Coréia do Sul cria programa para evitar vício de crianças em eletrônicos e internet



  

Um dos grandes problemas da tecnologia na atualidade está no uso exagerado por crianças e adolescentes impedindo as mesmas de realizarem atividades importantes como estudos, brincadeiras e outros.

Para tentar frear esta situação, o governo da Coréia do Sul anunciou nesta última semana que irá iniciar no próximo ano um programa de evita o vício de crianças em eletrônicos e no uso da internet.

Esta orientação será oferecida nas escolas de todo o país para da pré-escola até o ensino colegial.

Toda esta preocupação do governo coreano se justifica já que cerca de 2 milhões de pessoas no país fazem tratamentos médicos por não conseguirem ficar fora da rede de computadores além de 2,55 milhões de pessoas que usam smartphones por mais de 08 horas diárias atrapalhando todos os aspectos da vida como interações sociais, trabalho, lazer e outros.

Esta situação não melhora muito quando as crianças são analisadas já que os bebês na Coréia do Sul assistem a desenhos em tablets e usam smartphones como brinquedos gerando uma verdadeira compulsão.





De acordo com a Agência Nacional da Sociedade da Informação cerca de 160 mil crianças no país com idade entre 5 e 9 anos são dependentes da internet deixando até de fazer ações básicas como se alimentarem e irem ao banheiro.

Para tentar contornar esta situação, o programa do governo da Coréia do Sul irá apresentar para crianças com 03 anos as atividades interessantes existentes na internet. Para quem possui entre 04 e 05 anos serão iniciadas informações sobre o perigo de se usar de modo excessivo a grande rede além das formas de controlar este desejo compulsivo pelo uso de eletrônicos conectados.

Para reforçar estas atividades, as escolas coreanas irão aumentar as atividades e brincadeiras feitas sem o uso da internet.

Por Ana Camila Neves Morais



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *