Xiaomi Mi Band 2 x Mi Band 3 – Comparativo





Confira as principais diferenças entre as pulseiras inteligentes da Xiaomi, o Mi Band 2 e o Mi Band 3.

Com seu lançamento em 2016, a Mi Band 2, que é a versão da pulseira esportiva da Xiaomi, teve seu sucessor avaliado, o Mi Band 3, lançado em 2018, e trouxemos o veredito e uma comparação entre os dois. O mais novo possui melhorias, como a tela maior, e teve as conexões aprimoradas, e mais algumas novidades.

Porém, os dois modelos ainda são vendidos no Brasil, e lá fora. E, por isso, é importante saber se há realmente grandes diferenças entre os dois para comparar na hora de comprar. Sendo assim, para conferir as especificações de cada um, seus preços e tudo o mais, continue lendo.




Tela do Mi Band 3 é maior

Mesmo com os dois sendo visualmente bem parecidos, o Mi Band 3 tem a tela maior. A terceira geração da pulseira inteligente da Xiaomi tem 0,78 polegadas, enquanto que o Mi Band 2 tem apenas 0,42. Ambas são de tecnologia OLED, o que garante o brilho das cores e os fundos pretos. Além disso, os pixels da Mi Band 3 também aumentaram, agora é de 128 x 80 pixels para 72 x 40 pixels do seu antecessor.

A outra diferença entre os dois no visual é de que o botão físico do Mi Band 3 não existe mais. Mas nos dois modelos é possível customizar o smartwatch, com seus materiais de metal, couro ou borracha.


São resistentes a água

Nesse caso a maior diferença entre ele é que o Mi Band 3 pode ir mais fundo. O Mi Band 2, permite que o usuário mergulhe até 1 metro de profundidade por 30 minutos, enquanto que o Mi Band 3 permite até 50 metros de profundidade.

Melhorias na conectividade e bateria

Já era de se esperar que o Mi Band 3 tivesse alguma mudança e upgrades do modelo anterior, e uma dessas coisas é a bateria, que mudou de 70 mAh do Mi Band 2, para 110 mAh. Contudo é de se esperar que o modelo mais novo consuma mais energia já que tem a tela maior. Nesse caso, a duração de ambas as pulseiras é de mais ou menos 3 semanas, ou 20 dias com uma recarga.

A conexão de Bluetooth do Mi Band 3 passou para 4.2 enquanto que do Mi Band 2 ainda é 4.0. Essa evolução deixa a conexão mais econômica e potente. Uma outra novidade no novo modelo da Xiaomi é da conexão sem fio, uma versão NFC que também é usada em smartphones quando se quer fazer algum tipo de pagamento por exemplo, através dos Apple Pay ou Samsung Pay.

Assim, com a pulseira somente dá para fazer pagamentos sem precisar nem tirar a carteira do bolso, ou o celular. É válido ressaltar que essas pulseiras são compatíveis com sistema Android e com o sistema IOS, porém a interação se dá melhor com Android.

Quais as principais funções?

As duas pulseiras contam com funções de relógio, pedômetro (que é o contador de passos), e, além disso, são smartwatches, e mostram as notificações do seu celular no pulso. Pensando mais na sua saúde, a Xiaomi agora conta com sensor cardíaco, que mede a frequência cardíaca durante o sono e em atividade física.

Outros recursos inteligentes dos relógios inteligentes é que ele identifica se você está longe ou perto do celular. Esse tipo de função é interessante para evitar que você perca o seu aparelho. Ambos os modelos possuem despertador inteligente, que toca lentamente e vai aumentando até que você desligue ou acorde todos da casa.

Qual o preço?

Embora eles não sejam vendidos oficialmente no Brasil pela Xiaomi, é possível comprar através da internet ou importar de fora. O preço do Mi Band 2 é de cerca de R$ 120,00 e do Mi Band 3 de R$ 170.

Por Susan Nogart

Mi Band 2 e Mi Band 3

Mi Band 2 e Mi Band 3

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *