Segundo pesquisa, sistema iOS tem mais travamentos que Android



  

A empresa Crittercism testou aparelhos que possuem os sistemas operacionais Android e iOS e concluiu que o programa do Google conseguiu melhorar o seu dispositivo para melhor desempenho, o que não está acontecendo com o sistema da Apple.

As versões mais recentes do Android têm menos travamentos do que as atuais do iOS. A organização pesquisadora testou mais de um milhão de aparelhos móveis para chegar nessa conclusão.

A Crittercism monitorou o sistema Android 2.3 Gingerbread e assegurou que a versão foi a mais instável da empresa Google. O teste foi feito no quesito falhas de desempenho de aplicativos. Depois dos lançamentos de versões como Ice Cream Sandwich, Jelly Bean e KitKat, a situação do sistema operacional melhorou consideravelmente. O nível de travamentos passou de 1,7% para 0,7% do tempo.

A situação de travamentos do sistema da Apple também melhorou, mas não teve uma evolução de igual nível que o sistema Android. O iOS tinha 2,5% do problema no iOS 6, com o lançamento do iOS 7, a margem passou para 2,1%. O último lançamento da Apple foi o sistema operacional iOS 7.1 no mercado, que conseguiu reduzir esses erros para 1,6% do tempo.

E a Apple ainda é cobrada pelos seus usuários para produzir melhoras de desempenho. A marca é conhecida por surpreender seus consumidores com produtos de alta tecnologia e precisa ainda evoluir nesse quesito de travamentos. Em comparação com a concorrente Google, a Apple tem um número mais de duas vezes pior em travamentos de aplicações.





A pesquisa avaliou vários aparelhos das duas marcas e o relatório divulgado demonstra que dentre os mais estáveis está o Galaxy S4, com uma baixa de apenas 0.9% do tempo. O pior do estudo ficou para o iPad 2, que conseguiu a marca de 2,6% de travamentos.

O que teve melhor desempenho da marca Apple foi o iPhone 5, com 1,7% de erros, bem acima do smartphone do Google. A companhia Crittercism também descobriu que os aplicativos conseguem adquirir mais estabilidade nos iPhones do que nos iPads. 

Por Carolina Miranda

Foto: divulgação



Compartilhar:

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *