Acesso à internet por dispositivos móveis no Brasil é pequeno



  

Nos últimos anos dispositivos eletrônicos móveis tais como os tablets e smartphones têm obtido uma penetração cada vez maior no mercado nacional. Além do claro interesse crescente por parte do consumidor os baixos preços têm contribuído e muito para isso.

No outro lado da moeda está o tráfego online gerado por meio desses aparelhos em relação ao mercado online do Brasil. Nesse ponto os dados observados não trazem informações satisfatórias. O motivo é simples: o baixo uso desses dispositivos nessa área. A coisa é tão feia que o Brasil e a Argentina dividem entre si o título de país que menos usa esses aparelhos para acesso à internet.

De acordo com as informações divulgadas pelo site www.emarketer.comao longo do ano de 2013, de toda a audiência da internet no pais apenas o percentual de 7,9 tem origem nos aparelhos móbile. Se divida essa fatia os tablets ficariam com 2% e os smartphones com 5,8%. Outros aparelhos teriam os insignificantes 0,1% como as câmeras digitais, por exemplo.

Já o PC continua imbatível em questão de preferência dos usuários para o acesso à internet. Como pontos que contribuem para isso são apontados a confiabilidade que os usuários tem em seus aparelhos e também o alto preço de grande parte dos dispositivos móveis. Os PCs dominam uma parcela de 92,1% do mercado. A título de curiosidade a Argentina apresenta praticamente os mesmos números em todos os itens analisados no Brasil.

Quem “ficou bem na fita” foi o México. O país foi obteve a melhor colocação em toda a América Latina. O acesso móvel por lá indica cerca de 15%.





A expectativa é que o México continue sendo líder na América Latina. As análises apontam que o país poderá chegar a 45% em relação a acessos móveis até o final do ano de 2014. Já o Brasil deverá cair e a Argentina subir.

Por Denisson Soares

Acesso a internet por smartphones

Foto: Divulgação



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *