Aplicativos para celulares facilitam a vida das pessoas





Novelas brasileiras de décadas atrás, seriados como Agente 86, filmes como “Back to the Future”, entre outros exemplos, apresentavam ao público, de modo ficcional, elementos futurísticos entre telefones móveis, carros guiados sem o motorista utilizar suas mãos, etc. Anualmente, a tecnologia traz novidades semelhantes em relação às apresentadas há anos, ratificando a vontade de o homem tornar as coisas mais simples.

Aparelhos celulares parecem se aproximar mais rapidamente de ideias antigas, tanto que agregam comunicação entre as pessoas de qualquer lugar do mundo, programação televisiva e interação com outros tipos de mídias. Inúmeras pessoas, em filas de banco, por exemplo, fazem uso de aplicativos como distração ou para, então, adiantarem alguma tarefa.




Estudo edificado pela Nokia em sociedade com Trevor Pinch, professor da universidade Cornell University (EUA), revela que 55% dos usuários de smartphones creem que softwares realmente favorecem seu dia-a-dia, com maior uso em casa, depois viagens e, por último, no ambiente de trabalho.

O levantamento assinala que nos dez países sondados, o importante não é quantos aplicativos estão instalados nos aparelhos móveis, mas a utilidade conferida. No Brasil, 42% dos consumidores consultados preferem softwares relacionados à música.


Por Luiz Felipe T. Erdei

Fonte: Nokia



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *