Superbook – Novo Dock transforma Smartphones Android em Notebooks



  

Aparelho deve ser viabilizado por financiamento coletivo e deve custar cerca de US$ 90.

Os dispositivos híbridos vem tomando conta do mercado, embora por aqui, ainda não sejam um sucesso, visto que muitos sequer são lançados por aqui. Muito desse sucesso se deve ao fracasso dos tablets, o que motiva as empresas a investirem em um dispositivo que seja tablet e notebook ao mesmo tempo. Mas já pensou um dispositivo que pode transformar o seu smartphone, em um verdadeiro notebook com Android?

Atualmente vemos diversos docks sendo lançados no mercado, como é o caso do lançado pela Microsoft para os dispositivos com o Windows Phone, para ''casar'' com o Continuum. Todavia, este não é bem o objetivo do projeto que recebeu o nome de ''Superbook'', que promete ir muito além disso.

O dispositivo está em desenvolvimento e deve ser viabilizado graças a um financiamento coletivo na Web, em breve, a partir do dia 15 de Junho. Por enquanto, a previsão é que o dispositivo seja lançado em breve, como as doações começam em Junho, a tendência é que o aparelho seja lançado no final do ano, pelo preço de cerca de US$ 90, algo em torno de R$ 320 na conversão atual do dólar ainda desconsiderando os impostos.

Tudo isso é feito de uma forma bastante inovadora e interessante. O projeto utilizada a carcaça de um notebook e por meio do dock, transforma seu smartphone, fazendo com que a carcaça utilize as peças de seu aparelho como o processador, formando uma espécie de sistema externo para o laptop, enquanto o smartphone utiliza a tela do Notebook para exibir o sistema.





A carcaça conta com uma tela de 11,6 polegadas e bateria que pode durar cerca de oito horas para os usuários, sendo compatível com usuários que possuam smartphones com o Android 5.0 Lollipop ou versão superior, bem como deve possuir no mínimo 1GB de RAM, algo bem comum em dispositivos móveis de hoje.

O Notebook funcionaria normalmente como se fosse o próprio smartphone Android, podendo o usuário rodar seus apps como jogos do Android e suas tarefas convencionais. Até mesmo funções de multijanela estão disponíveis, visto que de fato o smartphone acaba meio que se tornando apenas o sistema e o ''Superbook'' o suporte para transmissão das imagens.

A ideia é excelente, embora as possibilidades do dispositivo chegar no Brasil sejam remotas, visto que o projeto não é coordenado por uma grande empresa do mercado.

Murilo Couto



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *