Mobile Marketing – uma tendência que veio para ficar



  

Em 2009, estima-se que a “população” de celulares no país tenha crescido em 23 milhões de unidades. Mas o que realmente tem se destacado, é a venda de celulares multifuncionais, com capacidades boas de armazenamento, conexão a internet de alta velocidade, câmeras de alta definição, e outras funcionalidades que ultrapassam o fato de apenas falar no celular.

Com o aumento do uso desses “celulares inteligentes” no Brasil, cresceu também o interesse pelo que se chama de Mobile Marketing. Várias empresas grandes já estão apostando em ações neste nicho de mercado, a fim de manter contato com um consumidor que está sempre “plugado”.





Para realizar uma ação de Mobile Marketing, o essencial é foco. Há de existir relevância para o público-alvo que você deseja atingir. De nada adianta oferecer dentaduras a um jovem de 18 anos, ou então alianças de casamento para solteiros. É o mesmo que oferecer pente para careca! Não dá!

Certo! E qual o preço médio de uma ação de Mobile Marketing? Não muito barato. Por isso geralmente são as grandes empresas que executam. Ficam em torno de R$ 20 a R$ 200 mil, de acordo com o tempo de execução e participantes envolvidos com o projeto.

Um exemplo é a Centauro, que lançou um aplicativo para celular que é de certa forma uma “Assessoria Esportiva”, onde o usuário faz avaliações físicas, lê dicas de exercícios, entre outras ferramentas.



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *