Samsung Galaxy Note 3 e Galaxy Note 2 – Diferenças entre os aparelhos

  

  

A guerra de aparelhos hightech não acontece somente entre empresas rivais, mas também entre gadgets desenvolvidos pela mesma empresa. Todos nós sabemos que, na grande maioria das vezes, os dispositivos mais recentes lançados costumam ser superiores em termos de tecnologia, design e facilidades ao usuário. No entanto, quem não é um fanático por esse tipo de novidade raramente percebe as diferenças entre uma versão top de linha e uma versão um pouco mais antiga.

Recentemente foi anunciado o lançamento do phablet (híbrido de smartphone e tablet) Samsung Galaxy Note 3, que apresenta algumas melhorias em relação ao seu antecessor. No entanto, uma questão ainda fica no ar: qual é a real diferença entre os dois e será que vale a pena trocar de aparelho?


Para sanar essa dúvida, o site especializado pocketnow colocou os dois aparelhos lado a lado e comparou o hardware, software e outras diferenças entre eles.

A princípio, a segunda versão do Galaxy Note parece ser bastante parecida com o novo lançamento. No entanto, uma capa de couro na parte de trás do Note 3 caracteriza melhor a ideia de ser uma agenda pessoal. Além disso, a terceira versão vem com uma caneta capaz de reconhecer até 256 níveis diferentes de pressão. O visor também sofreu mudanças e ficou levemente melhor que a versão anterior. Em termos de software, a última versão do Android, embora seja mais intuitiva não apresenta tantas mudanças em relação ao anterior. A conclusão é o que a maioria de nós já esperava. Quem é realmente fã da companhia já deve ter trocado de aparelho. Agora quem possui um Galaxy Note 2 não precisa jogá-lo na lixeira para adquirir a última versão, já que irá obter basicamente a mesma experiência com qualquer um dos aparelhos.

Por Ebenézer Carvalho

  

Deixe uma resposta