iCare – Aplicativo para iPhone com Tecnologia RFID



  

Provavelmente você não sabe o que significa RFID. Tudo bem, não há nenhum problema nisso, pois trata-se de uma tecnologia relativamente nova. A maioria de nós não faz ideia do seja isso. Bom, numa tradução literal a sigla acima quer dizer “identificação por rádio frequência”. Trocando em miúdos é um sistema utilizado para fazer identificações através de um sinal de rádio utilizando minúsculos chips.

Há muitas aplicações úteis para chips RFID, e por se tratar de algo tão minúsculo, nem sabemos onde eles podem estar instalados. Atualmente existem muitos projetos (alguns experimentais, outros práticos) fazendo o uso dessa tecnologia, que vai desde pagamentos com cartões de crédito a controle de bagagens em aeroportos.

Várias empresas já desenvolveram softwares capazes de interpretar o sinal enviado pelo chip, e coletando as informações contidos na sua memória.

Para uso no dia-a-dia, por exemplo, o sistema poderia ser usado ao fazer compras num supermercado. Para saber informações detalhadas sobre determinado produto seria preciso apenas aproximar o smartphone e dados como data da fabricação, peso, validade, tabela nutricional, preço e muito mais apareceriam na tela como num passe de mágica.





Além disso na hora de passar no caixa, não seria preciso nem tirar os produtos do carrinho, pois um receptor instalado num ponto estratégico efetuaria a leitura dos dados emitidos pelos produtos, fazendo o cálculo do valor à pagar num piscar de olhos.

E na hora de fazer o pagamento, outro chip instalado no cartão de crédito simplificaria ainda mais o processo e tudo o que o cliente precisaria fazer é aproximar o cartão do POS (ponto de venda, em inglês) para a conta ser debitada na hora.

Para realizar essas tarefas, há um pequeno gadget, o iCare, que pode ser conectado ao iPhone. O apetrecho usa outra tecnologia além do RFID: a NFC, um protocolo para troca de informações seguras entre dispositivos sem fio. Seria através dela a realização do pagamento no exemplo citado acima. Recentemente um encontro em Porto Alegre reuniu especialistas para discutir a formas de implantação do sistema no Brasil.

Por Maximiliano da Rosa



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *