.

De acordo com as informações cedidas pela própria empresa em forma de comunicado, a queda da fábrica se deve a que a empresa esteve ligada demais ao mercado doméstico.

Em um ambiente onde a produção em grande escala é fator chave para a sobrevivência no mercado, a NEC focou e acreditou muito nas vendas internas deixando que os concorrentes passassem a sua frente no que se refere a uso de inovações tecnológicas e investimentos em desenvolvimento de programas.

Atualmente, a NEC estava com uma fatia mínima na produção de celulares domésticos, 5,3%.

Por Melina Menezes


Segundo informações, o Motorola X Phone não terá hardware de ponta, e terá tela e cpu (processador) iguais ao do Nexus 4. Motorola deve apostar em outros motivos para destacar o smartphone: as inovações no sistema Android.   O Motorola X Phone terá tela de 4,8 polegadas com resolução HD (720p), já seus concorrentes: Xperia ZQ e o Galaxy S4 têm telas Full HD (1080p). O smartphone conta com processador dual-core Snapdragon S4 Pro de 1,7 GHz. .

Porém, o X Phone vai apostar no software para diferenciar-se dos seus concorrentes. Dennis Woodside, CEO da Motorola, disse em uma entrevista que o modelo conta com diversos sensores destinados a interação com o usuário. Um dos novos sensores é o sensor de velocidade, que evita usuário de escrever mensagens de texto ao dirigir. Ele também falou sobre uma câmera de 10 Mpx, onde terá novos recursos de imagens para o smartphone.  

O smartphone terá a traseira em Kevlar (listrado diagonal), uma característica exclusiva dos smartphones da Motorola, e ainda pode ser à prova d’água e resíduos como poeira. Além destas coisas, o modelo deve vir com a nova versão do Android, a 4.3 (Jelly Bean). O Motorola X Phone já está em processo de fabricação, e segundo os cartazes da companhia, será apresentado no dia 1º de agosto deste ano.

Por André Barbosa


Nesta última terça – feira, 30 de abril, a Samsung lançou no Brasil seu novo smartphone, o Samsung Galaxy S4. O produto estará à disposição para pré-venda no dia 8 de maio em lojas de Brasília e no sudeste – no resto do país só deverá chegar no dia 16. Algumas lojas online, como a Fast Shop e o Submarino, já como começaram a pré – venda disponibilizando o produto no catálogo do site.

O smartphone conta com uma tela grande de 5 polegadas e cuja sua luz se adapta a iluminação do ambiente em que o usuário está. Ele é bem leve pesando  130g e possui 2GB de memória  RAM. O cliente poderá escolher ao comprar o tipo de processador, que pode ser de 1,9 GHz com 4 núcleos ou 1,6 GHz com 8 núcleos. Outra composição que pode ser alterada pelo comprador está na questão da memória interna, que pode ser de 16GB, 32GB ou 64GB.

A Samsung trouxe algumas novidades na câmera em relação ao Galaxy S3. A câmera frontal dispõe dos mesmos 2MP, mas a traseira agora conta com 13MP. Uma das novas funções é a “Dual Camera”, que permite à pessoa que fotografa ser ao mesmo tempo fotografada  aparecendo assim na mesmo retrato. Existem ainda outras opções que facilitam a manipulação das imagens.

O Galaxy S4 tem comandos feitos apenas pelo olhar, ou passando a mão sobre a tela sem tocá-la. Escreve mensagens simplesmente pela fala do usuário. Ele cuida da sua saúde, gravando quantas calorias foram perdidas no dia, o quanto de comida foi ingerida, quanto tempo de sono foi gasto.

O novo Samsumg Galaxy S4, com todas suas novidades, chega ao Brasil com o preço de R$ 2.399 (versão 3G) e R$ 2.499 (versão 4G).

Por Natália De Lazzari


Um dos top da linha Optimus, o L9 chega ao mercado brasileiro com um valor inicial de R$ 1.199,00 no plano pré-pago. Ganhador do prêmio IF Design Awards em Munique, o aparelho da empresa sul-coreana apresenta ótimas funções e características, além do design.

O LG Optimus L9 apresenta uma tela de 4,7 polegadas, que proporciona uma resolução de 540 x 960 pixels, além do processador Dual-Core de 1 GHZ, memória RAM de 1 GB, câmera traseira de 8 megapixels, que filma em Full HD em até 1080 em linha e 30 quadros por segundo.

O aparelho ainda apresenta conexão Wi-Fi, Bluetooth e 3G. O modelo permite a customização do teclado, facilitando a digitação nas posições vertical e horizontal. A função Scan Translator permite traduzir textos usando a câmera sob o texto a ser traduzido.

Com capacidade de 16 GB, dos quais são distribuídos entre sistema operacional, o Android 4.0 Ice Cream Sandwich e aplicativos exclusivos como o File Share para o envio e recebimento de documentos e o Play livros para a leitura de diversos arquivos.

O LG Optimus L9 é modelo versátil e que não deixa devendo aos principais concorrentes, ideal para diversos tipos de usuários.

Por Robson Quirino de Moraes


O crescimento incrível do uso de smartphones pela população mundial está causando diminuições em diversos mercados. Um deles, segundo pesquisa realizada pela Mintel, é o de tocadores MP3 players os quais tiveram uma redução no nível de vendas de 22% neste ano no Reino Unido.

Isto está ocorrendo porque os smartphones acabam ficando no lugar do MP3 já que permite ouvir música enquanto são realizadas outras atividades como tirar fotos, navegar na internet ou até mesmo fazer ligações.

Segundo analistas da Mintel esta retração no mercado de MP3 players tende a reduzir cada vez mais em decorrência da popularização dos smartphones e do aumento constante de suas funcionalidades e qualidade.

Fonte: The Telegraph

Por Ana Camila Neves Morais


A empresa Strategy Analytics, que realiza pesquisas de análise do mercado mundial, divulgou neste mês de dezembro que as vendas de smartphones 4G com padrão LTE serão três vezes maiores no ano de 2013 em todo o mundo.

Com isso, o total de aparelhos vendidos será de 275 milhões de unidades permitindo um aumento de escala e, consequentemente, a redução nos preços praticados e uma maior quantidade de opções para os consumidores.

Além disso, a Strategy Analytics estima que empresas como Mozilla e Amazon busquem tecnologias para entrar neste mercado competitivo dos smartphones 4G, mas esta entrada deve demorar mais tempo para ocorrer.

Por Ana Camila Neves Morais


Finalmente o novo top de linha da Nokia foi homologado pela Anatel. O Lumia 920 agora está pronto para ser comercializado no Brasil, inclusive dotado de compatibilidade com o nosso 4G.

Conforme a divulgação no site da Anatel, o aparelho pode ser visualizado por meio de fotos postadas, além de ser possível conferir o manual de inscrições do smartphone. Ao contrário do iPhone 5, o Lumia 920 consegue operar nas seguintes frequências LTE: 2600/2100/1800/900, ou seja, inclui a frequência brasileira do 4G.

O smartphone, cujo slogan é “o mais inovador do mundo”, conta com câmera PureView de 8.7 MP na parte de trás, sistema operacional Windows Phone 8, função LiveSight, processador de dois núcleos com 1.5 GHz no modelo Snapdragon S4, tela com 4.5 polegadas e tecnologia PureMotion HD+ e 1280 x 768 pixels de resolução. Além disso, a capacidade de armazenamento interno é de 32 GB, não sendo possível expandir por meio de cartão microSD.

O novo aparelho da Nokia tem previsão de chegada no mercado brasileiro para o primeiro trimestre do ano que vem. Entretanto, não há informações sobre o preço que será cobrado, nem data exata de lançamento. Para efeito de comparação, na Itália e na Suécia o Lumia 920 é 10% mais caro que o Galaxy S3.

Por Guilherme Marcon


O Nexus 4, fruto da parceria entre a Google e a LG, finalmente foi liberado para venda no Brasil. O smartphone está na lista de dispositivos que foram homologados pela Anatel, o que contraria todos os rumores que diziam que a Agência não aprovaria o aparelho e que por isso ele não iria ser comercializado no mercado nacional.

A Anatel ainda apresentou o manual, escrito em português, e algumas fotos do Nexus 4 que, segundo ela, foram liberados pela própria fabricante. O manual não revela nada demais sobre o aparelho e as imagens mostram o smartphone desligado e em vários ângulos.

Por enquanto não há nenhuma informação da fabricante sobre o lançamento do aparelho no mercado brasileiro,  já que a homologação da Anatel é somente um dos vários processos para que o aparelho chegue ao país. Porém, todos os fatos apresentados aumentam ainda mais as chances da chegada do Nexus 4 ao Brasil.

Para quem não sabe, o Nexus 4 foi lançado em novembro e conta com a versão Jelly Bean do Android, tela de 4,7 polegadas, memória RAM de 2 GB, processador quad-core de 1,5 GHz e câmera de 8 megapixels. A versão simples deste modelo é vendida no exeterior por apenas 299 dólares, aproximadamente 605 reais.

Por Felipe Santos Bonfim


A consultoria IDC divulgou dados interessante com relação ao mercado de eletrônicos e a principal notícia está relacionada com o comércio de smartphones.

Segundo a pesquisa, os aparelhos mais baratos com valores menores do que R$700,00 significaram 64% do montante de vendas no segmento durante o terceiro trimestre de 2012.

Este volume de vendas representa um aumento de 27% quando em comparação com o mesmo período do ano de 2011.

Além disso, é esperado um montante de 16 milhões de smartphones vendidos no ano de 2012 como um todo e um aumento no mercado de smartphones em 2013.

Por Ana Camila Neves Morais


A empresa de pesquisas de mercado Kantar Worldpanel Com Tech, KWP, divulgou recentemente informações interessantes a respeito da situação do iPhone em terras brasileiras.

De acordo com o que foi divulgado, o iPhone perde,  e muito, em participação de mercado. Para se ter ideia da situação, a sua participação é inferior até mesmo ao Bada, que para quem não conhece, é o sistema operacional utilizado nos smartphones de baixo custo da Samsumg.

Apesar do iPhone ainda ser o mais falado entre os smartphones e também o mais desejado por muita gente, de acordo com estudo, isso não foi o bastante. A Apple, apesar disso, caiu em participação no mercado nacional este ano. Em poucas palavras isso quer dizer que o Android teve um processo de crescimento bem mais rápido que o iPhone. O Android, em relação aos principais sistemas operacionais móveis utilizados atualmente, foi o que ganhou ainda mais participação.

Em termos comparativos o iPhone ficava na sexta posição em relação a plataformas de smartphones. No ano passado tinha apenas 1% do mercado nacional. Já o Android ocupava 25%.  Em 2012, cresceu rapidamente e domina agora 56,7% do mercado.

Isso até que é justificável, ainda mais quando levamos em consideração que no mercado existem poucos modelos do iPhone disponibilizados aos consumidores. E isso sem falar do preço, que está a partir de R$ 1.400,00.

Por Denisson Soares


A Samsung finalmente conseguiu o que tanto correu atrás: ultrapassar as vendas do iPhone. Conforme estatísticas divulgadas pelo Strategy Analytics, o Galaxy S3 acabou ultrapassando o iPhone 4S em número de vendas.

Com esse dado, o smartphone da Samsung acabou se tornando o aparelho mais bem sucedido até então, com uma fatia de mercado de 10,7% no primeiro trimestre deste ano. Entretanto, a sul-coreana precisa ficar atenta, pois esses dados podem mudar com o lançamento do iPhone 5, que aconteceu há pouco tempo. De acordo com a Strategy Analytics, o iPhone 5, que acabou de ser lançado, já tem 4% do mercado no mesmo período.

Assim, a expectativa da empresa de análise de dados é que o iPhone 5 recupere o posto do iPhone 4S no relatório do último trimestre de 2012. Segundo palavras do executivo da Strategy Analytics, Neil Mawston, o iPhone 5 que foi lançado no terceiro trimestre de 2012 teve um início de vendas muito bom e é quase certo que refletirá na sua posição de mercado após a divulgação do relatório final deste ano.

Se forem somadas as vendas do iPhone 4S e do iPhone 5 em 2012, a Apple ultrapassa a Samsung. Mesmo assim, esse marco é algo que a sul-coreana pode festejar, afinal ela se auto-afirma como concorrente “de igual para igual” com a Maçã.

Por Guilherme Marcon


Recentemente, a rivalidade entre as grandes empresas de fabricação de celulares e smartphones Apple e Samsung foi muito divulgada. E novamente a disputa está em destaque neste trimestre.

O Samsung Galaxy S3 está preste a cair para o segundo lugar de vendas no Brasil, pois a sua concorrente norte americana Apple pode lançar ainda este ano o iPhone 5 4G, modelo este que já é vendido na Europa com a freqüência de rede 4G, mas que precisa de uma adaptação para a sua utilização.

Há rumores de que a Anatel ( Agência Nacional de Telecomunicações ) tenha homologado o novo iPhone 5, mas ainda sem confirmações.

Atualmente ainda é o Galaxy S3 o aparelho de smartphones mais vendido no mundo, chegando a apontar recorde de vendas totalizando mais de 30 milhões de exemplares vendidos, como informou a empresa ainda este mês, através de comunicado à imprensa.

Alavancando lucros para a empresa Sul Coreana, o modelo foi altamente aceito no mercado mundial por seu design super atraente, tela sensível ao toque de quase 5 polegadas, um peso de 133g apenas e duas câmeras de alta resolução.

Basta aguardar o mais novo lançamento da Apple para então confirmar  a expectativa de bater recordes de vendas, assim como esta sendo o Galaxy S3 hoje.

Por Bianca Rodrigues


Após o anúncio do novo smartphone da Apple, o iPhone 5, a concorrência já começou a se sentir incomodada e empresas como HTC e Samsung já iniciaram planos para processarem a Maçã na tentativa de impedir a venda do novo smartphone na Europa e nos EUA.

A principal razão para o processo é a compatibilidade com as redes 4G LTE que o iPhone 5 ganhou, tendo em vista que várias patentes para essa tecnologia pertencem tanto a Samsung quanto a HTC. No caso da sul-coreana, a “raiva” existe principalmente devido à recente vitória da Apple em um embate judicial contra a Samsung.

No caso da HTC, há boatos de que antes mesmo do novo iPhone 5 ser lançado a empresa já teria procurado um juiz para apresentar seus argumentos na tentativa de iniciar um processo. Já a Samsung estava só esperando um bom motivo para tentar dar o troco na Apple.

Há diversas informações circulando na internet sobre o assunto, algumas indicam que a Maçã sequer precisa se preocupar com isso e outras apontam que pode haver uma boa briga caso a Apple realmente tenha infringido as patentes da HTC.

Por Guilherme Marcon


A Nokia mostrou o relatório de todas as suas vendas realizadas nos últimos três meses. No Canadá e nos Estados Unidos, os aparelhos Lumia conseguiram obter bons resultados, chegando à marca de 600 mil dispositivos vendidos. Os números são muito bons, ainda mais se levarmos em conta o desempenho dos últimos aparelhos da companhia.

Isso mostra uma reação da companhia no mercado, tendo em vista que a fabricante finlandesa já foi líder de mercado por vários anos, mas ultimamente vem sofrendo alguns prejuízos. Ainda assim, falta muito para a Nokia conseguir recuperar sua potência de antigamente.

A própria Nokia já havia falado que está contando com a ajuda de seus funcionários para conseguir se reerguer. Stephen Elop, CEO da Nokia, disse que o segundo trimestre foi bem difícil, mas todos os funcionários da companhia estão mostrando determinação para conseguir fortalecer a competitividade, gerenciando os recursos financeiros e melhorando o modelo operacional.

A grande razão dos problemas da Nokia nos últimos tempos sem dúvida foi a escolha do sistema operacional que a fabricante utilizou em seus smartphones. O Symbian não conseguiu trazer bons resultados e o MeeGo foi totalmente devastado pela plataforma Android. Agora, a empresa está apostando todas as suas fichas no Windows Phone da Microsoft e até então essa parece a única forma para a companhia voltar a ser competitiva no mercado.

Por Guilherme Marcon


A quarta geração da telefonia móvel já é um assunto debatido no Brasil. Nos dias 12 e 13 desse mês, a Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) ofereceu, por meio de leilão, 273 lotes para que as companhias de telefones celulares possam oferecer essa nova tecnologia aos seus clientes.

Entretanto, o leilão não foi tão bom como esperado. Apenas 54 lotes foram disputados e adquiridos pelas principais operadoras de telefonia móvel do país. Dos R$ 3,85 bilhões esperados pela Anatel, foram arrecadados apenas R$ 2,93 bilhões.

Apesar da comercialização de apenas 20% dos lotes, o ministro das comunicações, Paulo Bernardo, afirmou estar satisfeito com o resultado: “Não é uma questão de olhar apenas quanto entrou no caixa. Estamos no meio de uma crise mundial, mas tivemos uma empresa de capital majoritário espanhol, que comprou um lote por R$ 1.050 bilhão, com obrigações de fazer também a internet rural. Isso mostra que o Brasil é visto como um país onde vale a pena investir. Ficamos bem contentes porque os lotes principais foram vendidos. Vamos agora ter pelo menos cinco competidores oferecendo 4G em todas as grandes cidades do Brasil. Isso é expressivo porque em poucos lugares do mundo há tantos competidores”.

O ministro ainda comentou que praticamente metade dos municípios brasileiros será beneficiada com a nova tecnologia. De acordo com ele, as empresas vencedoras terão que implementar a tecnologia dentro dos prazos estabelecidos, além de ampliar a cobertura do sinal 3G para os municípios que ainda não contam com essa tecnologia.

O 3G ainda é desconhecido para 50% dos municípios, que representam 20% da população nacional.

Para que os lotes remanescentes sejam comercializados, Paulo Bernardo informou que será necessária a aprovação do Tribunal de Contas da União (TCU), mas que tal aval geralmente é concedido. Para ele, o preço mínimo do primeiro leilão poderia estar um pouco elevado, tornando inviável a participação de pequenas empresas, o que explicaria a comercialização de apenas um quinto do total de lotes disponibilizados.

Por Rodrigo Alves de Oliveira


Desde que foi anunciado, o Samsung Galaxy S III é um dos aparelhos mais esperados para chegar ao mercado brasileiro. Muitos fãs do Android aguardavam ansiosamente para que pudessem colocar as mãos no mais novo aparelho da fabricante sul-coreana.

Essa espera chegou ao fim, pois na última quarta-feira, dia 06 de junho, várias lojas, físicas ou online, começaram com a pré-venda do novo smartphone com Android Ice Cream Sandwich 4.0. Já a venda oficial começou a ser realizada no último dia 11 de junho, segunda-feira, em operadoras como a TIM e a Oi.

O aparelho, que foi demonstrado em 03 de maio e veio para competir diretamente com o iPhone 4S da Apple, já foi lançado em mais de 30 países. Além do sistema operacional do Google, o Galaxy S III conta com processador de quatro núcleos Exynos com 1.4 GHz, 16 GB de capacidade de armazenamento interno (no Brasil, pois em outros países ele chega a 64 GB), tela de 4.9 polegadas HD Super AMOLED, câmera traseira de oito megapixels, câmera frontal de 1.9 megapixel e peso de 133g.

Dependendo da operadora e do plano associado ao aparelho, os valores de compra podem variar entre R$ 1.199 e R$ 2.099.

Por Guilherme Marcon


Segundo uma pesquisa realizada pela empresa ABI Research, nos Estados Unidos, os aparelhos híbridos denominados de phablets alcançarão a marca de 208 milhões de unidades vendidas até o ano de 2015.

Os phablets são uma junção de smartphone e tablet em um único aparelho, mas que possuem tela maior do que um smartphone e menor que um tablet.

O aparelho phablet mais famoso que temos como exemplo é o Galaxy Note, que foi lançado em 2011 pela fabricante sul-coreana Samsung, representando uma nova categoria de aparelhos.

A ABI Research revelou que, no começo, estes tipos de dispositivos tiveram um retorno pouco favorável no mercado, mas agora, mesmo assim, empresas como a HTC, Huawei e LG pretendem lançar produtos deste tipo ainda este ano, como forma de aquecer o setor.

Os phablets são definidos como dispositivos com tela touchscreen com tamanho entre 4,6 e 5,5 polegadas, sendo que o recente lançamento da Samsung, o Galaxy S III, enquadra-se nesta categoria por possuir uma tela de 4,8 polegadas.

O analista da ABI, Joshua Flood, afirma que cada vez mais pessoas utilizam os smartphones para realizar tarefas do dia a dia, como acessar a internet, ler artigos ou até mesmo visualizar rotas e mapas, e que isso irá favorecer o crescimento das vendas de phablets, tendo em vista que eles possuem telas maiores que as dos smartphones proporcionando assim uma experiência mais agradável para o usuário na execução de tais atividades.

Por Guilherme Marcon


A venda de smartphones cresceu e atingiu o seu nível mais alto no passado, chegando a mais de nove milhões de aparelhos comercializados. De acordo com um estudo da IDC, o crescimento nas vendas foi de 84% se comparado a 2010. Naquele ano, foram vendidos 4,8 milhões de smartphones.

Dentre os fatores apontados pela pesquisa como importantes para o crescimento das vendas do acessório eletrônico estão as ofertas de pacote de dados, a ampliação de modelos de smartphones, o subsídio fornecido pelas operadoras, o avanço da tecnologia e ainda a alta da participação do varejo na venda dos celulares inteligentes.

Neste ano, a IDC projeta que devam ser vendidos 15,4 milhões de smartphones, total 73% mais alto do que o registrado no ano passado, quando foram comercializados 17 smartphones a cada minuto. O índice deste ano deverá chegar a 29 aparelhos por minuto. Devido ao bom resultado, o Brasil agora está na 10ª posição dos países com o maior número de vendas de smartphones. Antes, estava no 16º lugar.

Dos mais vendidos, o destaque ficou para os smartphones com Android (15% do total). Nos próximos anos, a expectativa é que as vendas continuem crescendo, principalmente impulsionadas por investimentos na tecnologia 4G.

Por Matheus Camargo

Fonte: IDC


Foi anunciada na Apple Online Store Brasil uma ótima novidade para os interessados em seus produtos: a venda online de iPhones na própria loja.

Até então, os aparelhos eram comercializados no Brasil apenas nas lojas das operadoras nacionais Claro, Oi, Vivo ou TIM. A principal reclamação dos usuários era com relação à demorada e falha assistência técnica, já que as próprias operadoras eram as responsáveis pela garantia do produto.

Esta é a grande vantagem da venda de iPhones na Apple Online Store Brasil, pois o aparelho será adquirido desbloqueado. Assim, o usuário poderá optar pela operadora de sua preferência e ainda poderá mudar de operadora a qualquer momento.

Além disso, já que a Apple oficial passa a comercializar o iPhone diretamente no Brasil, torna-se de sua responsabilidade a assistência técnica.

Teremos disponíveis na loja não apenas os novos iPhones 4S, mas também o iPhone 4 de 8GB e o iPhone 3GS de 8GB.

Quanto às opções de operadoras, contratação de serviços e dúvidas sobre os recursos do iPhone, o site da Apple disponibiliza o “Fale Conosco” através do telefone 0800-761-0867 ou através de um chat online.

Por Máximo Santana


Realmente a aposta da Apple deu certo. A operadora Verizon, que atua no mercado americano de comunicação, conseguiu atingir recordes em vendas do iPhone, superando inclusive o número de vendas do último lançamento. No dia oficial de estreia do aparelho, que aconteceu no dia 3 de fevereiro, em cerca de duas horas as vendas online do iPhone da Verizon foram finalizadas.

A operadora entrou recentemente em parceria com a Apple, lançando a versão iPhone para a Verizon, já que antes havia iPhones disponíveis apenas para a operadora AT&T.

Em entrevista ao jornal Reuters, o analista Mike McCormack informou que a Verizon é capaz de comercializar um número elevado de iPhones ainda em 2011, podendo atingir mais de 12 milhões em vendas.

Por Andrea Gomes


O Samsung Galaxy S chegou à marca de 500 mil unidades comercializadas na Coreia do Sul com apenas um mês de vendas. Com a operadora móvel SK Telecom, este número faz o modelo bater recordes. Por exemplo, o  IPhone 3GS, que está no mercado há quase um ano, tem a marca de 850 mil unidades vendidas, dados que mostram a força do Galaxy S. Tal sucesso talvez não aconteça em terras brasileiras, pois consta que o preço que será praticado em nosso país ficara em torno de R$ 2.399,00, um tanto quanto “salgado”.

O sistema operacional do modelo, é o famoso Android na versão 2.1. com um processador de 1 Ghz. O aparelho também proporciona ao seu usuário a possibilidade de assistir TV digital.

Com a conexão sem fio DLNA, que acessa arquivos por roteador wi-fi, o modelo envia fotos e vídeos para computadores e televisores compatíveis.

Mais informações no site oficial: samsung.com/GalaxyS

Oscar Ariel





CONTINUE NAVEGANDO: