Novidade deve fazer com que as empresas possam enviar anúncios por meio de mensagens para os usuários.

Não é mais segredo para ninguém que o Facebook pretende fazer grandes alterações na rede social e principalmente nos seus apps, entre eles, o Messenger, aplicativo para os usuários poderem conversar pelo chat, em seus smartphones. Porém, uma das novidades que o Messenger deve receber já no segundo trimestre deste ano, não deve agradar em nada os usuários.

As informações são do site TechCrunch, que obteve acesso a documentos que comprovam a mudança para o segundo trimestre já deste ano. A ''novidade'' deve fazer com que as empresas possam enviar anúncios por meio de mensagens para os usuários que já as contataram pelo meio. Ou seja, suponhamos que você enviou uma mensagem, há 3 anos atrás, para a fabricante de seu smartphone. Com a nova forma de anúncios, essa fabricante poderá agora, te enviar um anúncio por meio do Messenger.

No documento divulgado pelo site, a própria empresa já incentiva seus maiores anunciadores a fazer com que seus usuários entrem em contato com elas por meio de suas páginas, para poder aumentar o leque de usuários a qual poderão enviar as mensagens com anúncios assim que a função for liberada pela rede social.

No documento divulgado pelo site, ainda é citada a existência de um link bem curto, para que os usuários possam entrar em contato com as empresas pelo Facebook. Embora a empresa tenha admitido a existência do link, o que reforça a chance de tal função se tornar realidade em breve, a empresa disse que não comentaria as especulações, e afirmou que a empresa trabalha para que seus usuários não recebam mensagens que não desejem.

Para se ter uma ideia do alcance que a publicidade no aplicativo teria, hoje o Messenger conta com 800 milhões de usuários em todo o mundo e certamente vários milhões desses, já contataram alguma empresa por meio da rede social.

As informações divulgadas pelo site parecem ser certeiras quanto a chance de termos anúncios no aplicativo, que finalmente seria monetizado pelo Facebook, algo que ainda não aconteceu e deve irritar e muito os usuários. Porém, ao declarar que trabalha para que os usuários não recebam mensagens indesejadas, a empresa deixa bem claro que, tal conteúdo não deve ser invasivo, o que nos faz imaginar que exista até mesmo uma opção, dos usuários cancelarem o recebimento de tais mensagens pelas empresas que contataram.

Por Isis Genari

Facebook Messenger

Foto: Divulgação


Aplicativo permite que usuários joguem Xadrez, porém, modo para encontrar o jogo não é muito fácil.

O Facebook nos últimos tempos vem planejando e colocando em ação diversas mudanças não somente na rede social, como também em seu app para conversas, o Facebook Messenger. Entre os rumores que surgiram nas últimas semanas, estão até mesmo a possibilidade de termos uma integração com a UBER, quando algum amigo lhe enviasse um endereço, da sua casa, por exemplo, com um clique e com a integração com a UBER, supostamente seria possível solicitar o serviço de imediato. Por enquanto são rumores.

Agora, uma novidade que certamente de rumor não possui absolutamente nada, é a descoberta feita por um usuário do Reddit, que descobriu que é possível jogar talvez o jogo mais clássico que conhecemos: o Xadrez, no aplicativo do Messenger.

Se você estiver simplesmente sem assunto com seu amigo no chat e desejar jogar um jogo de Xadrez com ele, os modos são pouco comuns. Para chegar ao jogo, é necessário digitar @fbchess play no chat com seu amigo, fazendo com o que o jogo de Xadrez apareça na conversa.

Agora, se o modo de encontrar o jogo, já é pouco comum, o modo de jogá-lo, é ainda mais estranho.  Para mover o Rei, você deverá usar a letra ''K'' em seu teclado, ''Q'' é usado para mover a rainha no jogo, ''B'' para mover o bispo, ''N'' para mover o seu cavaleiro no jogo e a letra ''P'' para mover o peão. Para mover a peça para um determinado ponto do tabuleiro, você terá de usar a combinação entre a letra correspondente a peça e o número do ponto onde deseja movê-la.

O jogo é o responsável por escolher quem ficará com as peças brancas e quem ficará com as peças pretas. Ao iniciar o jogo, você também receberá uma série de comandos para poder jogá-lo, porém, infelizmente os comandos são todos executados em inglês.

Como você pode ver, jogar o Xadrez disponível no Messenger, não é nenhum um pouco fácil e talvez para muitos, sequer divertido, já que o jogo exige muito mais de comandos do que de raciocínio do usuário. Mas talvez um ponto positivo, seja o fato de se poder jogar Xadrez no Messenger, lembre-nos um pouco do já falecido MSN Messenger, onde podíamos jogar diversos jogos com nossos amigos.

Por Isis Genari

Xadrez no Facebook

Foto: Divulgação


A expectativa é que o visual do Messenger se torne mais limpo do que é atualmente, tornando-se mais objetivo.

O Facebook parece estar planejando lançar novidades para o app do Messenger em breve, e após os recentes rumores de que a empresa pode acrescentar ao aplicativo, funções como reservas de Táxis e Restaurantes, agora os rumores são de que o app deve sofrer uma pequena mudança em seu design.

Mudança que mostra que a empresa vem saindo cada vez mais do que ''conservadorismo'' com a rede social, que desde que atingiu o auge, fora pequenas mudanças, nunca recebeu nenhum grande upgrade, embora a promessa de mudanças no visual do app, e não da rede social, não sejam grandes, como citado.

Inclusive, a expectativa é que o visual do Messenger se torne mais limpo do que é atualmente, tornando-se mais objetivo. A principal mudança, deve se dar na implementação definitiva do botão FAB, um formato de ''+'' na tela do aplicativo, que permite aos usuários começar uma conversa com qualquer pessoa de sua lista de amigos, substituindo a grande barra azul que estava presente até então.

As mudanças podem não ser definitivas ainda, pois as novidades foram disponibilizadas pelo Facebook, através do Servidor, o que inibe a chance de se obter a atualização antes de chegar aos dispositivos mobiles.

Também devem haver outras mudanças no visual e na organização do design do app do Messenger, como as barras de status, que agora serão transparentes, cores mais escuras, com ícones menores e alguns como o de ''Grupos'' e o de ''Configurações'', foram retirados para atender melhor as necessidades dos aparelhos Android.

As mudanças no design, devem chegar antes das mudanças mais esperadas, como a de um amigo, por exemplo, lhe enviar um endereço, suponhamos que de sua casa, e com um clique, você conseguir obter um Táxi até o local, por meio de uma integração com outros apps, assim como opções de compra de produtos dentro do app, que deve gerar mais rendas com publicidade por parte do Facebook, que também está fazendo mudanças no Whatsapp.

Por Isis Genari

Messenger


Atualização prevê integração com UBER e a implementação de botões para que os usuários possam fazer compras.

O Facebook liberou recentemente para alguns desenvolvedores, um SDK de uma possível atualização do app Messenger, usado separadamente do Facebook, apenas para o chat, que deve trazer novidades para os usuários em breve, quando a mesma for aberta para o público.

A ideia do bot não é para que usuários possam conversar, mas sim para que haja acesso a informações como compras e pedidos de informações e direções para se dirigir, andar, conhecer, uma cidade. Essa, deve ser a principal novidade, que vai muito além disso.

Deve haver uma integração dessa novidade com o recente anúncio de que o UBER seria utilizado no app do Messenger, que torna mais simples um pedido de carona feito pelos usuários, bastando apenas clicar em um endereço enviado por um amigo, por exemplo, para que você faça uma visita, e no aplicativo do UBER, clicar no ícone do carro.

Ainda segundo o gerente de produto da rede social, Seth Rosenberg, em entrevista ao site TechCrunch, no futuro, empresas poderiam adicionar botões no Messenger para que seus usuários pudessem fazer compras e que o app iria além de apenas uma simples troca de mensagens.

Além do objetivo de, obviamente, lucrar mais com o aplicativo, a possível futura atualização seria uma tentativa de dominar ainda mais o mercado asiático, onde concorrentes como WeChat e Line, é possível entrar em contato com vendedores e comprar ingressos para cinema, shows e afins. Com as novas funções, o Facebook também tenta fazer com que seus usuários passem mais tempo no app, os tornando mais leais.

Como a empresa também é dona do Whatsapp, existe a expectativa de possíveis novidades também chegarem ao aplicativo, porém, ainda não há nenhuma informação a respeito.

O ''M'', assistente virtual do Facebook, também oferece opções parecidas, com recursos através do chat. Mas a intenção da empresa norte-americana é realmente ir além dessas mudanças, alcançando novos meios de lucrar e fidelizar seus usuários do aplicativo.

Por Isis Genari

Facebook Messenger


Com certeza a RIM está investindo pesado no seu mensageiro BlackBerry Messenger, pois na última quinta-feira, dia 19 de julho, foi divulgada nos Estados Unidos, pelo sistema de patentes local, uma nova patente solicitada pela companhia. O projeto é bem curioso e é voltado ao próprio Messenger.

A patente indica uma tecnologia capaz de registrar as emoções expressadas pelo usuário enquanto ele digita uma mensagem, tudo se baseando na forma como ele digita no smartphone. A técnica age de forma semelhante ao acelerômetro e é capaz de identificar qual é a força que o usuário toca nas teclas, se ele está tremendo e qual é a força que está sendo feita para segurar o smartphone – fatos que podem indicar irritação ou tristeza. Ainda, o ato de digitar mais levemente pode indicar que conheceu uma pessoa nova ou que se sente muito a vontade com quem está conversando. É assim que a nova tecnologia da RIM “pensa”.

Além disso, outra curiosidade é que a interface do mensageiro muda de acordo com o humor de quem o está utilizando. Se a pessoa estiver irritada a fonte ficará maior, ou se a pessoa estiver feliz o Messenger deixará a conversa ainda mais agradável visualmente.

Não se sabe se essa nova tecnologia estará presente no novo BlackBerry Messenger, mas seria uma ideia bastante inovadora se fosse aplicada.

Por Guilherme Marcon


As primeiras fotos do novo BlackBerry Messenger, serviço famoso de troca de mensagens para celulares BlackBerry, foram reveladas recentemente. A ferramenta ganhou cara nova para o novo sistema da RIM, o BlackBerry 10. Além da nova aparência do produto, o BlackBerry Messenger ainda conta com temas diferenciados para poder ajudar a economizar a bateria do smartphone.

A RIM se preocupa bastante com a economia de energia de seus aparelhos, por ter como alvo principal o público corporativo, que precisa de informação sempre à mão. Por esse motivo, grande parte dos aplicativos para o BlackBerry 10 tiveram que ser redesenhados. A fabricante afirma que com a simples troca no aplicativo do tema normal para o dark em conjunto com a tela OLED dos futuros smartphones, haverá uma economia de bateria de até 75%.

Devido à nova cara dos aplicativos, a RIM espera que seus produtos consigam atrair também o público jovem, que até então nunca demonstrou interesse por seus dispositivos.

O novo sistema operacional, BlackBerry 10, pode ser a última cartada da companhia para recuperar seu destaque no mercado de smartphones, no qual por anos ela foi líder.

Por Guilherme Marcon


Steve Ballmer, CEO da Microsoft esteve ontem no Brasil e deu uma palestra para universitários. Ele ainda aproveitou para apresentar a nova versão do comunicador Windows Live Messenger. Entre as muitas novidades destaca-se a integração com o Facebook. Há também uma página para acessar outros serviços como YouTube, MySpace e Linkedin.

Hoje a novidade fica por conta das imagens divulgadas do novo Messenger para iPhone. Ele conta com recursos semelhantes à versão para Windows, incluindo a integração com o Facebook, e não poderia faltar, claro, a possibilidade de envio de imagens direto para a rede social. O tradicional sistema de chat (afinal, esse é o recurso principal) ganhou uma melhorada na interface.

O Messenger para iPhone estará disponível para testes em Maio. A versão final será lançada no mês de Junho.

Por Maximiliano da Rosa

Fonte: TechGuru





CONTINUE NAVEGANDO: