Samsung Galaxy Golden Depois do iPhone, o mercado de smartphones foi dominado por aparelhos com design semelhante a ele, os modelos com Flip (do tipo abre e fecha) foram aos poucos sendo esquecidos. No entanto, muitas pessoas simpatizavam com modelos desse tipo, sua praticidade em atender abrindo o aparelho e sua melhor ergonomia deixaram saudade para muitos usuários.

Pensando nesse público, que gostava dos celulares de Flip, mais que não abre mão da qualidade, a Samsung anunciou recentemente o Galaxy Golden, aparelho que não fica atrás dos melhores da marca, e ainda é um modelo que abre e fecha. Como diferencial em relação aos seus antepassados o Golden apresenta duas telas, uma do lado de fora e a outra na parte interna juntamente com o teclado físico.

As configurações são robustas, com processador Dual-Core de 1,7 GHz, câmera de 8 Megapixels e sistema Android 4.2 Jelly Bean. As duas telas têm, cada uma, 3,7 polegadas AMOLED e são sensíveis ao toque.

Por hora o aparelho, que terá opção de cor dourada como o nome anuncia, será comercializado apenas na Coreia (terra natal da Samsung) e lá vai sair pelo equivalente a R$ 1.730 aproximadamente. O preço é salgado e só os mais saudosistas devem adquirir o aparelho que mesmo tendo boas configurações, ainda perde para modelos como o Galaxy S4 em tecnologia e funcionalidades.

Por Bruno Hardt


A Motorola decidiu “inovar” e anunciou seu mais novo aparelho de flip, o Gleam+. Já faz um bom tempo que as principais fabricantes de celulares não lançam no mercado aparelhos como estes. O novo aparelho não é do tipo smartphone, mas possui recursos bem interessantes para tarefas mais simples.

O grande atrativo do aparelho está na parte de fora, com uma matriz de LED que mostra horário e algumas notificações, como ligações não atendidas e mensagens de texto recebidas. O Gleam+ conta com tela 2.8 polegadas com resolução de 400×240 pixels, câmera de 2 megapixels e 16 GB para armazenamento de dados.

Com certeza o Gleam+ da Motorola não foi feito para competir com os modelos de smartphones que atualmente existem no mercado, isso porque o aparelho foi feito apenas para atender aos consumidores que querem apenas fazer e receber ligações, enviar e receber mensagens. Em resumo, o aparelho foi feito para tarefas mais básicas do dia a dia dos consumidores menos exigentes.

Atualmente o celular é vendido apenas para os consumidores britânicos e ainda não se tem previsão para a vinda dele ao Brasil.

Por Guilherme Marcon





CONTINUE NAVEGANDO: