Bug possibilita adicionar até quinze dedos ao leitor de digitais.

O Touch Id é o nome do leitor biométrico que está integrado ao botão home dos dispositivos IOS da Apple, ele foi lançado no dispositivo de nome 5S, cuja data foi 20 de setembro de 2013, prometendo proteção aos usuários do dispositivo, ele é utilizado para desbloquear os dispositivos da Apple, autorizar compras no dispositivo e acesso alguns apps. As informações do usuário são armazenadas somente no aparelho, com isso, evita que terceiros se apoderem das mesmas!

Mas enfim, não estamos aqui para falar sobre o Touch Id em si, e sim do bug que ele apresentou recentemente! Não é algo que deixa seu dispositivo desprotegido, mas merece um pouco de atenção, pois segurança é o que a Apple mais presa e se orgulha!

Desde sua criação muitos usuários relataram diversos bugs diferentes desde a não leitura e reconhecimento das digitais até o não funcionamento completo do Touch Id, mas sempre solucionados através de atualizações pela Apple, ou por reparos de Hardware necessários quando o defeito comprometeu completamente o leitor. Já está obvio para muita gente que ele não funciona quando os dedos estão molhados ou com algum tipo de proteção em sua mão que impede a leitura das digitais, mas este bug não é nada do tipo.

O bug foi encontrado quando o usuário estava adicionando a impressão digital ao dispositivo, neste momento por curiosidade ele alternou os dedos e quando o dispositivo fazia o reconhecimento, sempre pedia para retirar o dedo e trocar o mesmo por outro.

O teste foi feito também com quatro dedos, porém não deu certo e o aparelho só reconheceu três, com esta descoberta abre-se uma possibilidade de adicionar até quinze dedos ao leitor de digitais, uma abrangência significativa, pois é três vezes maior do que a Apple permite em seus dispositivos que só podem colocar 5 dedos.

Para muitos pode ser uma vantagem, pois expande de modo significativo a quantidade de impressões digitais que se pode colocar no dispositivo, porém não se tem um estudo aprofundado sobre o assunto, não se pode dizer ao certo se causará algum dano ao leitor e ou ao dispositivo, cabe a Apple resolver esta situação futuramente em suas atualizações do sistema operacional.

Por Denisson A. Soares

Apple Touch Id


Serviço é uma plataforma online que traz informações para a população sobre possíveis ocorrências de eventos meteorológicos.

O projeto – se é que podemos denominá-lo assim – envolveu uma parceria entre o Google Maps, Google Now, a página de buscas e o governo que juntos deverão trabalhar para fornecer informações, mais precisas possíveis, em relação a fenômenos meteorológicos que possam ser úteis para a população em geral ou que possam ocasionar algum tipo de risco.

A intenção é tornar mais prático o acesso a informações sobre quais regiões do país poderão enfrentar problemas com tempestades, geadas, alagamentos e tantos outras dificuldades impostas pela natureza.

A iniciativa em questão envolve também o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e o Ministério da Integração Nacional o que acabou resultando no que ficou “batizado” de Serviço de Avisos Públicos. Basicamente se trata de uma plataforma online que traz informações para a população sobre possíveis ocorrências de eventos meteorológicos como os apontados anteriormente.

Os órgãos envolvidos nessa parceria se comprometeram e ficaram responsáveis por enviar para o Google mensagens-alertas que irão posteriormente aparecer para os usuários dos serviços da companhia em algum dos três serviços que citamos no início desta matéria. Coisas do tipo declínio de temperatura, tempestades, inundações, alagamentos, baixa umidade e chuvas intensas serão repassadas aos usuários.

Recebendo as informações e mensagens provenientes dos órgãos do governo o Google irá processar os avisos e os deixará disponíveis para seus usuários. É interessante observar que os alertas sobre qualquer ocorrência irão ser exibidos considerando a localização do usuário, o tipo de consulta feita bem como a gravidade do ocorrido.

De acordo com o Google Brasil esse tipo de serviço permitirá ajudar a população a se preparar para situações que possam exigir cuidados uma vez que traz informações com base nos dados do INMET e do CENAD para as ferramentas que a empresa disponibiliza online. Para Helder Barbalho, ministro da Integração Nacional o serviço auxiliará até a salvar vidas.

Juntamente com o Brasil o Serviço Google de Avisos Públicos também será disponibilizado para outros 12 países. Entre eles a Indonésia, Canadá, Austrália e Japão.

O primeiro país a receber o serviço foi os Estados Unidos lá em 2012.

Para ter acesso a todos os alertas ativos no sistema você pode visitar a página de Avisos Públicos do Google – google.org/publicalerts?hl=pt-BR.

Por Denisson Soares

 

Avisos Públicos do Google


Google pretende lançar novo celular com recursos próprios da marca.

Referência no mundo todo como o maior site de buscas, o Google está sendo especulado desde o início dessa semana em relação a um novo produto que estaria planejando lançar. Ao que tudo indica e conforme dados publicados no dia 26 de junho, pelo site The Telegraph, www.telegraph.co.uk/technology/2016/06/26/google-to-step-up-smartphone-wars-with-release-of-own-handset/, a multinacional pretende fabricar o seu próprio celular Android, concorrendo diretamente com o iPhone da marca Apple.

As fontes anônimas falaram à publicação que o projeto do Google inclui todo o processo de fabricação, com planejamento do design e do sistema operacional que será utilizado pelo aparelho da gigante. A aposta, portanto, é de que, com o Google, na tomada das decisões na produção deste celular Android, lançaria um produto muito melhor, com sistemas de buscas inteligentes e com recursos em aplicativos próprios da marca.

Vale destacar que, atualmente, o Android está em milhões de dispositivos e a marca Google tem diversas parcerias com fabricantes que desenvolvem terminais com especificações partilhadas. Ainda, aos que se perguntam sobre a parceria da Google na fabricação da linha Nexus, conforme o The Telegraph, estes continuarão sendo fabricados. Porém, ainda completa que o desenvolvimento do hardware estaria sendo feito em parceria com o ex-presidente da Motorola, Rick Osterloh, por meio de forte investimento para que seja um produto inovador.

Com o objetivo de organizar as informações do mundo todo e torná-las acessíveis ao maior número de pessoas possíveis, o Google foca fortemente em oferecer uma experiência excelente, pensando sempre nos seus usuários. Atualmente, atua em mecanismos de pesquisa e oferece muitos outros produtos como o Google Chrome, Youtube, Google Maps, Gmail, Picasa, e muito mais que você confere no site www.google.com.br/intl/pt-BR/about/products.

Em relação ao projeto do smartphone, portanto, sendo este verdade ou não, já se cogita que a apresentação oficial do dispositivo seja feito até o final de 2016. Caso o projeto saia do papel, teremos em construção uma grande concorrente no mercado de telefonia móvel, com um sistema interno regido de um modo natural e com fluidez, além de uma ficha técnica digna do nome Google.

É importante relembrar que o Google já havia trabalhado dentro de seus laboratórios sobre um projeto de smartphone modular, o Ara. Apresentado em 2013, no aparelho podia-se alterar as peças mais importantes do hardware, como armazenamento, memória e câmera. Saiba mais no site www.androidpit.com.br/projeto-ara-lancamento-especificacoes-recursos-noticias. Sendo assim, a empresa pode ter dado vida a esta concepção, valendo a espera sobre um comunicado oficial da multinacional acerca do assunto.

Por Kellen Kunz

Celular Google


Aplicativo de edição de imagens provavelmente será integrado à rede social permitindo que os usuários, após tirarem fotos, possam fazer diversas montagens simples, mas divertidas.

O Facebook vem trabalhando fortemente para continuar expandindo sua marca e renovar não apenas a rede social, como também seus aplicativos, como o Messenger, que vem recebendo diversas novidades. Agora, para aumentar ainda mais o repertório de opções e novidades para os usuários da rede social, o Facebook anunciou a aquisição do aplicativo MSQRD, também conhecido como Masquerade.

O objetivo, possivelmente, é fazer com que o aplicativo seja integrado com a rede social, sendo que ele permite que os usuários, após tirarem fotos, possam trocar seu rosto e fazer diversas montagens simples, mas divertidas, fazendo um enorme sucesso entre os usuários.

Embora hoje o aplicativo esteja disponível no Android, inicialmente ele era exclusivo do iOS e possui diversas opções de montagem, desde a cara de animais, até atores de Hollywood. Até mesmo vídeos podem ser editados pelo aplicativo, que depois permite que você guarde e também compartilhe o resultado com seus amigos nas principais redes sociais.

A empresa disse no comunicado sobre a venda, que está empolgada, bem como o Facebook, em trabalhar na área de vídeo, visto que esse é o principal foco da empresa para os planos futuros, criar novos filtros e personalização para os usuários que gostam de fazer edições em vídeo, algo ainda um pouco limitado hoje.

As informações do site Tech Insider, dão conta de que, possivelmente, a ideia do Facebook é integrar o aplicativo com a rede social para expandir as possibilidades de edições diretas antes da postagem de fotos na rede social e também pretende manter o app de forma gratuita e autônoma.

O preço da aquisição do aplicativo, não foi anunciado, porém, a empresa já deixou bem claro que os fundadores do app não irão ter participação ativa no Facebook. A compra, se a empresa cumprir com a promessa de manter o aplicativo de forma gratuita e integrá-lo de fato com o Facebook, é extremamente positiva, visto que irá trazer novas funcionalidades a uma rede social que há tempos já não recebe uma grande atualização, embora, nos últimos tempos isso esteja mudando, vide as novas reações, mudanças visuais no Messenger e possíveis novas funções no app.

Por Paulo Henrique

 

App Masquerade

Foto: Divulgação


Para recuperar o iPhone após o erro, basta descarregar completamente a bateria do smartphone para tê-lo novamente.

Assim como no iOS 4.1, o iPhone, da maçã Apple, voltou a ter problemas com um bug no calendário do seu smartphone, que ao usuário selecionar a data de 1º de Janeiro de 1970, o dispositivo simplesmente se torna inutilizável, e enquanto a Apple não lança uma atualização para o erro no sistema, alguns usuários já descobriram como corrigir e se precaver do problema, que poderia se tornar uma grande dor de cabeça.

O erro atinge todos os iPhones que contam com o chipset da Apple, nas versões A7, A8, A8X, A9 e A9X, sendo esses, toda a linha de dispositivos com 64 bits da Apple. Vale lembrar que, embora o maior foco seja o iPhone, o iPad também pode ser atingido pelo problema.

Nas últimas semanas, o erro ganhou destaque na mídia junto do ''erro 53'', que inutiliza iPhones que passaram por consertos de terceiros não autorizados pela Apple, gerando polêmica na rede. A mudança de data pode até mesmo ser feita por hackers, por pura diversão, já que ao se conectar a redes Wi-Fi, o smartphone se conecta a um servidor para verificar a data e hora, e caso o servidor tenha sido atacado, é possível que uma pessoa mal intencionada acabe por alterar dessa forma, a data de seu calendário, para 01/1970, inutilizando seu smartphone.

Porém, o erro que aparentava ser extremamente grave e preocupante, é mais simples que o imaginado, já que para recuperar seu dispositivo após a mudança para a citada data, basta descarregar completamente a bateria de seu smartphone, para ter novamente seu iPhone de volta. Anteriormente, se acreditava que para recuperar o aparelho, seria necessário substituir a bateria do iPhone. Porém, se você quer se precaver para não levar possíveis sustos, caso seu iPhone ou iPad tenha o Jailbreak, a única possibilidade de livrar seu dispositivo da possibilidade de ser atingido pelo erro, basta ter a ferramenta tweak BrickingDate que pode ser encontrado facilmente em um dos vários repositórios no Cydia. Após obter a ferramenta, acesse a área ''Fontes do Cydia'', para poder resolver o problema, indo até a opção ''Editar e Adicionar''. Após isso, o usuário deve inserir a URL http://repo.ziph0n.com no campo que aparecerá ao usuário, para que seja possível encontrar outra ferramenta, o BrickingDate, para finalmente se livrar da possibilidade de ser ''vítima'' do erro do sistema.

Por Isis Genari

Correção do erro no iPhone

Foto: Divulgação


Mercado de jogos Mobile tem projeção de movimentar mais de US$ 51 bilhões em 2016, com a possibilidade de alcançar mais de US$ 101 bilhões até o ano de 2020.

O mercado de apps vem se tornando cada vez mais atrativo, tanto para os usuários, que já aceitam desembolsar um pouco mais nos aplicativos e jogos disponíveis para sua plataforma e para os próprios desenvolvedores que estão conseguindo lucrar cada vez mais com seus aplicativos, tornando o mercado mais atraente também para grandes empresas como a Nintendo, que deve investir cada vez mais em jogos Mobiles, e essa tendência, deve ser mantida ao menos até 2020, segundo uma pesquisa realizada pela App Annie.

Os dados apresentados pela consultoria mostram um cenário extremamente positivo para o mercado de mobiles, com projeção de que o mercado movimente mais de US$ 51 bilhões em 2016, com a possibilidade de alcançar mais de US$ 101 bilhões até o ano de 2020, sendo o Brasil, um mercado de extrema importância para esse crescimento, devendo crescer mais de 40% neste ano, bem com outros países emergentes, que também vêm recebendo cada vez mais investimentos, como a Índia e a China, também deve ganhar mais força nesse mercado.

México, Turquia, Indonésia e China são de extrema importância para o crescimento contínuo desse mercado, que também deve lucrar mais, porém, em países mais desenvolvidos como os Estados Unidos, onde a tendência é que os usuários acabem por fazer menos downloads de aplicativos e jogos, mas usem mais aplicações pagas e úteis para suas necessidades, diferente dos casos citados como México e China, onde o que deve aumentar é o número total de downloads feitos. A projeção da App Annie, é que até o ano de 2020, mais de 284 bilhões de downloads devem ser feitos, um número impressionante.

A consultoria também indica que o mercado de jogos Mobiles deve manter o protagonismo em relação a sua participação na renda total nas lojas de aplicações mobiles, mas que receitas derivadas do e-commerce, publicidade entre outras formas de lucro desse mercado, devem ser ainda maiores, o que certamente deve atrair grandes empresas para esse mercado, como já citado, um caso que em breve deve se tornar realidade, é o da Nintendo.

Embora em 2015, a App Store, do iOS, tenha obtido um lucro de cerca de 75% maior que a Play Store, do Android, a projeção da consultoria é que o cenário se mantenha até o ano de 2017, quando a Google deve mudar o cenário, tornando-se protagonista quando o assunto é geração de receita com aplicativos.

Por Isis Genari

Jogos smartphone

Foto: Divulgação


A Nokia anunciou que o contrato por patentes existente entre as duas marcas foi renovado por mais 5 anos.

Uma parceria de longa data e extremamente aprovada por ambos os lados, é a parceria por patentes existente entre a sul-coreana Samsung e a finlandesa Nokia. Ambas possuem um acordo por patentes, sendo que o último contrato assinado por ambas foi no começo de 2014, quando a norte-americana Microsoft havia comprado o setor de smartphones da Nokia, de olho na linha Lumia que a empresa produzia na época.

Agora, essa parceria foi renovada e demorará um pouco mais para, talvez, acabar. A Nokia anunciou em seu site oficial, no dia 1º de fevereiro, que o contrato de patentes existente entre as duas marcas, foi estendido por mais 5 anos, agora tendo término apenas em 2018.

A finlandesa anunciou em seu comunicado que, com a renovação da parceria entre ambas, a receita da Nokia deve pular de cerca de € 578 milhões no ano de 2014 para mais de € 1,02 bilhão em 2015, graças a um valor antigo de royalties, que havia sido pausado e a empresa não havia recebido os valores devidos.

Já para os próximos 3 anos, 2016, 2017 e 2018, a previsão é que a empresa consiga uma receita de € 1,3 bilhão, bem maior do que a empresa vem conseguindo obter nos últimos anos, o que deve garantir um ''gás'' para a Nokia voltar com força ao mercado de smartphones, que é um desejo da marca.

Ao menos segundo o olhar do mercado, tal parceria é considerada positiva, visto que as ações da Samsung tiveram alta de 1,1% após o anúncio da finlandesa a respeito da renovação da parceria entre ambas. Falando em mercado, aliás, em breve a Nokia deve selar a compra da Alcatel.

Não se sabe, por enquanto, quais os termos findados entre as marcas, mas, se levarmos em consideração que, a Samsung pretende produzir cada vez mais, suas próprias peças sem depender de outras empresas, a tendência é que tal parceria seja mais limitada do que em anos anteriores. Inclusive, a Samsung deve apostar mais em seu chipset, o Exynos, do que no chipset da Qualcomm, o Snapdragon no Galaxy S7, o que demonstra que, em tempos, talvez vejamos aparelhos da Samsung apenas com peças produzidas por ela.

Por Isis Genari

Nokia e Samsung


Atualização prevê integração com UBER e a implementação de botões para que os usuários possam fazer compras.

O Facebook liberou recentemente para alguns desenvolvedores, um SDK de uma possível atualização do app Messenger, usado separadamente do Facebook, apenas para o chat, que deve trazer novidades para os usuários em breve, quando a mesma for aberta para o público.

A ideia do bot não é para que usuários possam conversar, mas sim para que haja acesso a informações como compras e pedidos de informações e direções para se dirigir, andar, conhecer, uma cidade. Essa, deve ser a principal novidade, que vai muito além disso.

Deve haver uma integração dessa novidade com o recente anúncio de que o UBER seria utilizado no app do Messenger, que torna mais simples um pedido de carona feito pelos usuários, bastando apenas clicar em um endereço enviado por um amigo, por exemplo, para que você faça uma visita, e no aplicativo do UBER, clicar no ícone do carro.

Ainda segundo o gerente de produto da rede social, Seth Rosenberg, em entrevista ao site TechCrunch, no futuro, empresas poderiam adicionar botões no Messenger para que seus usuários pudessem fazer compras e que o app iria além de apenas uma simples troca de mensagens.

Além do objetivo de, obviamente, lucrar mais com o aplicativo, a possível futura atualização seria uma tentativa de dominar ainda mais o mercado asiático, onde concorrentes como WeChat e Line, é possível entrar em contato com vendedores e comprar ingressos para cinema, shows e afins. Com as novas funções, o Facebook também tenta fazer com que seus usuários passem mais tempo no app, os tornando mais leais.

Como a empresa também é dona do Whatsapp, existe a expectativa de possíveis novidades também chegarem ao aplicativo, porém, ainda não há nenhuma informação a respeito.

O ''M'', assistente virtual do Facebook, também oferece opções parecidas, com recursos através do chat. Mas a intenção da empresa norte-americana é realmente ir além dessas mudanças, alcançando novos meios de lucrar e fidelizar seus usuários do aplicativo.

Por Isis Genari

Facebook Messenger


Novo aplicativo tem a proposta de conectar vizinhos e facilitar a colaboração de informações das redondezas.

O Nearbee, plataforma totalmente brasileira, surge com uma proposta muito interessante: simplificar o contato entre vizinhos por meio da colaboração de informações que sejam do interesse de todos que morem em determinadas regiões.

A ideia surge com inúmeras possibilidades. O aplicativo será capaz de localizar os usuários por meio do GPS dos dispositivos móveis e conectá-los a pessoas que estejam próximas. Será possível, por exemplo, relatar transtornos em ruas que estão em obras, assaltos nas redondezas, atividades suspeitas, acidentes e até eventos.

Caso seja do interesse, será possível solicitar alguma ferramenta ou qualquer outra coisa que surja em um momento inusitado. Se você precisar de uma furadeira, que tal usar o app para pedir emprestado aos seus vizinhos?

E se surgir uma festa e você não tiver companhia? Talvez alguém que more nas proximidades também não tenha e esteja aceitando convites.

Outra ação que será possível é o quadro de avisos, através dele será possível oferecer-se, por exemplo, para passear com os cachorros da vizinhança, dar aulas de idiomas e até mesmo colocar-se à disposição para pintar paredes ou realizar pequenos reparos. É uma espécie de aquecimento comercial entre pessoas próximas. Muitas vezes precisamos de algo e não temos como saber quem pode nos ajudar, quando o auxílio acontece por meio de quem está perto, todo o esquema fica facilitado.

Apesar de o aplicativo estar em fase de testes, já é possível realizar o download para Android. Caso você seja usuário do sistema iOS, saiba que a empresa está trabalhando para isso e que em breve haverá uma versão disponível.

O Nearbee pode tornar-se muito útil, contudo, para atingir os objetivos é preciso que as pessoas colaborem. Em uma época de busca por constantes informações, o app é valioso quando trata de questões relacionadas à segurança ou relações comerciais. A facilidade de uso visa atingir pessoas de todas as faixas etárias e proporcionar novas relações sociais.

Por Beatriz 

Nearbee


Aplicativo garante economia por meio de caronas em viagens entre diferentes cidades.

Uma boa notícia para o bolso dos consumidores brasileiros: chegou ao Brasil o BlaBla Car – aplicativo garante economia por meio de caronas em viagens entre diferentes cidades.

O app já possui presença em mais de 20 países e foi desenvolvido na França, em 2006. A plataforma conta com uma espécie de rede social onde cada usuário possui um perfil que inclui informações de contato. Outro fator interessante é que os participantes podem ser avaliados a fim de diminuir eventuais dores de cabeça.

Com mais de 20 milhões de usuários, o serviço chega ao Brasil de forma totalmente gratuita. A usabilidade é bem simples: O motorista da viagem publica seu ponto de origem, destino e eventuais paradas. Pessoas interessadas em ir para o mesmo local no dia e hora previamente determinados poderão escolher pegar uma carona. Os custos da viagem são compartilhados e dessa maneira ambos os lados saem ganhando com a economia.

A empresa ressalta que o aplicativo no Brasil pode vir a ser cobrado no futuro, no momento a fase é de implantação e a gratuidade serve como uma maneira das pessoas conhecerem e avaliarem o serviço. Em 6 países, já existe a cobrança de uma taxa que varia entre 10% e 15%.

Além da economia, o BlaBla Car pode ser visto como uma alternativa capaz de diminuir o trânsito devido ao número elevado de veículos nas rodovias. É uma boa iniciativa também no aspecto sustentável e social.

Julien Lafouge, Diretor Geral da empresa na América Latina, informou que a companhia está em fase de expansão e que pretende, sem citar nomes, ampliar seus serviços para outros países perto do Brasil. Ele reconheceu também, que de maneira geral, a América Latina é um mercado de muito potencial para a empresa devido a seus territórios e turismo intenso.

O aplicativo está disponível tanto para o sistema Android quanto para o iOS.

E então, você pretende experimentar a novidade?

Por Beatriz 

BlaBla Car

Foto: Divulgação


A versão 12.1 da CM está baseada no Android 5.1 Lollipop traz recursos exclusivos ao aparelho LG G4.

A empresa LG Electronics Brasil é uma companhia multinacional com sede na Coreia do Sul, apesar de ser oriental, em território brasileiro é a maior organização de eletroeletrônicos instalada no momento. A mesma possui fábricas instaladas em 4 continentes do mundo e está distribuída em mais de 150 países. Ela pertence ao LG Group.

A empresa que está lutando pelo terceiro lugar no mercado mundial de celulares tentou ser rápida na atualização do sistema Android 6.0 Marshmallow para o seu modelo G4, porém os usuários desse aparelho receberam uma notícia não muito boa, de que o tal pacote de atualização que estava chegando via OTA para alguns teria sido suspenso e adiado devido a alguns problemas técnicos. Enquanto a fabricante não resolve tais inconvenientes é possível driblar o problema através de uso de outras alternativas.

A renomada ROM CyanogenMod anunciou, através de seus desenvolvedores uma versão do sistema, baseado em Android e com recursos exclusivos, o qual está chegando oficialmente com o aparelho high-end da LG. A versão 12.1 da CM está baseada no Android 5.1 Lollipop.

Embora essa notícia seja uma ótima alternativa para alguns usuários, para outros não será tão bem-vinda, já que para personalizar seu dispositivo é necessário certo conhecimento técnico, além do mais há alguns que preferem fazer uso de seu sistema operacional original de fábrica. Para os que comemoraram a informação, avisamos que os arquivos necessários para a atualização do sistema operacional de seu aparelho, estão disponíveis para download juntamente com o manual de instalação. É possível encontra-los no site download.cyanogenmod.org/?device=h815, tanto para a variação H815 (internacional), quanto para a H811 (T-Mobile).

Para você que deseja instalar e já fez o download dos arquivos no link citado acima alertamos que antes de qualquer operação deverá ser realizada a cópia de segurança (backup).

Por Filipe da Silva

LG G4

Foto: Divulgação


Modelo da Asus possui ótimas características para atrair os amantes por smartphones. Seu preço é de R$ 1.999 na loja virtual da Asus.

A Asus tem utilizado a estratégia de variedades de dispositivos para conquistar o maior número de consumidores. Com isso, a fabricante asiática lançou diversos modelos de smartphones em 2015. Um deles é o Asus ZenFone 2 Deluxe que apresenta características bastante inovadoras para os celulares da categoria.

Com uma excelente tela, ele é bastante indicado para consumo de conteúdo multimídia, como vídeos.   

Equipado com Android Lollipop, o ZenFone 2 Deluxe pode ser considerado um dos melhores aparelhos móveis já produzidos pela Asus. Com uma tela de 5,5 polegadas, ele é um excelente aparelho para os que gostam de jogos e vídeos com gráficos em alta definição. Além disso, a resolução da tela do aparelho é uma das melhores encontradas no mercado atualmente com 1920 x 1080 pixels, 403 ppi e tecnologia Gorilla Glass 3.   

As funcionalidades oferecidas pelo ZenFone 2 Deluxe são das mais variadas e coloca o aparelho entre os melhores do mercado brasileiro. Ele tem suporte à conexão LTE 4G que permite uma taxa de transferência de dados acima da média para navegação na internet. Para complementar a conectividade, ele tem Bluetooth, Wi-Fi e GPS integrado. Leitor multimídia, rádio e vídeo conferência também estão presentes no aparelho.   

A memória interna é outro ponto forte do aparelho. Ele oferece 128 GB de armazenamento com possibilidade de expansão via cartão microSD. É excelente para os que gostam de guardar vídeos e fotos, além de instalar inúmeros aplicativos. Sua câmera traseira é de 13 megapixels quer permite tirar boas fotos com uma resolução de 4128 x 3096 pixels e gravar vídeos em full HD com uma resolução de 1920 x 1080 pixels. A câmera frontal é de 5 MP.   

Seu design é bastante atraente. O acabamento do aparelho é ótimo, dando uma sensação de dispositivo premium. Sua espessura é de 10.9 milímetros. Por dentro, o Asus ZenFone 2 Deluxe tem um processador Intel Atom Z3580 Quad Core rodando a 2,3 GHz com incríveis 4 GB de armazenamento interno. Sua GPU é a Power VR G6430, enquanto sua bateria é de 3000 mAh.

É possível comprá-lo por R$ 1.999 na loja online da Asus.

Por William Nascimento

Asus ZenFone 2 Deluxe

Asus ZenFone 2 Deluxe

Fotos: Divulgação


Segundo rumores, o sucessor do Moto Maxx terá novo design com metais na parte traseira, um upgrade do processador, e 20MP na câmera traseira, entre várias outras ótimas características.

O sucessor do Moto Maxx, ao que tudo indica, está a caminho e pode ser apresentado ainda este ano (2015). A especulação começou a partir de uma foto que vazou nesta segunda-feira, dia 13 de outubro.

A Motorola juntamente com a operadora Verizon também dispararam vários convites para um evento que deve apresentar os aparelhos que as duas empresas possuem em conjunto. O evento será em Nova York, nos Estados Unidos, no dia 27 de outubro.

No evento que os aparelhos “novo Moto X” e “Moto G de 3ª geração” foram apresentados, a Motorola já havia demonstrado uma provável modernização do Moto Maxx.

O modelo 2015 do Moto Maxx, conforme divulgado pelo site HelloMotoHKa, terá um novo design com metais na parte traseira. O smartphone contará com um display OLED de 5,5 polegadas, mas a resolução QuadHD provavelmente será mantida.

Com relação ao processador, haverá um upgrade e o dispositivo terá uma CPU 64 bits Snapdragon 810 com 1,9 GHz de velocidade e 8 núcleos, juntamente com 3 GB de memória RAM. Isso tornará o aparelho mais veloz e bem mais potente.  

O celular terá o espaço de armazenamento interno reduzido para 32 GB, uma vez que o modelo comercializado no mercado hoje possui 64 GB. Ainda não foram divulgadas informações sobre a possibilidade de expandir a memória com a utilização de cartões microSD.

Quanto à câmera traseira, a Motorola manterá a excelente qualidade de 20 megapixels e aprimorará o software em busca de imagens melhores. A câmera frontal será aperfeiçoada e terá 5 megapixels, enquanto no atual possui apenas 2 megapixels.

Estas informações ainda não foram divulgadas oficialmente pela marca e tratam apenas de vazamento de dados. Até então ficamos na expectativa da apresentação do novo Moto Maxx, bem como do Moto G e Moto X até o final deste ano.

Por Bruna Rocha Rodrigues

Moto Maxx 2015

Moto Maxx 2015

Fotos: Divulgação





CONTINUE NAVEGANDO: