iPhones estão à venda nas lojas da China Mobile



  

Finalmente, o iPhone está disponível para a venda nas revendedoras e lojas da China Mobile.

A Apple passou anos tentando negociar de forma proveitosa para ambos os lados com a empresa de telefonia chinesa.

Como forma de gratidão, e demonstrando como a parceria entre as duas empresas era importante, Tim Cook, CEO da Apple, marcou presença no evento de lançamento da China Mobile. Tim Cook conheceu os novos consumidores, posou para fotos e inclusive autografou iPhones.

A operadora de telefonia chinesa tem cerca de 740 milhões de usuários, porém as empresas concorrentes China Unicom e China Telecom já tinham selado suas parcerias com a Apple desde o mês de setembro do ano passado, o que lhes garantia certa vantagem sobre a China Mobile.

Além disso, os contratos da China Mobile são mais caros e menos atrativos que os da China Unicom e China Telecom, porém mesmo assim, a Apple perderia uma fatia grande de usuários que preferem pagar um pouco a mais e obter sinal 4G na rede TD-LTE, que é mais estável e significativamente mais rápida do que a rede de ambas as concorrentes.

E realmente, a parceria parece ser incrivelmente proveitosa para a empresa americana. Ainda segundo Cook, a Apple vendeu mais iPhones na região da China continental do que qualquer período anterior.

Além dos benefícios citados anteriormente, a China Mobile levará o iPhone a cidades onde ele não estava disponível para a venda. Com o novo contrato entre a operadora e a Apple, o iPhone agora será vendido em mais 3 mil cidades chinesas.





Cook disse ainda que não se preocupa com dispositivos Android de baixo custo, afirmando que 57% dos dispositivos que acessam a internet da China usam iOS.

Mesmo que Cook não queira admitir, a Apple está juntando suas forças para combater o Android, que corresponde a 66% do mercado chinês.

Este foi definitivamente um passo estratégico para um domínio territorial ainda maior da Apple e seu smartphone high-end.

Por Júnior Beluzzo

iPhones nas lojas da China Mobile

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *