Xiaomi MI 9 – Especificações, Características




O celular se destaca pelo desbloqueio por debaixo da tela, um recorte bastante discreto e em forma de gota para abrigar sua câmera frontal e como sempre pouquíssimas bordas em uma tela com bastante aproveitamento.

O mercado de celulares topos de linha não se resume as marcas mais famosas, mas também aquelas que se destacam em algumas partes do mundo. É assim com a Xiaomi que dispõe em seu catálogo bastante competente de celulares, o MI 9, um topo de linha apresentado neste ano de 2019.

O celular se destaca pelo desbloqueio por debaixo da tela, um recorte bastante discreto e em forma de gota para abrigar sua câmera frontal e como sempre pouquíssimas bordas em uma tela com bastante aproveitamento.


Começando destacando estes pontos, é hora de mencionar com méritos a tela deste celular. Com resolução que chega a 1080×2340 o painel é bastante competente e entrega uma experiência para o usuário acima da média. Um recorte bastante tímido parece não atrapalhar quem usa esta unidade do aparelho.

O que parece não atrapalhar é a qualidade das fotos: um sensor triplo na parte traseira sendo que a lente principal possui 48MP possuindo uma para profundidade e outra grande-angular. O registro de fotos em modo retrato ou a captura de elementos longe do foco saem com naturalidade.

Por falar na tela, uma novidade que era bastante aguardada: desbloqueio sob a tela. Esta era uma tendência que iria ser adotada em pouco tempo pela indústria e a Xiaomi trouxe no MI 9. Para quem vai adquirir uma unidade não precisa se preocupar com o desbloqueio.


O MI 9 traz como processador o tão conhecido Snapdragon 855, sendo um quadcore será o processador dos celulares mais cobiçados deste ano. A Xiaomi apostou neste chipset para posicionar o MI 9 entre os melhores aparelhos de 2019. O grande destaque quando foi anunciado era o seu suporte a conexões 5G de redes móveis o que infelizmente não chegou neste modelo. Porém o consumidor notará as melhorias no desempenho e na experiência como um todo. A inteligência artificial também é um trunfo do chip, que deve ser aproveitado pelas fabricantes, incluindo a Xiaomi. Outro ponto será a economia de energia já que o processador roda com menor clock quando uma atividade mais leve não exige tanto, o que auxilia na economia de bateria.

Aliado ao processador de gama alta, 6Gb de memória RAM foram disponibilizados. O valor é o mesmo presente no S10E, a versão essencial que concorre diretamente com o MI 9 já que são dois topos de linha. O armazenamento pode chegar até 128 GB sendo este espaço compartilhado entre aquele disponível para o usuário e aquele consumido pelo sistema operacional e seus aplicativos embarcados de fábrica.

Infelizmente, e é uma mancada da Xiaomi, não há a possibilidade de expansão via cartão SD, o que exigirá uma habilidade do usuário de gerenciar automaticamente o espaço interno.

Sucesso de vendas

De acordo com números divulgados no dia 01 de abril, a Xiaomi já enviou as lojas um total de um milhão de unidades do modelo MI 9 o que mostra que o modelo se tornou um sucesso de vendas.

Porém, em algumas lojas, o estoque parece estar baixo. A procura é tão grande que muitos estão precisando esperar uma semana para sua unidade ser enviada.

Disponibilidade

Até o fechamento da reportagem, estivemos vasculhando uma série de sites da China que possibilitam o envio para o Brasil. Alguns portais estão comercializando as unidades com cores em azul, rosa e preto por valores pouco acima de 2 mil reais, valor que fica de igual para igual no Brasil com alguns celulares topos de linha de anos anteriores como o S8 e em promoções esporádicas o S9.

Nestes portais, o MI 9 conta como um celular de pré-venda. A versão que está sendo comercializada possui apenas 64 GB e não 128 GB como a versão mais parruda deste celular.

Já no Brasil, em alguns e-commerce, podemos encontrar o MI 9 por até 3 mil reais.

Por Leandrinho de Souza

Xiaomi MI 9

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *