Pesquisas indicam que o sistema operacional da Microsoft pode chegar ao fim, pois o número de usuários do WP está diminuindo cada vez mais.

Ultimamente, as notícias referentes ao sistema mobile da Microsoft, o Windows Phone, são um verdadeiro paradoxo. Enquanto os dados da própria empresa mostram que o número de usuários vem reduzindo nos últimos tempos bem como sua participação no mercado, cada vez mais empresas como a HP, vêm investindo no sistema da Microsoft. Agora, é a vez de uma pesquisa da IDC, International Data Corporation, apontar um futuro negro para o sistema da Microsoft.

A IDC já havia divulgado pesquisas que, curiosa e ironicamente, apontavam o sistema da Microsoft como o ''sistema do futuro'', já que a tendência era o sistema da Microsoft dominar o mercado segundo a empresa. Porém, agora as expectativas da IDC mudaram e as projeções diminuíram para o sistema até o ano de 2020.

A correção foi feita graças ao fato da Microsoft ter vendido menos smartphones do que o esperado, a IDC achava que a empresa venderia cerca de 31,3 milhões de dispositivos do ano passado, porém, a empresa comercializou cerca de 27,3 milhões, um pouco abaixo da projeção inicial. A IDC acreditava que até o ano de 2019, esse número já subiria para algo em torno de 43,6 milhões.

A empresa agora espera na verdade, uma redução no número de vendas do Windows Phone, inclusive para esse ano, onde a IDC aponta que a Microsoft deverá vender apenas 23,8 milhões de smartphones, menos do que no ano passado e ainda mais abaixo da projeção inicial da própria IDC para o ano de 2015. Já para o ano de 2020, agora a previsão é extremamente pessimista, prevendo apenas 17,8 milhões de vendas de dispositivos com o Windows Phone.

A empresa destaca que, embora várias empresas tenham aparentado querer investir no Windows Phone durante a MWC desse ano, não se sabe se as mesmas irão entrar seriamente nesse desafio, podendo lançar dispositivos esse ano e ainda mais no próximo ano, com mais empresas investindo no sistema, até mesmo, como as que hoje parecem investir no sistema, acabar abandonando o mesmo por um possível fracasso.

O relatório da IDC foi alvo de críticas e enorme polêmica por parte dos usuários, já que o mercado é imprevisível, visto que a própria empresa acreditava que o Windows Phone seria um verdadeiro sucesso para os próximos anos e agora acabou mudando bruscamente suas projeções.

Por João Trajano

 

Windows Phone


Grandes desenvolvedores de aplicativos anunciaram que não irão se dedicar ao novo Windows Phone. Sistema operacional perdeu 57% de seus usuários no último ano.

29 de janeiro de 2016. Esse dia dificilmente será esquecido tanto pela Microsoft quanto por seus fãs. Se talvez existam dias perfeitos, este foi exatamente o contrário para a empresa norte-americana, um verdadeiro filme de terror.

Isso, graças ao fato de que, em um só dia, após descobrirmos que no último ano, o Windows Phone perdeu 57% de seus usuários, voltando ao mesmo ponto em que estava há 4 anos atrás, grandes desenvolvedores de aplicativos simplesmente anunciaram que não irão se dedicar ao novo Windows Phone, que sequer foi lançado, graças aos atrasos e problemas no sistema.

O Windows Phone já tinha apenas uma parcela pequena do mercado de dispositivos móveis, mas agora, a situação é simplesmente trágica e estarrecedora, de 2014 para 2015, a empresa caiu de 3% de participação no mercado em 2014 para somente 1,7% em 2015. O que piora ainda mais a situação, é que a empresa vem fazendo um investimento pesado nesse setor.

Os dados da Kantar mostram que em 2015 a Microsoft com o Windows Phone, perdeu espaço em praticamente todos os mercados globais, com a exceção feita ao Reino Unido, com os smartphones com o sistema Windows que dominam cerca de 10% do mercado, em comparação aos 7,5% do ano anterior.

Piorando ainda mais a situação, a Tencent, responsável por desenvolver apps famosos, tais como o QQ e WeChat, que é extremamente utilizado na China, anunciou que não irá levar seus apps, para o Windows 10 Mobile.

Se pensarmos que, no início, a empresa era considerada como das grandes parceiras da Microsoft, isso mostra o quanto a situação é assustadora. A empresa culpa a norte-americana por estar abandonando o sistema antes mesmo de ele sequer ''nascer'', de fato.

Outro dado que mostra o estado crítico do Windows Phone, é que no último trimestre de 2015, 4,5 milhões de Lumias foram vendidos no mercado, uma queda de cerca de 49% nas receitas, visto que no mesmo período de 2014, foram vendidos 10,5 milhões de Lumias.

Essa ''fuga'' dos usuários é usada como justificativa para a desistência da Tencent com o Windows Phone. A empresa diz que a Microsoft não se esforça em conquistar desenvolvedores e usuários. Lembrando que outras empresas também tratam com desleixo o sistema, como o Instagram, por exemplo, que há meses não recebe atualizações.

Como nem tudo é ruim, Rudy Huyn, maior desenvolvedor de apps para Windows Phone, declarou apoio ao sistema.

Por Isis Genari

Windows 10 Mobile

Foto: Divulgação


Novo problema encontrado nos testes do Windows 10 Mobile é causado pela sincronização com o app de Mensagens.

A espera e expectativa dos usuários é enorme, os atrasos vêm causando cada vez mais ansiedade. Estamos falando do Windows 10 Mobile, nova versão do SO Mobile da Microsoft e que vem sofrendo com os atrasos no lançamento, o que preocupa e irrita os usuários. A possível causa seria uma dificuldade da empresa em adequar o sistema aos smartphones mais simples. E ao que parece, esse não é o único problema, por enquanto.

A Build 10586.63, que está em uso pelos Insiders, para testes, vem sendo alvo de diversas reclamações pelo fato de que muitos sequer conseguem acessar adequadamente a internet nos dispositivos com a Build, graças a um bug no backup de mensagens que acaba por consumir de maneira exagerada os dados de internet.

A constatação foi feita pelos Insiders logo após o lançamento da Build, sendo que muitos usuários que estavam com planos de 1GB de dados, estavam vendo os mesmos irem para o ralo em questão de apenas alguns dias.

As reclamações se propagaram pelo Reddit, onde os usuários já tinham percebido que o problema era causado pela sincronização com o app de Mensagens. De qualquer maneira, ainda não há nenhuma solução disponibilizada por parte da Microsoft para o problema, mas é provável que isso aconteça em breve, até mesmo para não prejudicar ainda mais seus testes.

Isso deve acontecer já nos próximos dias, já que se trata de um problema consideravelmente grave, quanto a limitar o uso dos usuários aos sistema.

Para corrigir o bug porém, enquanto a atualização não chega, é simples. Segundo reportado pelo Windows Central, diversos usuários estão conseguindo solucionar o problema logo após seguirem os seguintes passos:

O usuário deve ir na aba ''Configurações'' de seu dispositivo e lá, entrar na opção ''Sistema'' e logo após, em Mensagens, agora, basta desativar a sincronização de mensagens.

É comum que problemas como esse surjam em versões de teste, embora incômodos.

Por Isis Genari

Windows 10 Mobile





CONTINUE NAVEGANDO: