Celulares – Aumentam as Reclamações dos Consumidores



  

Mais modernos e eficientes, os celulares são um dos produtos mais adquiridos pela população mundial, em especial a brasileira, a qual de nove a cada dez pessoas, aproximadamente, portam algum aparelho. A constatação tem por base os serviços mais diversos, divididos entre pré e pós-pagos, possibilidades de instalação de aplicativos que visam facilitar ou entreter a vida, entre outros.

Apesar de vários benefícios nem tudo é como almejado pelas fabricantes. Um dado recente divulgado pelos Procons de todo o país por meio de Ricardo Morishita, diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) do Ministério da Justiça, assinalou que nos primeiros seis meses deste ano aumentaram o número de demandas. O primeiro lugar ficou para a Samsung, com 29,36% do total, seguida pela LG, com 25,38%, depois pela Nokia (21,19%), comboiada pela Sony (15,51%) e por último a Motorola, com 8,56%.





As citadas demandas ilustram todos os registros realizados pelos canais de atendimento ao consumidor dos Procons, abrangendo desde as costumeiras reclamações e impasses com garantia até dúvidas corriqueiras. Apesar de um percentual não exato estar atrelado ao último fator (será divulgado apenas em 14 de setembro), geralmente, segundo matéria apregoada pelo portal de notícias G1, a população não recorre ao órgão para tecer elogios.

A partir desse levantamento, Morishita acredita que o barômetro do celular (medidor similar ao Impostômetro e Salariômetro, mas numa óptica diferenciada) deverá ser divulgado mês a mês, principalmente porque o número de aparelhos tem aumentado gradativamente nos últimos meses.

Por Luiz Felipe T. Erdei



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *