O lançamento do sistema operacional móvel desenvolvido pela fabricante de eletrônicos coreana Samsung já é aguardado por um bom tempo.

A parceria mais promissora para o lançamento do Tizen, era entre a Samsung e a operadora japonesa NTT DoCoMo. Porém, ao que tudo indica, a NTT DoCoMo arquivou seus planos para lançar um smartphone com o sistema operacional Tizen.

No dia 16 de janeiro de 2014, a operadora japonesa de telefonia móvel confirmou que deixou na prateleira os planos para o lançamento de um smartphone Tizen, dizendo que os sistemas dominantes hoje – iOS e Android – são muito populares, e não há espaço para um terceiro sistema operacional direcionado aos dispositivos móveis.

Hiroki, porta-voz da NTT DoCoMo deu a seguinte declaração: "O mercado não é grande o suficiente para suportar três sistemas operacionais, neste momento".

Para justificar a tomada de decisões, a operadora mostrou até dados estatísticos recentes mostrando números do crescimento local do mercado de smartphones.

A fabricante sul-coreana de equipamentos eletrônicos Samsung investiu tempo e esforço imenso no Tizen, e por esse motivo, esta é claramente uma grande decepção para a empresa.

Os primeiros rumores indicavam que a plataforma Tizen seria lançada no fim de 2012, porém já estamos no primeiro semestre de 2014 e ainda não temos uma declaração oficial de quando será anunciado.

Curiosamente, o plano da Samsung não está nos Estados Unidos e por isso, provavelmente não existirão celulares com esta plataforma no país. Isso porque o mercado norte-americano parece muito definido para outra plataforma, tornando a Ásia e a Europa o foco principal do Tizen.

A lista dos outros apoiadores de alto nível do sistema operacional Tizen inclui empresas como Inter, Orange e Vodafone, então ainda existem grandes chances para a nova plataforma móvel ser lançada em outros paises, porém não na mesma escala sem a NTT DoCoMo.

Os últimos boatos dizem que a Samsung finalmente anunciará aparelhos rodando Tizen em um evento mundial a ser realizado em Barcelona na Espanha, chamado Mobile World Congress. Se os rumores forem verdadeiros, ficaremos sabendo em algumas semanas. O que nos resta é aguardar para ver.

Por Júnior Beluzzo

Tizen da Samsung

Foto: Divulgação


Depois do sucesso de vendas do Samsung Galaxy S4, com uma venda de 40 milhões de unidades desde que chegou ao mercado em abril de 2013, a Samsung irá lançar o seu novo smartphone, que já está causando muito comentário e ansiedade entre os fãs dos smartphones da Samsung, e muitas expectativas em seus idealizadores. O novo smartphone ainda não tem um nome oficial, mas já o chamam de Galaxy S5, mas segundo fontes ele pode ser renomeado e se chamar Galaxy F, que seria uma linha de produtos super premium com design e hardware diferenciado.

O Galaxy S5 virá com muitas novidades entre elas ele já começa pelo seu corpo, que segundo os rumores terá seu design todo reformulado, para ter uma identidade exclusiva, para acabar com as criticas que diziam que o layout era copiado da Apple. Outra novidade está na bateria do S5, terá mais capacidade de carga que a do Galaxy S4 que era de 2600mAh enquanto a do S5 será de 2900mAh, e também será implementado um sistema de carregamento mais rápido, não se tem muitas informações sobre o carregamento, mas a expectativa é que o celular esteja carregado totalmente em poucas horas.

O S5 terá um display de 5,25 polegadas quadHD, com resolução de 1440×2650 pixels, também terá uma câmera traseira de 16 megapixels equipada com estabilizador óptico, e uma câmera dianteira de 2 megapixel com algumas funções biométricas; com Android 4.4 ele terá duas versões, uma com processador Qualcomm Snapdragon 805 Quad-Core e outra com o Exynos 60 cta. Além dessas especificações o Galaxy S5 deve ser o primeiro smartphone da Samsung a vir com corpo de metal.

Segundo informações do site sul-coreano iNews24, o S5 será lançado durante a feira de tecnologia Mobile World Congress, na Espanha, que será realizada entre os dias 24 e 27 de fevereiro, na cidade de Barcelona; informações essas recebidas direto do vice-presidente da companhia Dong-hoon Chang, e segundo vice-presidente a venda do S5 vai superar a do Galaxy S4.

Por Thiago Oliveira

Samsung Galaxy S5

Foto: Divulgação


O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou recentemente dados que falam sobre o uso de telefones celulares pelos brasileiros. Segundo a pesquisa entre 2005 e 2011 foi possível notar um grande crescimento no uso desse tipo de aparelho.

Uma das informações mais relevantes para a pesquisa é que entre os anos da pesquisa, o uso do celular chegou a crescer até 107,2% e a utilização da internet chegou a crescer 143,8%.

Além dessas informações, a pesquisa obteve muitos dados bastante curiosos sobre o uso dessa tecnologia no país. No Nordeste, por exemplo, o crescimento foi maior que a média nacional e chegou aos 174,3%.

Outro fato interessante é que o público feminino ultrapassou pela primeira vez o número de homens no uso do celular. A taxa de mulheres que foram entrevistadas donas de celular é de 59,5%, já a de homens foi de 68,7%.

Esses números são muito importantes, pois provam que o Brasil é um país que está em constante desenvolvimento e crescimento. Já que uma tecnologia como essa, há 10 anos era considerada uma grande novidade e que poucos teriam acesso. Hoje em dia podemos ver que praticamente a maioria das pessoas possui e usa algum tipo de celular ou smartphone.

Por Henrique Nicolau


Alguns anos atrás, acessar serviços bancários por computadores era algo visto com muita desconfiança por uma grande parte dos correntistas. Hoje a utilização destes serviços já foi incorporada ao cotidiano das pessoas e os bancos de maneira geral se adaptaram a esse modelo de acesso e inclusive incentivam o uso.

Acessar esses serviços pelo celular é algo um pouco mais recente, e a interface só se tornou acessível com a evolução dos aparelhos smartphones e o advento e popularização dos aplicativos para esta finalidade.

O fato é que, motivado pela popularização dos dispositivos móveis, os acessos ao Internet Banking pelo celular aumentaram enormemente no último ano. De acordo com a Federação Brasileira de Bancos, o número de transações pelos celulares e tablets aumentou 333%, e o número de usuários dos serviços cresceu 270%

Esses números já se refletem na diminuição do uso dos postos de auto-atendimento e sinalizam um novo tipo de hábito entre o consumidor, o acesso e gerenciamento de serviços de naturezas diversas pelo celular. Portanto, torna-se cada vez mais importante nos familiarizarmos com a tecnologia para usarmos a nosso favor.

Em muito pouco tempo ter um smartphone será uma necessidade para quem não quiser perder muito tempo nas filas que tendem a crescer com a diminuição da oferta de serviços que exigem que o cliente vá até o local.

Por Bruno Hardt


Circula na internet um e-mail promovendo um novo aplicativo para celulares. A ideia dele seria incluir automaticamente o novo dígito para os números de celulares que funcionam em São Paulo. Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), a esta informação é falsa. A mensagem não para de chegar aos internautas desde a manhã desta última segunda-feira, dia 20 de agosto.

No e-mail, os usuários são influenciados a pressionar um botão na própria mensagem para fazer o download do aplicativo. Porém, ao clicar no link, o internauta é direcionado a um site suspeito, que baixa um arquivo para executar um malware.

A Anatel informou à imprensa que a mensagem é falsa e que os usuários não devem clicar em nenhum link dentro dela. A agência também pediu que quem receber o e-mail deve apagar imediatamente a mensagem para evitar futuros transtornos.

A mudança:

Desde o último dia 29 de julho, os números de celular da Grande São Paulo ganharam mais um dígito. Com nove botões para serem apertados, a agência previne alcançar o limite de números disponíveis no mercado. A medida afeta qualquer pessoa que tenha um contato com o prefixo 11.

Por Tadeu Goulart

Fonte: IG


Na semana passada, a Samsung apresentou o Galaxy Note em um evento realizado em Nova York e logo depois o aparelho foi enviado para todas as lojas dos Estados Unidos.

De acordo com a Samsung, o sistema operacional do dispositivo será o Android 4.0, mas até o final do ano ele receberá a atualização para a versão Jelly Bean.

O modelo com 16 GB custará 500 dólares nos Estados Unidos, já a versão de 32 GB sairá por 550 dólares. As versões anunciadas pela fabricante contam apenas com conexão Wi-Fi, para os interessados em adquirir o modelo com conexão 3G, a Samsung informa que em breve revelará a data e o preço dos aparelhos.

O novo Galaxy Note possui tela de 10 polegadas e permite que o usuário utilize uma caneta stylus, também conhecida como S Pen. Além disso, o aparelho conta com recurso Multiscreen, que é capaz de abrir dois aplicativos simultaneamente, colocando-os lado a lado na tela.

O aparelho ainda conta com processador quad-core de 1,4 GHz, câmera traseira de 5 megapixels, câmera frontal de 1,9 megapixels, para realizar videoconferências e memória RAM de 2 GB. O aparelho é leve e super compacto, pesando apenas 597 g e está disponível em duas cores, cinza escuro e branco.

Até o momento, a Samsung não possui previsão para a chegada do aparelho no Brasil.

Por Felipe Santos Bonfim





CONTINUE NAVEGANDO: