Versão mais básica custará R$ 7.299. Outras versões terão preços que variam entre R$ 8.599 e R$ 9.699.

Apesar do iPad Pro ainda não ter chegado ao Brasil e não contar com informações a respeito da data de lançamento, a loja online da Apple já disponibilizou os valores em seu website oficial. O preço alto desanimou brasileiros interessados em adquirir o novo aparelho.

De acordo com a publicação, o iPad Pro chegará ao Brasil custando R$ 7.299,00, é válido destacar que esse preço refere-se à versão mais básica e com menor desempenho. Os iPads Pro com outras configurações e especificações, como limite máximo de armazenamento, por exemplo, variam entre R$ 8.599,00 e R$ 9.699,00.

Apesar da clara qualidade dos produtos Apple e deste em especial ter sido desenvolvido com foco no público profissional, pagar quase 10 mil reais em um iPad é algo bastante inviável para a grande maioria dos brasileiros. Recentemente, os produtos Apple sofreram alta devido ao aumento do dólar.

Com tela de quase 13 polegadas e peso que gira em torno de pouco mais de 700 gramas, o iPad Pro conta com processador de última geração que possibilita melhora no desempenho além de muitos outros diferenciais.

A empresa anunciou que já é possível concluir o processo de compra através de seu e-commerce, a realidade já está disponível em mais de 40 países, mas a lista não inclui o Brasil.

Os acessórios que complementam o uso a fim de aprimorar a experiência de usuário também não são nada baratos, a Apple Pencil (caneta digital) e o Smart Keyboard (teclado inteligente) custam respectivamente R$ 749,00 e R$ 1.299,00.

O Wall Street Journal, um dos meios de comunicação mais influentes do mundo, concluiu que pelo valor (mesmo lá fora é considerado elevado) ainda existe muitas limitações nas portas, softwares e armazenamento do dispositivo.

De qualquer maneira, é uma pena vermos produtos tão comentados chegando ao nosso país com preços inacessíveis. Resta-nos esperar e torcer por promoções ou até mesmo a saída de novas versões que possibilitem a queda nos valores dos modelos mais antigos da Apple. 

Por Beatriz 

iPad Pro

iPad Pro

Fotos: Divulgação


iPhone 5SInicialmente, a Apple pretendia lançar no próximo dia 10 de setembro os iPhones 5C e 5S, além de vários modelos de iPads, mas segundo o site americano "Bloomberg", na citada data apenas o iPhone 5S será lançado e os outros serão apresentados ao público somente no mês de outubro, em data a ser divulgada.

Outra novidade da Apple é que a empresa resolveu lançar seu smartphone popular, com acabamento em plástico, somente em mercado emergentes, tirando os Estados Unidos da América do "mapa"; quanto ao iPad 5, este terá bordas mais finas e cantos arredondados, além de baixa espessura.

Lembrando que o iPhone 5C será o primeiro modelo da Apple no segmento de smartphones intermediários e tem o objetivo principal de frear o crescimento dos aparelhos Android e Windows Phone 8. Sobre as novidades do iPhone 5C, é bem provável que este tenha cores variadas, um display Retina de 4 polegadas e câmera de 8 MP.

Já sobre o iPhone 5S, o aparelho será o modelo principal da empresa e deverá manter o mesmo design dos modelos anteriores, mas deverá vir com um upgrade de hardware, semelhante ao que acontece com todos os modelos "S" da Apple, além de processador A7 Quad-Core, com 2 Gigabytes de memória RAM e uma nova câmera digital, que promete ser superpotente.

Por Vinicius Cunha


A Apple continua incansável na oferta de produtos com qualidade para seus usuários e anunciou que irá criar o iPad Mini com tela de retina.

Esta informação vem atender à principal reclamação dos proprietários deste pequeno tablet que está relacionada com a resolução de sua tela.

Com isso, o novo iPad Mini terá uma tela com resolução de 2058 x 1536 e uma densidade de 326 pixels por polegada.

Fonte: Tecnologia.uol.com.br

 

Além da nova tela, a próxima versão do iPad Mini terá apenas uma barra de LEd para tornar o dispositivo mais leve além de outras melhorias tecnológicas em seus aplicativos e funções.

No entanto, todas estas melhorias estarão disponíveis apenas a partir do terceiro trimestre de 2013 para comércio no mercado mundial.

Por Ana Camila Neves Morais


Depois de ver o novo modelo do iPad chegar a diversos países, finalmente os brasileiros podem adquirir o aparelho por aqui. 

O iPad 3 começou a ser vendido oficialmente nas lojas brasileiras no dia 11 de maio. Além da data, a operadora de telefonia móvel TIM confirmou que será a primeira empresa a vender oficialmente o novo modelo aqui no país. Ou seja, para comprar o iPad 3 no Brasil os interessados terão que procurar uma das lojas da TIM. Mas ainda não se sabe se a venda do equipamento será feita juntamente com o chip e os serviços de internet 3G da operadora.

De acordo com a assessoria da empresa, a venda ocorrerá somente em lojas físicas da TIM. A Vivo disse que não tem novidades sobre a venda do novo iPad. Já a Claro e a Oi não retornaram contato da reportagem. A Apple Brasil não se pronunciou. A TIM vende o iPad 2 por R$ 1.789 (16 Gbytes), R$ 2.029 (32 Gbytes) e R$ 2.389 (64 Gbytes). As principais diferenças da terceira geração do tablet são a tela de altíssima resolução e a melhoria na câmera.

Algumas pessoas já possuíam o equipamento aqui no Brasil, pois o adquiriram no exterior e o trouxeram para cá. Algumas importadoras também estavam vendendo o iPad 3 para pessoas que faziam a encomenda por aqui. Além disso, muitas pessoas que estavam aguardando para comprar um iPad conseguiram comprar o modelo 2 por um preço mais barato a partir do lançamento no exterior do aparelho.


Um dos mais importantes portais de notícias que é voltado para os fanáticos por videogames ganhou um novo aplicativo para iPhone e também para iPad.

O nome do aplicativo que já pode ser encontrado na APP Store é o App GameLib, e segundo as informações que o site divulgou para a imprensa, existe também uma versão para o Android que pode ser baixado pelo Google Play. O aplicativo é indicado para que as pessoas acompanhem as principais notícias publicadas no site em tempo real, onde quer que estejam.

O objetivo principal do aplicativo é ser mais uma alternativa de fonte de notícias para pessoas que consomem este tipo de tecnologia, principalmente games, voltado especialmente quem acompanha as atualizações diárias do site na internet.

O aplicativo ganhou um visual muito bonito e simples, sendo muito fácil buscar pelas principais notícias e também encontrar notícias por categorias.

Ele também disponibiliza algumas outras funções, como a possibilidade de baixar as músicas que fazem parte da trilha sonora de determinado jogo.


Existe uma plataforma que ajuda os usuários a encontrarem os aplicativos que eles estão buscando, de forma rápida e simples. Esse site acaba deixando a busca muito mais apropriada do que quando se faz a mesma busca no site da loja de apps da gigante Apple.

O site se chama Chomp e recentemente foram divulgadas informações, através do site TechCrunch, que a própria Apple teria comprado o site, este que, além de fazer as buscas, ajuda os usuários de Android e iPhone a encontrarem novos aplicativos e apps potencialmente interessantes.

Apesar de a App Store da Apple possuir cerca de 25 milhões de downloads, a aquisição dessa plataforma Chomp veio para auxiliar a loja em sua maior fragilidade: ajudar os usuários a encontrar apps interessantes e novos, desde criações pequenas até as famosas.

Mas não é só por isso o interesse da Apple, ao que parece – e foi informado via TechCrunch – a equipe da área de tecnologia da Chomp será aproveitada e conduzida a reestruturar o sistema de busca da loja de aplicativos da Apple – além de reformular a área de recomendação de aplicativos, é claro!

Vamos ver, futuramente, qual será o resultado dessa compra no site da App Store. O tempo que vai demorar não se sabe dizer, mas com certeza será muito em breve.

Por Guilherme Marcon


Os recursos atuais disponíveis em celulares, smartphones e tablets ultrapassam a barreira da imaginação. Quando um consumidor crê na ideia de que tem em suas mãos a maior novidade do mercado, eis que pouco tempo depois as empresas lançam novos aparelhos com recursos a perder de vista.

A conectividade Bluetooth é indispensável, tanto que já equipa veículos automotores e lojas de departamento. Basta o consumidor acionar o sistema para receber informações, trocar figurinhas com seus amigos e familiares e conversar com o próximo pelos alto-falantes de carros e outros equipamentos da área de informática. Entretanto, a Apple não liberou o recurso no iOS do iPhone.

Os que querem muito ter o dispositivo acionado ao iPhone, iPad e iTouch podem recorrer a um pequeno aplicativo batizado de Celeste. O único empecilho é que esse software só pode ser instalado após os aparelhos terem sofrido jailbreak, que em curtas palavras significa liberar o produto, destravá-lo.

Caso isso não seja qualquer problema para o usuário, a loja da Cydia oferece o “desbloqueio” de Bluetooth por US$ 7,99 (cerca de R$ 13,30). A transferência, ao que tudo indica, parece ser bem simples.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: iTouchBR


Nos primeiros meses do curso de Jornalismo, estudantes são questionados sobre a durabilidade dos jornais impressos, não no sentido do papel em si, mas quanto tempo o sistema de mídia impressa conseguirá sobreviver em meio ao amplo crescimento da notícia em portais da internet.

Certamente, o sistema impresso não deverá terminar, por inúmeros motivos. E se a plataforma virtual cresce assombrosamente, jornalistas, editores e leitores buscam se adequar aos novos meios, entre os quais o iPad, que há poucos dias ganhou sua segunda versão.

Na terça-feira (15/03), foi anunciado o portal Brasil 247, especialmente voltado ao equipamento desenvolvido pela Apple. O jornal online tem por destaque o fato de ser totalmente gratuito e de conteúdo aberto, ou seja, é possível compartilhar todo o conteúdo sem qualquer restrição.

De acordo com os desenvolvedores, diariamente serão expostas duas edições, pelo menos, uma às 06h e a outra às 20h.  A idealização desse meio de comunicação só foi possível graças a R$ 4 milhões de investimentos durante um ano.

E por se tratar de um jornal no iPad, os leitores podem esperar inúmeros recursos audiovisuais e muita interatividade. De acordo com Joaquim Castanheira, renomado jornalista e um dos idealizadores do intento, o Brasil 247 não é uma mera adaptação do jornal impresso, mas sim um meio que visa explorar os recursos tecnológicos existentes.

Para conferir estas informações, acesse o site do Brasil 247.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Como parte de uma campanha que tem como objetivo fornecer aos usuários informações precisas sobre tudo que envolva o sistema aeroportuário, a Infraero lançou o Infraero Voos Online.

Trata-se de um aplicativo para iPhone que é capaz de dar informações sobre voos em todo o país, tais como horários de chegada e partida de aviões, dicas, clima, portões de embarque e desembarque, ou até mesmo contabilizar a duração de uma viagem. O software foi desenvolvido pela empresa AgenciaClick e está disponível também para iPod e iPad que rodem iOS 3.0 ou superior.

O Infraero Voos Online pode ser baixado gratuitamente na loja de aplicativos da App Store. Sem dúvida, os usuários dos dispositivos da Apple terão agora um novo motivo para não desgrudar do aparelho enquanto esperam o voo.

Por Alberto Vicente


A Serasa Experian anunciou o lançamento de um aplicativo que permite aos donos de iPhone, iPad e iPod Touch conferirem os indicadores econômicos e pesquisas divulgados pela instituição.

Além do aplicativo estar disposto na loja App Store, é possível acessar as informações pelo endereço eletrônico www.serasaexperian.com.br/mobile. Ao final do ano, a Serasa pretende estender a ferramenta às plataformas BlackBerry, Android e Windows Mobile.

De acordo com Ricardo Loureiro, presidente da Serasa Experian e Experian da América Latina, a ação visa interligar os dados da empresa com as novas tecnologias e mídias, uma vez que o atendimento prestado pela entidade visa sempre melhorar o relacionamento com os usuários. O interessado que fizer uso do sistema terá acesso a 16 indicadores econômicos.

Por Luiz Felipe T. Erdei


Para quem possui um iPhone uma boa novidade em relação aos vídeos para curtir em seu aparelho e que permite que sejam rodados vídeos em formatos diferentes do usado pela Apple, o MPEG-4, vem sem a necessidade de se fazer conversões.

Já está na APP STORE para download, que é gratuito, uma versão compatível para aparelhos da Apple do VLC Media Player, que roda vários formatos de vídeo dos mais populares na internet. Esta nova versão reproduz formatos como DivX e MKV, como já dito, sem necessidade de se recorrer a programas de conversão dos vídeos.

Anteriormente o VLC rodava apenas em iPad e computadores com Windows, Mac Os e Linux. Esta nova versão do aplicativo funciona no iPhone 3Gs e no iPhone 4 e também em iPad touch de terceira e quarta geração, tornando-se mais uma facilidade para quem gosta de apreciar vídeos em seu iPhone.

Por Mauro Câmara

Fonte: Tecnologia Terra


Aqueles usuários que já estavam gostando do software da Playboy para o iPad, o Playboy HD, agora já não vão poder ter mais tanta liberdade no aplicativo.  Devido ao veto que a Apple aplicou a sua política de imagens que contenham nudez, a famosa revista americana concordou em remover o conteúdo impróprio de seu software. A partir de agora a publicação irá oferecer somente conteúdos censurados.

Neste mês a playmate, que é o principal destaque da revista impressa, irá deslumbrar os marmanjos no iPad somente com a parte de cima do corpo, mas sem seios a mostra. O aplicativo custa o mesmo preço da publicação das bancas, US$4,99. O mesmo custo, porém, sem igual conteúdo, pode trazer alguns problemas. O programa para o tablet estava disponível na rede, mas foi retirado do ar sem muitas explicações.

Já existem versões também para aparelhos como o iPhone e o iPod Touch.

Por Oscar Ariel


O fim do ano reserva algumas novidades em termos de lançamento de celulares e smartphones.

O iPhone 4 e o iPad devem chegar em terras brasileiras, e pelo que tudo indica, por meio da operadora Claro. Segundo informações de funcionários da empresa, ainda não se tem definidos o custo dos aparelhos, mas seria novembro o mês de lançamento. Tais boatos foram parcialmente confirmados pela assessoria de imprensa da Claro. Com isso o iPad 3G e o iPhone 4 realmente chegam no quarto trimestre, porém sem data definida ainda.

Tanto a empresa Apple, como outras operadoras do segmento não tem previsão alguma do lançamento deste aparelho em solo brasileiro.  A Agência Nacional de Telecomunicações – Anatel – apresentou em seu site a homologação da bateria do iPhone 4. Agora resta aguardar a homologação do equipamento, pois as empresas dependem disso para qualquer lançamento.

Os norte-americanos encontram o iPhone 4 por US$199, e o iPad na quantia de até US$829.

Por Oscar Ariel


As novas tecnologias, integradas, têm facilitado a vida de todo o mundo. Aparelhos GPS, antes com mapas pré-concebidos, agora podem ser atualizados quando se tem necessidade. A internet, que antes era viável somente aos computadores, pode ser acessada com alta velocidade em celulares e correlatos.

Em virtude das novas possibilidades e quebra de barreiras, o portal Submarino acaba de lançar um novo aplicado para iPhone e iPad, que permitirá aos seus consumidores conferirem o catálogo de produtos completo pelos aparelhos, rapidamente e com praticidade.

As mesmas opções disponíveis no ambiente costumeiro do site, tais como acompanhamento da entrega, status do pedido, bandeira de cartão de crédito a ser utilizada na compra, entre outros, pode ser conferida pelo aplicativo. Para obter mais informações sobre a ferramenta, acesse o site www.submarino.com.br.

Por Luiz Felipe T. Erdei


A quantidade de aplicativos disponíveis para Android não para de crescer. E atinge a marca de 50 mil. No início do ano esse número não era nem a metade. Ainda pode parecer pouco, perto dos quase 200 mil da Apple, mas a uma taxa de 350 novos programas a cada dia, não restam dúvidas de que a comunidade de desenvolvedores deve estar fazendo uma contagem regressiva para o dia em que o sistema operacional do Android superar o da Maçã.

Claro que tudo teria sido mais fácil se nesse meio tempo, a Apple não tivesse lançado o iPad, cujas vendas já ultrapassaram 1 milhão de unidades, e não estivesse batendo recorde de vendas do iPhone. De qualquer maneira, o resultado é impressionante, e demonstra a força do Google, que acertou na mosca ao colocar um sistema de código aberto no mercado. Sem isso, seria muito difícil chegar a esses números.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: Terra


A versão equipada com tecnologia de conexão 3G do iPad, novo tablet da Aplle, deve ser lançada, no Estados Unidos, no dia 30 de maio desse ano (2010). A versão com wi-fi foi lançada em março nos EUA, e no dia 24 de abril, no resto do mundo, inclusive no Brasil.

O lançamento da versão 3G já estava previsto, porém ele deve ter sido adiantado devido ao anúncio, feito pela empresa alemã Neofonie, sobre o lançamento do Wepad, concorrente direto do aparelho da Apple, que já virá equipado com tecnologia wi-fi ou 3G, além do sistema operacional Android.

A vantagem do iPad 3G é que o mesmo será lançado três meses antes do concorrente alemão. O modelo da Apple custa cerca de R$ 950, equipado com wi-fi, e estima-se que o 3G deva chegar custando até R$ 1,5 mil. O Wepad 3G será um pouco mais barato, R$ 1340, versão 3G. A versão com wi-fi do mesmo deve custar cerca de R$ 1 mil.

Por Thiago Martins


O famoso tablet iPad da Apple logo estará nas ruas. Seu preço oficial no site da empresa é 499 dólares. Já falamos sobre seus recursos e limitações. E também sobre seus concorrentes. Aliás, que não param de surgir.

É certo que nenhum deles tem o charme do produto da Apple (a não ser o HP Slate, talvez). Por isso mesmo os fabricantes tenham resolvido atacar a Apple em seu ponto mais fraco, o preço. O ZenPad custará apenas 155 dólares, uma pechincha.

E para quem pensa que seus recursos devem ser assim tão limitados, engana-se. O aparelho será equipado com processador da Samsung, terá  tela de 5 polegadas e rodará o Android. E mais: terá acesso à rede 3G, coisa que o iPad, por enquanto, ficará devendo.

O ponto negativo fica por conta da bateria, que deverá durar bem menos, apenas 3 horas. Além disso não foi informado o formato de publicação que o ZenPad adotará.

Por Maximiliano da Rosa


O dia está chegando. O tablet da Apple estará circulando por aí e todos poderão respirar aliviados e abrir as janelas. Será  o fim da prisão imposta pela empresa americana.

Do que estou falando? A Apple está mantendo pessoas presas?

É, mais ou menos. É que há poucos dias do lançamento oficial do iPad, desenvolvedores correm para terminar de escrever seus aplicativos para o aparelho. O problema é que a maioria nunca botou as mãos num de verdade, e precisa trabalhar com emuladores.

Enquanto isso, uma minoria de privilegiados trabalha trancado em escritórios sem janelas. Esses fazem parte de um grupo seleto que foi agraciado pela Apple para testar seus programas num iPad de verdade. Mas por causa de todo o mistério em torno dele, tais escolhidos precisam trabalhar em ambientes fechados para que ninguém veja o aparelho.

Ou seja, são praticamente cativos da Apple. E o que é pior: elas adoram isso.

Por Maximiliano da Rosa





CONTINUE NAVEGANDO: