Marvell Technology terá de pagar 1,17 bilhões de dólares por violar patente



  

O mercado da tecnologia e inovação está cercado de todos os lados pela proteção conferida pelas patentes.

E por isso, a Corte Federal do Estado da Pensilvânia nos Estados Unidos determinou o pagamento pela Marvell Technology de uma multa no valor de US$1,17 bilhões para a Universidade Carnegie Mellon University.

Este valor elevado se deve a uma violação de patente pela Marvell Technology que pertence à CMC relacionada ao uso de tecnologia que "aumenta a precisão com que os circuitos do disco rígido lêem os dados dos discos magnéticos de alta velocidade".

No entanto, o valor desta multa pode aumentar se a juíza do caso, Nora Barry Fischer, entender que esta violação ocorreu de forma deliberada e seu montante pode chegar a cerca de US$3,5 bilhões.





A Marvell Technology entrou com um pedido de anulação do processo argumentando que as informações da Universidade CMC ao falsas e infundadas.

Agora, todos aguardam a revisão do processo e decisão final da juíza com relação a esta questão.

Por Ana Camila Neves Morais



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *