Sistema de transmissão LTE Broadcast é testado no Brasil



  

Sistema garante transmissões em altíssima velocidade sem travamentos para os usuários.

Não é segredo para ninguém que o streaming de vídeos no Brasil é algo problemático, já que por vezes, quando se tenta assistir um vídeo no Youtube, por exemplo, em dado momento o vídeo acaba simplesmente por travar e demora até que possa carregar novamente para o usuário seguir assistindo o conteúdo. Seja nas redes como o 3G ou na rede Wi-Fi.

Agora, para tentar resolver o problema, as empresas Ericsson, Qualcomm e Samsung, em parceria com a NET e a Claro, decidiram experimentar pela primeira vez no Brasil o sistema LTE Broadcast, que garante transmissões em altíssima velocidade para os usuários, sem os famosos travamentos, mesmo que um grande número de usuários esteja acessando os dados da rede ao mesmo tempo, acabando com os famosos travamentos em vídeos, filmes e principalmente transmissões ao vivo.

O LTE Broadcast funciona da seguinte maneira: Cada usuário, nos moldes atuais, recebe os dados de Internet de forma individual, ou seja, se um grande número de usuários estiver acessando a mesma rede, sua velocidade acaba consequentemente, por cair, prejudicando serviços como o de streaming, que dependem diretamente dos dados transmitidos pelas redes, o que não acontece com a nova função apresentada, garantindo que, mesmo se um grandioso número de usuários esteja acessando a mesma rede de dados, a velocidade do streaming não sofra uma queda.

A nova funcionalidade foi apresentada pela operadora Claro à imprensa, e segundo relatos do site ''Olhar Digital'', como amostra, foi possível assistir uma partida do ''Rio Open'', torneio de tênis que acontece na cidade carioca, e durante a transmissão, feita em alta qualidade, não houve uma sequer interrupção na transmissão da partida para os presentes no evento.





Embora o LTE Broadcast esteja ainda em fase de testes, as empresas envolvidas na tecnologia garantem que a presença da nova funcionalidade nos dispositivos, vai depender apenas das fabricantes, assim como acontece hoje, com os serviços 3G e 4G, por exemplo. Hoje, tanto o chipset Snapdragon da Qualcomm, como o Exynos da Samsung, possuem capacidade para aderir a tal tecnologia, o que aumenta a expectativa sobre a funcionalidade estar presente em nossos smartphones em breve, já que com apenas uma atualização no software, é possível ter acesso ao LTE Broadcast, embora nenhuma empresa tenha se pronunciado sobre quando pretende aderir à tecnologia por aqui.

Porém, certamente o fato da Samsung ser uma das empresas presentes no projeto, aumenta a expectativa a respeito do lançamento do serviço no Brasil, já que a empresa deve lançar em breve seu novo smartphone high-end, o Galaxy S7, que poderia, ao menos futuramente, contar com a funcionalidade para seus usuários.

Por Isis Genari

Teste sistema LTE Broadcast

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *