Nova versão do sistema conta com novos emojis e habilita 2 chips em novos iPhones.

O iOS 12.1 é a mais recente versão do sistema operacional da Apple e entre uma das novidades está a habilitação para o uso de 2 chips nos novos iPhones. Quem comprar o XS, XS Max ou XR, poderá optar por duas operadoras de telefonia móvel e a grande vantagem disto é ter maior economia na hora de acessar a internet ou fazer ligações.

Há alguns anos, ter dois ou três chips em um mesmo celular era quase que uma obrigatoriedade para os brasileiros, mas os anos foram passando, as operadoras foram mudando e hoje em dia vem caindo o número de smartphone com dois ou mais chips. A novidade da Apple na verdade já está ficando em desuso, mas não deixa de tentar ser um agrado para quem se mostrar disposto a pagar os altos valores de seus aparelhos.

Mas as novidades não param por aí, tem o FaceTime, um aplicativo para conversar em vídeo e o APP terá chamadas em grupo com o limite de 32 pessoas. É uma ótima opção para as famílias, colegas de escola e claro, para as empresas. As chamadas em grupo estão em alta, é um recurso cada vez mais requisitado e muito bem vindo. E ainda tem detecção automática da pessoa que está falando, neste caso ela será colocada em evidência enquanto se pronuncia.

A atualização ainda traz 70 novos emojis, inclusive de alguns que visam aumentar a representatividade de fenótipos, além de modelos divertidos. Tem emoji com cabelo ruivo, ondulado, animais fofos, várias comidas, esportes e muito mais. E estes emojis estarão também no Apple Watch e Mac.

A câmera terá um ótimo controle de profundidade, um recurso que tem se tornado bastante procurado nos novos smartphones, assim é possível que o usuário tenha um controle muito maior quando for fotografar.

A atualização para o iOS 12.1 foi lançada nesta última terça-feira, dia 30, e é importante o usuário estar ciente que é preciso manter o sistema operacional sempre em dia. É que as atualizações, como esta, traz sempre correções de bugs.

Para atualizar o sistema operacional para o iOS 12.1 é só ir em 'Ajustes' e depois em 'Geral'. Em seguida o usuário deve escolher a opção 'Atualização de Software' e conferir se a mais nova versão é compatível com o aparelho. Se for, então é só ir na opção 'Transferir e Instalar', sendo preciso informar a senha usada para bloqueio.

Assim que o download terminar, a instalação do novo sistema operacional é feita automaticamente, ou então é possível escolher para o período da noite, quando o celular não estiver sendo usado.

Durante o processo de atualização do sistema operacional, o equipamento é reiniciado, por isso ele não deve ser utilizado, até que tudo seja concluído. No término do processo, o aparelho já estará rodando o iOS 12.1, trazendo todas as melhorias e o usuário já poderá conferir os novos emojis.

Um detalhe importante é que o novo sistema operacional tem uma grave falha, que possibilita desbloquear a tela. Usando o novo FaceTime, é possível driblar a senha para desbloqueio. Tudo que a pessoa precisa fazer é acessar a Siri e depois solicitar que ela faça uma chamada telefônica.

Pronto, agora é só acessar o novo FaceTime através da ferramenta de conversa em grupo. O acesso ao dispositivo será liberado, podendo inclusive explorar a lista de contatos. Com o 3D Touch, ainda é possível vasculhar outros dados.

Uma dica para evitar esse problema é desativar a ativação da Siri pela tela de bloqueio. Para isto é só ir em 'Configurações', depois em 'Siri & Busca', indo em 'Acessar quando bloqueado'. Futuramente, pode ser que a Apple disponibilize uma correção para este bug, mas nada foi informado oficialmente.


Conheça aqui as principais novidades do Novo iOS 11.

As inovações tecnológicas chegam a todo momento para as pessoas que desejam se manter atualizadas na sociedade moderna, permitindo uma grande variedade de novas interações, bem como a eficiência para atividades rotineiras variadas.

Com relação a este assunto, uma das mais recentes melhorias para quem utiliza aparelhos eletrônicos variados da Apple foi o lançamento do iOS 11, que é o seu novo sistema operacional sobre o qual iremos abordar com mais detalhes em seguida neste artigo.

Principais melhorias oferecidas pelo iOS 11 da Apple

De forma inicial é preciso compreender que o iOS 11 consiste na mais recente versão para o sistema operacional que é adotado pela Apple em seus variados aparelhos eletrônicos como smartphones e tablets, o qual está disponível a partir do dia 19/09/2017.

As melhorias mais relevantes do novo sistema operacional estão relacionadas com a reformulação da Apple Store, bem como da sua Central de Controle, além de contar a partir de agora com a assistente Pessoal – Siri – fazendo traduções.

Além disso, no iOS 11 os seus usuários contam com um kit para o desenvolvimento de variados aplicativos que está disponível em realidade aumentada para facilitar o seu adequado manuseio e uso.

Mudanças específicas relacionadas com novo sistema operacional iOS 11

As melhorias que ocorreram no sistema operacional iOS 11 da Apple contam com detalhes específicos que precisam ser conhecidos para que sua avaliação seja completa como será abordado em seguida neste artigo:

1) Nova loja App Store

As principais mudanças relacionadas com o iOS 11 são verificadas na App Store, que consiste na loja virtual para a aquisição de aplicativos dos mais variados tipos, ofertados especialmente para equipamentos eletrônicos desta marca determinada.

Neste novo sistema operacional, a App Store foi modificada para que os desenvolvedores de aplicativos tenham um espaço maior para a inserção de imagens, bem como de textos que descrevam em detalhes o software ofertado.

Com o novo layout ofertado se espera que a App Store se torne mais limpa, permitindo que aplicativos sejam encontrados de maneira mais fácil, além de contar um espaço para os jogos que estão em destaque.

2) Mudanças na assistente pessoal Siri

Na nova versão relacionada com o iOS 11, o sistema operacional da Apple continua tendo a sua assistente pessoal Siri, que agora possui mais habilidades como a relacionada com tradução de sentenças bastando para isso apenas dizer Siri traduza e em seguida informar a frase e o idioma desejado.

Além disso, ainda relacionado com o uso de línguas estrangeiras, a Siri tem a capacidade de identificar a grafia correta de uma palavra escrita em determinado idioma, bastando escrever o item desejado como foi identificado e a assistente pessoal em seguida informa a maneira correta de sua escrita em um idioma determinado.

3) Outras inovações no sistema operacional iOS 11

Ocorreram ainda outras inovações determinadas no sistema operacional iOS 11 da Apple, como as que serão abordadas a seguir neste artigo:

· iMessage: Pode ser sincronizado com qualquer tipo de aparelho, bastando apenas que o usuário faça o seu login, sendo que todos os arquivos e informações compartilhadas tem proteção por criptografia.

· Central de Controle: Agora conta com todas as suas informações presentes em apenas uma página, sem a necessidade de ir a locais diferentes em um dispositivo eletrônico da Apple para variadas mudanças ou configurações.

· Apple Pay: Permite a realização de transferências financeiras pelo iMessage, bem como conta com a funcionalidade na qual as pessoas conseguem enviar valores monetários umas para as outras por meio deste ícone eletrônico.

Conclusão

Assim, com todos os dados apresentados sobre o iOS 11 que foi lançado nesta semana, é possível contar com informações suficientes para ir buscar este instrumento eletrônico de grande beleza com melhorias e inovações ainda mais impressionantes.

Ana Camila Neves Morais


Aplicativo garante economia por meio de caronas em viagens entre diferentes cidades.

Uma boa notícia para o bolso dos consumidores brasileiros: chegou ao Brasil o BlaBla Car – aplicativo garante economia por meio de caronas em viagens entre diferentes cidades.

O app já possui presença em mais de 20 países e foi desenvolvido na França, em 2006. A plataforma conta com uma espécie de rede social onde cada usuário possui um perfil que inclui informações de contato. Outro fator interessante é que os participantes podem ser avaliados a fim de diminuir eventuais dores de cabeça.

Com mais de 20 milhões de usuários, o serviço chega ao Brasil de forma totalmente gratuita. A usabilidade é bem simples: O motorista da viagem publica seu ponto de origem, destino e eventuais paradas. Pessoas interessadas em ir para o mesmo local no dia e hora previamente determinados poderão escolher pegar uma carona. Os custos da viagem são compartilhados e dessa maneira ambos os lados saem ganhando com a economia.

A empresa ressalta que o aplicativo no Brasil pode vir a ser cobrado no futuro, no momento a fase é de implantação e a gratuidade serve como uma maneira das pessoas conhecerem e avaliarem o serviço. Em 6 países, já existe a cobrança de uma taxa que varia entre 10% e 15%.

Além da economia, o BlaBla Car pode ser visto como uma alternativa capaz de diminuir o trânsito devido ao número elevado de veículos nas rodovias. É uma boa iniciativa também no aspecto sustentável e social.

Julien Lafouge, Diretor Geral da empresa na América Latina, informou que a companhia está em fase de expansão e que pretende, sem citar nomes, ampliar seus serviços para outros países perto do Brasil. Ele reconheceu também, que de maneira geral, a América Latina é um mercado de muito potencial para a empresa devido a seus territórios e turismo intenso.

O aplicativo está disponível tanto para o sistema Android quanto para o iOS.

E então, você pretende experimentar a novidade?

Por Beatriz 

BlaBla Car

Foto: Divulgação


Navegador estará disponível na Apple Store, para iPhones e iPads, em breve.

Está prevista para as próximas semanas a chegada do navegador Mozilla Firefox aos iPhones e iPads. Após um longo período de testes durante quase todo o ano de 2015, a Fundação Mozilla, que é responsável pelo navegador, informou que agora o aplicativo está pronto para ser disponibilizado na Apple Store.

Concorrente direto do Safari (Apple) e do Chrome (Google), o Firefox chegará aos consumidores após uma bateria de testes com usuários de países como Canadá, Áustria, Austrália e Nova Zelândia.

Nick Nguyen, o vice-presidente da Mozilla para Firefox, afirmou em entrevista ao Estado, que um grande fator na demora para o lançamento da versão para iOS se deve ao fato de que a empresa estava com foco total no desenvolvimento do produto para disponibilização no sistema Android, pois este é muito menos restrito, consequentemente, mais aberto ao mercado.

Pela visão da Apple, o Firefox demorou tanto para chegar a uma versão para o sistema iOS, pois para que fosse desenvolvido para a plataforma, ele deveria ser feito utilizando o kit de desenvolvimento especifico da empresa da Maçã.

No ano de 2015, porém, houve a virada na negociação, onde a Mozilla resolveu dar o braço a torcer, graças a grande popularidade de dispositivos utilizadores do sistema iOS no mundo. Deixando assim tudo certo para que o Firefox finalmente seja disponibilizado dentro de alguns dias para download na Apple Store.

Ainda Segundo Nguyen, o maior objetivo da Mozilla é alcançar o maior número de pessoas que façam a utilização do aplicativo no mundo. Isso será uma tarefa facilitada, devido à grande popularidade do navegador começando pelos sistemas para PC, e passando pelos sistemas desenvolvidos atualmente para smartphones.

Para iniciar as atividades no iOS, a versão do Firefox virá equipada com um sistema de busca inteligente, sugerindo termos ao usuário conforme este digita a palavra ou até frase. Outra funcionalidade será a sincronização de dados. Os dados do Firefox do PC poderão ser sincronizados facilmente com o aplicativo do celular, possibilitando, por exemplo, o compartilhamento de senhas salvas automaticamente em um aplicativo diretamente no outro.

Por Igor Furraer

Firefox no iOS


A Apple lançou no começo deste mês de março a atualização do seu sistema operacional iOS 7.1 com o intuito de proporcionar melhorias de utilização para seus clientes. O novo gadget corrigiu bugs, incluiu novas funções nos celulares e progressos na interface dos smartphones da marca. No layout a mudança aconteceu nos ícones, principalmente no de atender e encerrar chamadas, que agora estão sem pontas (circulares).

Contudo, a atualização ainda deixou alguns inconvenientes e está valendo a pena fazer uma comparação do iOS anterior para o atual. A principal novidade do 7.1 é o CarPlay, que desempenha uma refinada atualização de os gadgets trabalharem com a integração do sistema do celular com o sistema dos automóveis. A intenção é fazer o controle de funções do iPhone no painel do veículo, como na navegação, nos playlists e no telefone. O serviço será uma possibilidade para um futuro próximo, ou seja, os usuários brasileiros, mesmo com a atualização feita, ainda não têm a compatibilidade com seus carros, já que as marcas ainda estão em processo de parceria com a Apple para a fabricação de modelos que possuam um sistema integrado com o novo iOS.

Outra novidade é a possibilidade do usuário colocar no calendário do seu aparelho a sua região e sua religião para compatibilizar com as datas em que haverá feriados e datas comemorativas nacionais, regionais e religiosas.

A principal mudança da atualização dos aparelhos para o novo iOS 7.1 foi no quesito de reinicialização repentina. Com o novo sistema, esse problema foi resolvido. O programa também melhorou o desempenho de modelos mais antigos, como os iPhones 4, o iPad 2 e o iPad 3.

As baixas começam na promessa de melhorias no sistema Touch ID, o que, segundo relatos de usuários, não ocorreu nenhuma mudança. Muitos consumidores, pelo Twitter, reclamaram de problemas com o aplicativo e no site de suporte oficial da Apple. Outros, no entanto, relatam melhor funcionamento do sistema.

Outro problema que está incomodando os usuários é a limitação do uso do aparelho como roteador Wi-Fi, um pedido que a Apple cedeu as operadoras. A T-Mobile, por exemplo, uma grande operadora norte-americana, somente libera a entrada ao Acesso Pessoal – usado para compartilhar a acessibilidade a internet do telefone com outros dispositivos – com o pagamento de taxas integradas ao plano telefônico do usuário.

A maioria das funções atualizadas pelo iOS 7.1 traz benefícios e novas possibilidades aos usuários. Mas para quem depende da utilização do Touch ID e usa com frequência o hotspot Wi-Fi de compartilhando de internet com planos limitados, a atualização não é uma boa pedida.  Outra questão é o Jailbreak, que deve ser refeito a partir de cada nova versão da plataforma.

Por Carolina Miranda

ios71

Foto: Divulgação


Novos apps de jogos para o sistema operacional iOS foram lançados semanas atrás, na loja virtual App Store. No NBA Rush, o jogador terá que defender o planeta Terra das invasões alienígenas, utilizando a maior liga de basquete do mundo dos EUA. Já o segundo, denominado Lawless, o usuário irá entrar nos filmes de tiro dos anos 80. Ambos são gratuitos e podem ser jogados no iPad, iPhone e iPod Touch.

No primeiro, NBA Rush, a diversão é garantida. Com comandos simples, seu objetivo é salvar a Terra, impedindo que os alienígenas a domine. Mas para isso você irá precisar controlar a maior liga de basquete norte-americana, a NBA. O game possui uma lista completa de todos os jogadores e eles serão desbloqueados de acordo com  a pontuação e o nível atingido.

O objetivo é atingir os ETS com a bola, seja correndo, desviando de vários obstáculos ou “fazendo enterradas”. O NBA Rush é bem parecido com o Subway Surfers. Este jogo, que possui bons gráficos e uma ótima jogabilidade, está disponível para o sistema IOS 5.0 ou superiores. Como ele é totalmente gratuito, não deixe de baixá-lo na loja virtual da Apple.

No Lawless, o clima de seriados policiais dos anos 1980 predomina durante o jogo. O jogabilidade é bastante simples, onde o usuário terá apenas que mirar e atirar com sua arma nos inimigos, eliminando-os. O jogador irá controlar três bandidos, que com o objetivo de ganhar dinheiro, irão atirar em tudo que encontrarem pela frente.

Na maior parte do jogo há a presença de intensos tiroteios. Porém, não é tão fácil como parece, pois o jogador precisa estar muito atento aos movimentos do game. Seus gráficos impressionam, mesmo sendo um jogo simples. Ele foi considerado um dos melhores jogos de tiro da App Store no estilo árcade. Ele é gratuito, e está disponível para o sistema IOS 6.0 ou superiores.

Por Danilo Gonçalves


As opções de compras de aparelhos eletrônicos aumentam a cada dia e uma grande variedade deles é produzida. Entre tantos sistemas operacionais disponíveis nos aparelhos, os que mais chamam atenção são: Android e iOS. Muitos consumidores se perguntam qual seria o melhor sistema, de um lado temos o iOS que abrange os produtos da Apple como iPhone e iPad e, do outro lado temos o Android que abraça diversas marcas como Samsung e LG.

Uma das maiores diferenças entre o iOS e o Android é como o hardware e o software trabalham juntos. O iOS, desenvolvido pela Apple, foi feito propriamente para seus aparelhos, logo toda a parte física do celular reage de acordo programado por aquele específico software, apenas para os produtos da marca Apple, deixando o hardware mais integrado ao software. O Android é desenvolvido por Engenheiros do Google, foi feito para uma grande variedade de aparelhos e marcas.

A melhor opção para ver vídeos e gravar fotos é o Android, o software do Google é simples de usar, alguns aparelhos móveis que possuem Android aceitam cartão SD ou Micro SD, tornando a colocação de fotos e vídeos no aparelho extremamente fácil. Nos produtos Apple, toda foto e vídeo deve passar pelo iTunes que gerencia os arquivos. O iTunes é uma loja online que não funciona para brasileiros. O gerenciamento dos arquivos muitas vezes acaba barrando algum vídeo.

No iOS não funcionam sites que utilizam a tecnologia Flash da Adobe, pois a Apple o programou para não abri-los, visto que consomem muita bateria, no Android esses sites podem ser abertos perfeitamente.

Mesmo que os produtos da Apple detenham algumas tecnologias, ainda é um líder de vendas. Os maiores fatos que justificam o sucesso de vendas é a variedade de aplicativos do mercado e aplicações como: calculadora, agendas e jogos.  Outro fator é design da interface simples que supera a dos concorrentes. 

Por Luiz Guilherme Feliciano Palazzo

Android e iOS

Foto: Divulgação


Para aqueles que pensam que a tecnologia moderna veio apenas para ostentar o mercado se engana. Muitos aplicativos oferecem opções variadas que contribuem com a segurança pessoal e também com a sustentabilidade. Um ótimo exemplo é o Alcohoot, um bafômetro para smartphone que funciona com muita precisão para aqueles que costumam dar uns golinhos na noitada. Óbvio que o indicado é que o condutor fique 100% sóbrio ao menos que tenha uma pessoa para conduzir o seu veículo (e que a mesma não esteja alcoolizada), porém, se houver um "escape", o dispositivo poderá apontar se foi passado dos limites ou não.

A novidade pode funcionar em diversos modelos de aparelhos smartphones que estão no mercado. Os níveis indicados são próximos aos dados da  polícia e relata o nível de álcool no sangue e ainda demais informações interessantes como a quantidade consumida em geral e sua classificação perante a Organização Mundial da Saúde. A utilidade também é baseada nas informações sobre bares e restaurantes próximos, táxis e demais opções de transportes caso aponte a alteração.

O Alcohoot funciona em Android e também iOS e é necessário uma carga de íons de lítio onde suporta até quinhentos testes, afirma a empresa responsável.

O dispositivo que deve ser acoplado ao aparelho pesa cerca de 50 gramas e custa cerca de US$ 119 (há quem diga que possa ser encontrado por apenas US$ 90). A compra é feita no site da própria empresa que o fabrica www.alcohoot.com e está disponível em três opções de cores.

A novidade surgiu no final do ano passado e já é considerado um "amigo" de muitos usuários que já comprovaram a sua eficácia perante a momentos de exageros. 

No site do Youtube existem diversos vídeos da Campanha do Alcohoot onde aparecem jovens testando o dispositivo a fim de demonstrar que os resultados são imediatos.

Por Luciana Ávila

App Alcohoot

Foto: Divulgação


O Snapchat é um aplicativo para smartphones, tanto iOS quando Android, que busca a privacidade. Você cria uma conta com o seu número de celular, manda qualquer mensagem para os contatos e depois de 15 segundos após ser visualizada ela é removida e apagada para sempre. Em tempos de boatos de monitoramento do governo americano, a busca pelo aplicativo se tornou maior, tanto é que o Instagram fez uma espécie deste recurso dentro do aplicativo. Se tio Mark não conseguiu comprar o App, pelo menos implantou no Instagram, que recentemente foi adquirido pelo Facebook.

Mas nos últimos dias, um bug ou simplesmente falha de segurança, deixa os usuários de atenção. A falha já existia há algum tempo, mas só foi descoberta na véspera de ano novo. Basicamente, o Snapchat tem um recurso chamado: Buscar Amigos (para quem usa a versão em inglês, é Find Friends). Ela busca seus amigos através de sua agenda telefônica, dentro do seu smartphone. O que acontece é uma falha justamente nesse recurso. Você poderia chegar a descobrir o número de qualquer usuário do serviço e não apenas o da sua agenda telefônica.

Segundo informações, o pior ainda pode estar por vir. Os desenvolvedores do aplicativo não se deram conta da falha. E o pior, sabiam desde agosto que algo não cheirava bem, mas mesmo assim não deram bola. Mesmo com comunicados lançados no final de dezembro, não se sabe ainda quando uma correção para o aplicativo pode estar chegando. Ou seja, aquilo que talvez fosse confiável agora se torna dúvida de muita gente.

Mas nem todo aplicativo é confiável. Todos os apps têm falhas e se descobertas, podem colocar o usuário em risco. Em temos de NSA, todo mundo fica receoso com falhas e problemas de segurança e privacidade. Recentemente, alguns veículos de imprensa noticiaram que o iPhone poderia ser rastreado permanentemente, algo desmentido pela Apple.

Por Leandro de Souza

Snapchat

Foto: Divulgação


O Facebook, que é considerado a maior rede social em todo o mundo, tem agora motivos para se preocupar, e ele e seus administradores que se cuidem, pois o aplicativo que agora está na boca (e nos smartphones) dos jovens por aí é o chamado Snapchat. Ele chegou ao mercado há pouco tempo, mas já está fazendo sucesso. O seu chamariz: oferecer compartilhamento de informações de uma forma mais particular. A ideia é tão bacana, que chamou a atenção dos gigantes Google e Facebook e eles até já ofereceram bilhões de dólares pela sua aquisição. Mas parece que o aplicativo pretende ser ainda maior, isso porque a empresa recusou todas as ofertas.

A explicação do “desespero” das duas mundiais é única: o Snapchat pode ser um dos grandes motivos pelo qual o Facebook, por exemplo, tem perdido audiência entre o público mais jovem. Não é a toa que o gigante ofereceu 4 bilhões para adquiri-lo. O Google, que deve ter percebido a reputação, não pensou duas vezes e também tentou fazer uma oferta.

O aplicativo está disponível apenas para Android e iOS e funciona da seguinte maneira: ele compartilha fotos e vídeos entre amigos de modo privado. Ao mandar um item, o usuário possui um limite de tempo que, se a foto não for vista por quem ele enviou, será apagada dos dois aparelhos.

Algumas características são semelhantes ao Instagram, ainda mais quando falamos de envio de fotos. No entanto, os comentários que estão rolando por aí é de que ele é um pouco mais difícil de entender e, talvez, esse seja o motivo de não ter sido adquirido por pessoas adeptas aos apps comuns.

SNAPCHAT – DESCRIÇÃO:

Experimente uma maneira totalmente nova de compartilhar hoje. Tire uma foto ou um vídeo, adicione uma legenda, e envie a um amigo (ou talvez alguns). Eles vão ver, rir. Se você quiser compartilhar algo com todos os seus amigos, adicioná-lo ao seu Snapchat Story, uma narrativa viva onde cada snap vive por 24 horas até desaparecer, abrindo espaço para o novo.

Por Jaime Pargan

Snapchat - Novo aplicativo para Android e iOS

Foto: Divulgação


O mais famoso jogo de futebol da EA Sports, o FIFA 14, está disponível gratuitamente para download na versão para smartphones e tablets Android e iOS.

Essas versões também contam com os mesmos 600 clubes disponíveis no game para consoles e computadores, e incluem os 21 times brasileiros licenciados para todos os modos de jogo. Além disso, a versão para smartphones também terá disponível o recurso EA Sports Football Club Match Day, que traz constantemente atualizações sobre suspensões, lesões em jogadores e mudanças na escalações dos times, dando cara mais real ao que acontece nas partidas.

Não fica de fora o modo Ultimate Team, consolidado nos computadores e nos mais diversos consoles.  O Fifa 14 conta com narrações em inglês, francês, alemão, italiano e espanhol. Infelizmente, a narração em português continua de fora.

Os modos de jogo Manager, Torneio e Jogo Rápido exigem pagamento de taxa de cerca de R$ 10 (o pagamento é em dólar e respeita a cotação do dia). Já os modos Ultimate Team, Jogos da Semana e disputa de pênaltis continuam inteiramente gratuitos.

Para fazer download do aplicativo na versão para devices Android, basta acessar o link https://play.google.com/store/apps/details?id=com.ea.game.fifa14_row.

Já a versão para iOS, na App Store, está disponível em https://itunes.apple.com/us/app/fifa-14-by-ea-sports/id639810666?mt=8&ign-mpt=uo%3D4.

O arquivo para ambas as versões exige que os aparelhos tenham no mínimo 1,35 gb livres de espaço na memória.

Por Jorge Souza


Com a estreia na nova versão do sistema operacional da Apple, o iOS 7, muitos aparelhos da marca da Maçã lançados até 2010 ficarão sem atualização, como é o caso do iPhone 3GS, a primeira versão do iPad e a quarta geração do iPod.

Porém, os usuários de devices antigos não ficarão na mão: a Apple anunciou que donos de hardwares antigos terão direito a uma “última versão compatível” de aplicativos, para suprir as necessidades no caso de uma tentativa de download de versão não suportada pelo firmware em uso.

Funciona assim: quando você tentar baixar um aplicativo que não funciona no seu dispositivo, o recurso exibe uma pergunta, dentro da App Store, se você quer fazer o download da última versão compatível do aplicativo com o seu aparelho.

Isso significa que você não precisa, necessariamente, trocar o seu aparelho da Apple por um mais novo caso ele não suporte o iOS 7. Testes mostram que versões de aplicativos populares como o Twitter o Instagram rodam em sistemas operacionais mais antigos, como o iOS 4.3.3 ou o iOS 4.2.1, sem maiores problemas de funcionalidade.

Por Jorge Souza


Depois de muitas atualizações do sistema iOS sem grandes modificações, o iOS 7 promete modificar radicalmente o padrão. Apesar de ainda não ter divulgado a data oficial de implantação do novo sistema, a empresa já divulgou as principais alterações.

O impacto já começa com o novo visual, os ícones, que seguiam o mesmo padrão desde o início, serão modificados. A barra de deslize que desbloqueia os aparelhos, marca registrada da Apple, não existirá mais. Agora, será necessário apenas arrastar a tela para o lado e ela desbloqueará, algo semelhante ao que acontece em alguns aparelhos que tem como sistema operacional o Android.

Outra novidade é a Central de Controle. Os usuários iOS que antes tinham que acessar o longo caminho dos “ajustes” para realizar simples mudanças de configurações, agora vão precisar apenas deslizar o dedo na parte debaixo do aparelho. A central permitirá que você ligue e desligue o Wi-Fi, o Bluetooth, o modo avião, a rotação da tela e a função “não perturbe”. Além disso, você poderá ajustar o brilho da tela e ter acesso ao player de músicas.

As mudanças não param por aí, a central de notificações, a barra multitarefa e algumas opções na câmera também serão diferentes. O AirDrop é outra novidade de destaque, o recurso permite a transferência de qualquer tipo de arquivo a partir de qualquer aplicativo, através do botão compartilhar. A troca porém, continua sendo permitida apenas entre usuários do sistema iOS.

É importante ressaltar que algumas modificações são restritas a determinados modelos de aparelho. As alterações ainda não são definitivas, outras novidades podem surgir e as anunciadas ainda podem ser alteradas até o lançamento oficial. 

Por Janaina Campos


Recentemente podemos ver vários boatos sobre o novo sistema operacional para dispositivos móveis da marca americana Apple, porém dessa vez parece que a empresa finalmente resolveu testar publicamente o novo OS.

Após flagrar o novo sistema do Google, o SlashGear dessa vez conseguiu captar o novo sistema da principal concorrente do Android, o novo iOS 7 da Apple. Os 12 acessos foram flagrados no dia 2 de maio. Tudo isso indica que na próxima WWDC provavelmente os comentários estarão certos e a “Maçã” irá lançar o seu novo sistema operacional.

O novo sistema da Apple deve ser o primeiro em muito tempo que irá contar com um design e interface diferentes. Algo que vem sendo mostrado por diversos motivos e que os especialistas ainda confirmam que ele virá todo repaginado.

O lançamento oficial do iOS 7 deve ocorrer entre os dias 10 e 14 de junho, no evento que a própria Apple realiza chamado WWDC e que geralmente é onde a empresa revela as suas principais novidades, desde gadgets, como iPad e iPhone, até novos modelos de MacBook e sistemas operacionais.

Por Henrique Nicolau


Os Card Games, como Magic e Spelfire, têm milhões de fãs espalhados pelo mundo. Jogos onde você monta um determinado número de cartas (Deck) e enfrenta adversários frente a frente em jogos nos mais variados universos.

Para esse público, já há algum tempo, existem jogos que simulam esses games seja online com outros jogadores ou contra o próprio computador. Explorando este nicho, a desenvolvedora Gameloft, lançou recentemente o Order & Chaos: Duels, um jogo para dispositivos móveis baseado nesse universo dos Card Games.

Humanos, Elfos, Zumbis e Orcs compõem o universo de Order & Chaos onde você precisa guiar uma aventura através das suas cartas, levando seu herói a derrotar o espírito de Veik. Magia, força e inteligência são os elementos necessários para triunfar neste jogo.

Os gráficos são bastante animados e tornam todo o jogo e sua mitologia atrativos. Para iniciantes o jogo apresenta modos iniciantes de jogabilidade didática, além de ter versão em português.

Todas as funcionalidades tornam o jogo uma das melhores opções para quem gosta deste gênero que está disponível para iOS da Apple e sistema Android gratuitamente. Há a necessidade de conexão online constante, sendo esse um dos pontos fracos deste jogo.

Por Bruno Hardt


A Siri era um dos recursos mais aguardados pelos fãs do iOS, uma assistente pessoal que ajudaria os usuários em várias tarefas do dia-a-dia. Quando a assistente pessoal chegou ao mercado nacional, ela decepcionou o público por não entender a língua nativa.

Desde então, os brasileiros esperam pela solução deste problema, até então sem nenhuma solução e nenhuma notícia da Apple sobre o assunto. Para a felicidade de todos, agora, parece que finalmente a Siri em versão português está pronta e só está aguardando a liberação da Maçã, para ser lançada no Brasil.

Segundo o site Techguru, a empresa Nuance, responsável pela criação da Siri, já entregou a nova versão da assistente pessoal para a Apple. A informação teria vindo de uma fonte totalmente segura de dentro da Nuance, que ainda afirmou que a Siri em português está no pipeline de lançamento da Apple.

Além desta novidade, a fonte ainda informou que a Nuance estaria trabalhando em um projeto com o Bradesco no Brasil. São poucas as informações, mas este projeto seria a respeito de um phone banking com suporte de voz ao cliente. A Apple como na grande maioria das vezes ainda não veio a público para falar sobre o lançamento do recurso.

Por Felipe Santos Bonfim


Mais um jogo eletrônico está ganhando uma nova atualização e o nome do momento é o game Angry Birds que consiste no arremesso de pássaros em construções para destruir os porcos que roubavam seus ovos.

Este jogo foi criado pela empresa finlandesa Rovio no ano de 2009 e já possui milhões de downloads em todo o mundo além de poder ser utilizado em diversas plataformas como Android, PlayStation 3, Mac OS, Nintendo DS e PC.

Agora, em 2012, o Angry Birds recebe uma atualização para o jogo que roda em Android e iOS com novos personagens sendo inseridos no game além de mais 30 níveis inéditos.

Por Ana Camila Neves Morais


Se você costuma usar o Facebook pelo celular e sente falta do botão “Compartilhar” no seu Android ou iOS, os seus problemas estão prestes a acabar.

O Facebook anunciou que o botão já está disponível para as versões móveis das plataformas e aparecem no Feed de Notícias. E junto com a novidade, o Facebook já avisou que, por enquanto, o botão ainda não está funcionando perfeitamente, e não  aparece em todos os posts. Essa falha deve ser corrigida ao longo da semana.

Os usuários brasileiros já podem usar a novidade no Android e iPad. A versão para iPhone ainda não está disponível em português. Somente as versões em inglês e chinês possuem o botão compartilhar.

Para usufruir o botão Compartilhar, basta fazer a atualização do aplicativo do Facebook. Junto com a novidade o pacote de atualização ainda tem melhorias na marcação de fotos, permitindo que os usuários criem um álbum a partir da guia Fotos na linha do tempo, e tem correções de falhas na atualização de status, falha que aparecia somente para alguns usuários.

O pacote de atualização tem 13 MB e de acordo com os comentários dos usuários de Android postados na Play Store, ela ainda apresenta algumas falhas pontuais e não está rodando 100%.

Por Allan Couto


Na última quinta-feira, dia 1º de novembro, a Apple liberou a mais nova versão do iOS, a 6.0.1. A atualização do sistema está disponível no iTunes para todos os aparelhos que possuem o iOS 6. O objetivo do update é arrumar vários erros da plataforma, como por exemplo, as linhas horizontais que podem ser vistas no teclado e o mau funcionamento do flash da câmera.

As alterações que a nova versão do sistema traz incluem: correção do bug que não permite que o iPhone 5 instale atualizações de aplicativos através de uma rede sem fio e uma melhora na segurança da conexão Wi-Fi do iPhone 5 e do iPod Touch. Além disso, foi arrumado o erro que prejudicava as reuniões do Microsoft Exchange e o bug do bloqueio de tela, que algumas vezes mostrava o conteúdo do Passbook.

O iOS 6.0.1 já está disponível para download, basta acessar o menu de configurações e clicar em atualização de software nas opções do próprio aparelho. Quem preferir pode conectar o aparelho a um computador e atualizá-lo utilizando o iTunes. Os usuários do iPhone 5 deverão primeiramente baixar e instalar um Updater para ele (para poder arrumar o erro que impede as atualizações a partir de uma conexão wireless) e só depois fazer o download da nova versão do iOS.

Por Felipe Santos Bonfim


Na segunda semana de outubro, Peter Bebek, gerente de produção da Microsoft, anunciou que o novo Office 2013 também terá versões para iOS e Android. A afirmação foi feita em uma entrevista coletiva que aconteceu na República Tcheca.

A novo Office será suportado tanto por smartphones quanto tablets, porém, só será disponibilizado no mês de março de 2013. Além disso, a filial da Microsoft, situada na República Tcheca também divulgou uma nota oficial, após a entrevista de Bebek, dizendo que além de estar disponível para o Windows 8, o Office 2013 também será lançado para Windows Phone, Mac OS, Windows RT, iOS, Symbian e Android. Ainda, o iPad também ganhará uma versão exclusiva do Office Web Apps e da suíte do Office completa.

Os clientes corporativos poderão adquirir o novo Office a partir do mês de dezembro de 2012. Os clientes pessoa física poderão adquirir a nova versão em fevereiro de 2013. Somente a versão para dispositivos móveis chegará em março.

Essa com certeza é uma ótima notícia, pois vai facilitar muito a utilização de arquivos em Word, Excel e PowerPoint também em tablets e smartphones, que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado mundial.

Por Guilherme Marcon


Depois de muito tempo, o ICQ, que foi um serviço muito famoso de mensagens instantâneas, retornou ao mercado. Agora, porém, ele surgiu também para um novo nicho de mercado, que são os dispositivos móveis – principalmente os smartphones e tablets.

O novo aplicativo ICQ está disponível tanto para iOS quanto para Android, em tablets e smartphones, além de contar com uma integração com computadores. Há pouco tempo, a desenvolvedora anunciou o seu retorno ao mercado brasileiro, para felicidade daqueles que sentiam falta dos “velhos tempos de ICQ”. Pode ser que isso tenha a ver com a compra da empresa por parte da Digital Sky Techonologies Limited, da Rússia.

Um vídeo postado no YouTube mostra as novas funcionalidades do ICQ, que agora permite enviar mensagens, vídeos e fotos para os contatos que o usuário tiver no serviço, além de conectar-se com os amigos no Google Talk, Facebook e YouTube. Contando também com a possibilidade de acompanhar o que os contatos postam e compartilham nas redes sociais. Ainda, o novo ICQ é integrado com a ferramenta de geolocalização, para compartilhar o local onde o usuário está.

Com o pronunciamento da empresa sobre o retorno ao Brasil, o aplicativo foi totalmente traduzido para o português e já pode ser baixado gratuitamente na Google Play e na App Store.

Por Guilherme Marcon


O Instagram atualmente ocupa o posto de sensação do momento, isso quando o assunto é tirar fotos através de aplicativos móveis. O sucesso do aplicativo é tão grande que ele deixou de ser uma exclusividade da empresa Apple e ganhou uma nova versão para o sistema operacional Android, do Google – e ainda foi comprado pelo Facebook.

A moda de deixar fotos com aspecto envelhecido “pegou” e agora é possível deixar suas fotos mais “velhas” ainda, graças ao aplicativo que foi desenvolvido apenas para plataforma iOS, chamado de 1-Bit Camera. Este aplicativo é uma ótima recomendação para quem curte colocar esse tipo de efeito nas fotos.

A utilização do aplicativo é bem simples e leva suas fotos de volta à década de 80, deixando as imagens com apenas 1 bit de qualidade. O 1-Bit Camera deixa de lado a câmera de oito megapixels, encontrada no iPhone 4S, e tenta ocupar o espaço que o Instagram deixou ocioso, pois muitas pessoas se incomodaram com a sua popularização.

Para quem se interessou pelo 1-Bit Camera, ele está à venda na loja oficial da Apple, a AppStore, por US$ 0,99, que equivale a mais ou menos R$ 2.

Por Guilherme Marcon


Com a evolução das redes sociais, cada vez mais elas vêm sendo integradas aos sistemas operacionais de smartphones, como Android e Windows Phone, onde é feita uma espécie de conexão entre o perfil nas redes sociais de um contato seu e a agenda de contatos do seu aparelho. Nessa conexão, o perfil da rede social “atualiza” com fotos e dados o contato da agenda do seu smartphone.

Sendo assim, a Apple pretende equiparar esse serviço com o Windows Phone e o Android, acrescentando ao seu sistema, o iOS, a integração dos contatos com o Facebook.

De acordo com o site iMore, a Apple disponibilizou referências de que haverá a integração com o Facebook na última versão para desenvolvedores do iOS beta. Isso aumenta o rumor de que a maior rede social do mundo será integrada ao próximo iOS, como já é feito com o Twitter desde o lançamento do iOS 5.

Porém a Apple não se pronunciou a respeito, nem confirmou que isso acontecerá realmente. Mas é fato que com a proporção que o Facebook vem tomando, isso será inevitável, pois as redes sociais compõem grande parte do tempo gasto pelos usuários nos smartphones.

Por Guilherme Marcon


Um aplicativo para smartphones e tablets chamado "Arte Fora do Museu" será lançado nesta quinta-feira (26 de outubro), oferendo a seus usuários um roteiro das obras de arte e arquitetura na cidade de São Paulo.

Há vários roteiros no aplicativo. Um deles é dedicado exclusivamente a arquitetura moderna. Outro mapeia murais de artistas desconhecidos, e assim por diante. Ao todo o aplicativo contém cerca de 150 obras de arte a céu aberto.

Além de indicar a localização das obras, o "Arte Fora do Museu" também contém imagens e vídeos de especialistas comentando cada item.

O aplicativo já pode ser baixado em iPhones e em breve deve estar disponível para usuários de smartphones com o sistema operacional Android, do Google.

Os idealizadores do projeto são Felipe Lavignatti (jornalista) e André Deak (fotógrafo). O jornalista explicou ao jornal "Folha de S. Paulo" que houve um critério para a seleção das obras que estão visíveis no aplicativo. “Como em qualquer exposição de museu, precisamos escolher”, justifica Lavignatti. Um dos critérios adotados é se a arte é ou não moderna, o que deixou de fora locais históricos. Além disso, é necessário estar ao ar livre e ser gratuita.

Por Mozart Artmann


Depois de toda a polêmica envolvendo o iPhone e a falha que gravava a localização dos usuários do iPhone, a Apple pode lançar uma atualização resolvendo o problema.

A versão 4.3.3 do IOS deve ser lançado nas próximas semanas simplesmente para corrigir a grave falha.

As informações foram divulgadas pelo site “Boy Genius Report”, que citou ainda que a atualização fará com que o sistema não realize mais o backup dos dados de localização dos usuários no iTunes. Não bastasse isso, o sistema ainda irá reduzir e apagar as informações quando o Serviço de Localização for desligado.

Vale lembrar que ainda não existe uma data certa para a liberação da nova atualização do IOS.


Pela primeira vez smartphones com o sistema operacional Android ultrapassaram aqueles com o sistema IOS, de acordo com um relatório da comScore.

O relatório apresenta a cota de mercado do Android como de 28,7% em dezembro de 2010, ante 21,4% de setembro do mesmo ano. IOS, em comparação, também experimentou um salto para 25% em dezembro, mas foi ofuscado pela oferta do Google, fabricante do sistema operacional Android.

Entretanto, o sistema RIM ainda é líder com uma cota de 31,6%. Segundo  a comScore, o lançamento do iPhone pela Verizon (antes, nos EUA, era possível comprá-lo somente pela empresa de telecomunicações AT&T), deve abalar novamente estes números nos próximos meses.

Um estudo recente realizado pela empresa de pesquisas online uSamp constatou que quase metade dos atuais usuários de BlackBerry e sistema Android, entre 18 e 24 anos, pretendem mudar para o iPhone. Para os usuários com idade entre 25 a 34, essa porcentagem é de 34%. A pesquisa revela que 44% dos usuários de smartphones da Verizon, com sistema Android, estão “muito dispostos” a comprar um iPhone da empresa de telecomunicações. Utilizadores de smartphones com sistema RIM, no entanto, parecem ser menos fiéis à marca. 66% dos entrevistados dizem que pretendem mudar para iPhone.

Por A. Garcia

Fonte: comScore





CONTINUE NAVEGANDO: