Atualização do iOS 7.1 – Vantagens e desvantagens



  

A Apple lançou no começo deste mês de março a atualização do seu sistema operacional iOS 7.1 com o intuito de proporcionar melhorias de utilização para seus clientes. O novo gadget corrigiu bugs, incluiu novas funções nos celulares e progressos na interface dos smartphones da marca. No layout a mudança aconteceu nos ícones, principalmente no de atender e encerrar chamadas, que agora estão sem pontas (circulares).

Contudo, a atualização ainda deixou alguns inconvenientes e está valendo a pena fazer uma comparação do iOS anterior para o atual. A principal novidade do 7.1 é o CarPlay, que desempenha uma refinada atualização de os gadgets trabalharem com a integração do sistema do celular com o sistema dos automóveis. A intenção é fazer o controle de funções do iPhone no painel do veículo, como na navegação, nos playlists e no telefone. O serviço será uma possibilidade para um futuro próximo, ou seja, os usuários brasileiros, mesmo com a atualização feita, ainda não têm a compatibilidade com seus carros, já que as marcas ainda estão em processo de parceria com a Apple para a fabricação de modelos que possuam um sistema integrado com o novo iOS.

Outra novidade é a possibilidade do usuário colocar no calendário do seu aparelho a sua região e sua religião para compatibilizar com as datas em que haverá feriados e datas comemorativas nacionais, regionais e religiosas.

A principal mudança da atualização dos aparelhos para o novo iOS 7.1 foi no quesito de reinicialização repentina. Com o novo sistema, esse problema foi resolvido. O programa também melhorou o desempenho de modelos mais antigos, como os iPhones 4, o iPad 2 e o iPad 3.

As baixas começam na promessa de melhorias no sistema Touch ID, o que, segundo relatos de usuários, não ocorreu nenhuma mudança. Muitos consumidores, pelo Twitter, reclamaram de problemas com o aplicativo e no site de suporte oficial da Apple. Outros, no entanto, relatam melhor funcionamento do sistema.





Outro problema que está incomodando os usuários é a limitação do uso do aparelho como roteador Wi-Fi, um pedido que a Apple cedeu as operadoras. A T-Mobile, por exemplo, uma grande operadora norte-americana, somente libera a entrada ao Acesso Pessoal – usado para compartilhar a acessibilidade a internet do telefone com outros dispositivos – com o pagamento de taxas integradas ao plano telefônico do usuário.

A maioria das funções atualizadas pelo iOS 7.1 traz benefícios e novas possibilidades aos usuários. Mas para quem depende da utilização do Touch ID e usa com frequência o hotspot Wi-Fi de compartilhando de internet com planos limitados, a atualização não é uma boa pedida.  Outra questão é o Jailbreak, que deve ser refeito a partir de cada nova versão da plataforma.

Por Carolina Miranda

ios71

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *